Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe DFI AD75

       
 41.260 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe DFI AD75, baseada no chipset VIA KT333, para a plataforma soquete 462.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Essa é a primeira placa-mãe para processadores AMD da DFI (http://www.dfi.com) que testamos e ficamos realmente surpresos com a DFI, que era uma marca que tínhamos pouco contato.

Placa-Mãe DFI AD75
Figura 1: DFI AD75.

A AD75 é uma placa-mãe até "careta" perto das placas-mães que testamos ultimamente, tendo como único recurso extra o som on-board de seis canais. Mas o desempenho dela a coloca no mesmo nível de placas-mães tradicionais, além de um excelente suporte a overclock: conseguimos colocar o nosso Athlon XP 1500+ (que roda internamente a 1.333 MHz) rodando externamente a 166 MHz (1.666 MHz internamente) na maior tranqüilidade, tendo sido essa a nossa maior marca de overclock com esse processador até hoje.

Com isso não tivemos a menor dificuldade em selecionar a DFI AD75 para fazer parte do nosso seleto rol de Produtos Recomendados do Clube do Hardware, especialmente se você está procurando uma placa-mãe para processadores AMD sem nada on-board.

O CD-ROM que acompanha a placa-mãe é também careta, só tendo os drivers e o manual da placa.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×