Ir ao conteúdo

Placa-mãe ASUS PRIME A320M-K/BR

       
 4.400 Visualizações    Primeiras Impressões  
 12 comentários

Analisamos a ASUS PRIME A320M-K/BR, placa-mãe soquete AM4 produzida no Brasil, suportando processadores Ryzen e APUs de sétima geração. Confira!

Placa-mãe ASUS PRIME A320M-K/BR
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Vamos dar uma olhada na ASUS PRIME A320M-K/BR, uma placa-mãe de baixo custo soquete AM4 para processadores Ryzen, produzida no Brasil, baseada no chipset AMD A320. Confira!

O AMD A320 é o chipset de entrada para o soquete AM4, utilizado pelos processadores Ryzen e pelas APUs (processadores com vídeo integrado) de sétima geração da AMD. O A320 difere-se do chipset intermediário para esta plataforma, o B350, apenas pelo menor número de pistas PCI Express 2.0 (quatro, contra seis do B350 e oito do X370) e de portas USB 3.1 (uma no A320 e duas no B350), além da ausência de suporte a overclock.

Assim como o B350, o A320 não suporta a divisão das 16 pistas PCI Express 3.0 em dois slots (configuração x8/x8), diferentemente do X370, que permite esta configuração. Assim, o A320 também é voltado a sistemas com apenas uma placa de vídeo.

Tanto o A320 quanto o B350 oferecem duas portas USB 3.0 e seis portas SATA-600 com suporte a RAID 0, 1 e 10.

Você pode conferir a placa-mãe ASUS PRIME A320M-K/BR na Figura 1. Ela usa o padrão micro ATX, medindo 226 x 221 mm.

ASUS_PRIMEA320-K-01.jpg

Figura 1: placa-mãe ASUS PRIME A320M-K/BR

Editado por Rafael Coelho

Compartilhar

  • Curtir 5


  Denunciar Artigo

Comentários de usuários


Sinceramente, com menos de 100,00 você passa pro andar de cima, numa B350, tendo as portas 3.1, a possibilidade de overclock, sem falar que pode até ter mais slots de memória. Na minha opinião, para valer a pena, deveria estar na faixa de 300,00.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso aí é placa pra APU, conector auxiliar de energia ainda em 4 pinos, sem dissipador nos mosfets...

Quem enfiar um R5 ou R7 aí tá maluco.

 

Sem contar o preço né, com ~450 reais você pega uma B350 mais completa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como sempre: Ótima análise, Me. @Rafael Coelho! Obrigado!

A placa é para computadores de baixo custo, mas uma relação custo / benefício só consegue se destacar mesmo por quantidade, por exemplo, se eu tiver que construir uns 10 PCs para um mesmo ambiente (call center ou comercial...) e utilizar um processador com vídeo integrado, como o A8-9600 (analisado recentemente).

Conforme os comentários dos Sres. @Kleber Peters e @Phoenyx, se tiver que colocar uma placa de vídeo (mesmo low profile) ou um processador R5 / R7 (ou mesmo o R3), compensa mais uma placa com o B350...

Se conseguirem abaixar um pouco o preço, realmente se torna uma alternativa e não uma concorrente da própria asus (PRIME B350 M K), sem contar outros fabricantes que fornecem soluções mais econômicas baseadas no chip B350. Parece que a asus quer vender mais a própria marca do que o produto...

Editado por André Ferreira da Silva

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, Evandro disse:

Também achei cara elo que oferece, ainda mais por ser fabricada no Brasil.

Tem também a questão de ser lançamento, é possível que estabilize em um valor mais baixo após algum tempo.

A questão de ter um preço próximo ao das B350 sem dúvida tira ela do páreo para usuários gamer ou entusiastas, mas se pensarmos em juntá-la com processador A8-9600 para aplicações de escritório, principalmente em grande quantidade como falou o @André Ferreira da Silva, quaisquer R$50 economizados na máquina vale a pena.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Tem também a questão de ser lançamento, é possível que estabilize em um valor mais baixo após algum tempo.

A questão de ter um preço próximo ao das B350 sem dúvida tira ela do páreo para usuários gamer ou entusiastas, mas se pensarmos em juntá-la com processador A8-9600 para aplicações de escritório, principalmente em grande quantidade como falou o @André Ferreira da Silva, quaisquer R$50 economizados na máquina vale a pena.

 

Quem sabe quando as APUs Ryzen chegarem ao mercado não tenhamos outras opções com preço mais adequado.
Penso que hoje, para estas aplicações de escritório, um notebook é muito interessante.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A questão da limitação da PCI e M.2 nos athlom's e A - series, creio que será somente nestes requentados, certo? Caso contrário, seria tremendo tiro no pé da AMD lançar novos modelos com essa limitação.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Scotta disse:

A questão da limitação da PCI e M.2 nos athlom's e A - series, creio que será somente nestes requentados, certo? Caso contrário, seria tremendo tiro no pé da AMD lançar novos modelos com essa limitação.

 

Provavelmente sim.

As APUs "Ryzen" devem vir com o pacpte completo de benefícios da nova arquitetura.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Scotta Esses Athlon's e A series AM4 que saíram são chips mobile. A AMD só lançou eles como um tapa buraco até os Ryzen's com igp saírem (Raven Ridge)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@RobertoGB Sim. Só não sei se as A320 possuem parâmetros suficientes para isso, como por exemplo bloquear o PCI-E em 100MHz. Se tiver como, dá.

Pega o manual de uma destas placas e dá uma estudada.

Editado por Phoenyx

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Scotta disse:

A questão da limitação da PCI e M.2 nos athlom's e A - series, creio que será somente nestes requentados, certo? Caso contrário, seria tremendo tiro no pé da AMD lançar novos modelos com essa limitação.

Porque mesmo? Tipo, a Intel corta linhas de PCI até nos i7/i9 de milhares de reais xD

 

Em um proc baratinho não vai fazer muita falta xD

 

Até por ser uma opção para quem não quer gastar muito

 

 

9 horas atrás, RobertoGB disse:

Só pelo BCLK? Essa é a dúvida. Se eu fosse comprar hoje eu pegaria uma B350 mesmo, mas tenho essa curiosidade.

BCLK normalmente ferra um monte de coisa, por estar atrelada a basicamente tudo na mobo, de rede a slots PCI, RAM, etc.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Atretador disse:

Porque mesmo? Tipo, a Intel corta linhas de PCI até nos i7/i9 de milhares de reais xD

 

Em um proc baratinho não vai fazer muita falta xD

 

Até por ser uma opção para quem não quer gastar muito

 

 

BCLK normalmente ferra um monte de coisa, por estar atrelada a basicamente tudo na mobo, de rede a slots PCI, RAM, etc.

Sim, mas aqui no meu Phenom II X4 eu travo o PCIE e reduzo o multiplicador da RAM e HT.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×