Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Placa-Mãe DFI NB76

       
 46.941 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe DFI NB76, baseada no chipset Intel 845G, para a plataforma soquete 478.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A NB76 é a primeira placa-mãe da DFI (http://www.dfi.com) que testamos. Nossa curiosidade a respeito dessa placa-mãe era, portanto, muito grande. Ainda mais porque esse modelo para processadores Intel tem vídeo on-board baseado no chipset Intel 845G e daí nossa grande curiosidade: essa placa-mãe presta?

Placa-Mãe DFI NB76
Figura 1: DFI NB76.

Impressionante! Os resultados da DFI NB76 foram excelentes, mesmo sendo uma placa-mãe com vídeo on-board! Ela é uma das poucas placas-mães que mostram que nem todas as placas-mães com vídeo on-board são uma porcaria!

É claro que o desempenho 3D de uma placa de vídeo comercial é melhor, mas o grande trunfo dessa placa-mãe é ter um slot AGP onde podemos instalar uma placa de vídeo avulsa. Quando instalamos a nossa placa de vídeo nessa placa-mãe, o desempenho dela simplesmente superou praticamente todas as placas-mães para Pentium 4 que já testamos!

Recomendamos essa placa-mãe para todos aqueles que querem uma placa-mãe de alto desempenho mas com vídeo on-board e para, no futuro, instalarem uma placa de vídeo decente. Acredite, após a instalação de uma placa de vídeo avulsa, essa placa-mãe transforma-se em uma das melhores placas-mães disponíveis no mercado para o Pentium 4.

Em relação aos recursos extras que essa placa-mãe têm, devemos esclarecer que existem dois modelos de NB76 no mercado: NB76-EA, com rede on-board e interface para dispositivo leitores de cartões de memória - que foi o modelo usado em nossos testes - e a NB76-EC, sem esses dois recursos.

Ambos os modelos têm quatro LEDs de diagnóstico em uma das bordas da placa. Esses LEDs indicam, através de um código binário, qual é o teste que está sendo efetuado pelo POST. Funciona de maneira similar - porém rudimentar - dos displays de diagnósticos do POST, presentes em placas como EPoX 4G4A+, EPoX 8K3A, ABIT IT7 e ABIT AT7, só para citarmos algumas. Veja esses LEDs em ação na Figura 2.

Placa-Mãe DFI NB76
Figura 2: Detalhe dos LEDs de diagnóstico da NB76.

O modelo testado tem ainda interface para dispositivo leitor de cartões de memória (clique aqui caso você não saiba o que é isso), além de rede on-board (chip Realtek RTL8100BL) e som on-board de seis canais, produzido pelo próprio chipset em conjunto com o codec ALC650 também da Realtek.

Placa-Mãe DFI NB76
Figura 3: Detalhe da interface leitora de cartões de memória da NB76.

Por falar em som on-board, essa placa-mãe vem com um adaptador SPDIF coaxial, isto é, você poderá conectar diretamente em modo digital equipamentos de áudio profissionais, como Mini Discs e CD Players, à esta placa-mãe (clique aqui para ler mais sobre este assunto). São raras as placas-mães que vêm com esse tipo de adaptador. Infelizmente uma errata no manual informa que a revisão da placa que recebemos (Rev A) não aceita o conector SPDIF In coaxial, ou seja, só é possível usar a saída digital da placa, não a entrada. No site da Realtek, a explicação: o codec ALC650 só aceita entrada SPDIF em sua revisão E e posteriores, e a revisão do chip usado na placa testada era a D.

Placa-Mãe DFI NB76
Figura 4: Adaptador SPDIF coaxial da NB76.

Uma outra grande vantagem que achamos nessa placa-mãe é que o vídeo on-board dele rouba pouca memória RAM do sistema. Você pode configurar entre 512 KB, 1 MB e 8 MB. Se você só for usar a resolução 640 x 480, você deve configurar o vídeo on-board como tendo apenas 1 MB, pois nessa resolução o vídeo usa cerca de 900 KB para vídeo, somente. Reservar mais do que isso é desperdício de memória RAM. No caso de resoluções 800 x 600 para cima, você deve configurar o vídeo on-board como 8 MB (na verdade o ideal seria 4 MB, mas essa placa não tem essa configuração), já que o vídeo não usará mais do que isso. No caso do vídeo 3D, você pode configurar o quanto da memória RAM será usada na opção AGP Apperture Size do setup da placa. Lembramos que SEMPRE é desperdício reservar mais do que 4 MB de memória RAM para a memória de vídeo caso você não vá usar jogos 3D.

No lado das desvantagens dessa placa-mãe, só vimos duas. A principal é que essa placa-mãe obrigatoriamente necessita de uma fonte ATX12V, que é mais cara que a fonte ATX tradicional, tornando o micro montado com essa placa-mãe um pouco mais caro do que um micro montado com uma placa concorrente que não necessite desse tipo de fonte. A segunda desvantagem é que o chipset Intel 845G só trabalha com discos até ATA-100. Isso não chega a ser um incômodo, já que quem compra um disco rígido ATA-133 provavelmente não vai querer uma placa-mãe com vídeo on-board.

Em termos de overclock, apesar de o setup possuir opções muito interessantes, como falaremos em detalhes mais adiante, não conseguimos colocar o barramento externo acima de 112 MHz, ou seja, conseguimos um nível muito baixo de overclock.

O CD-ROM da placa-mãe é "careta" e só vem com os drivers da placa.

 

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora