Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe DFI PE21

       
 37.643 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe DFI PE21, baseada no chipset VIA P4X400, para a plataforma soquete 478.

Placa-Mãe DFI PE21
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

DFI PE21 é uma placa-mãe soquete 478 que usa o mais recente chipset da VIA para essa plataforma, o P4X400, que traz suporte ao barramento AGP 8x e memórias DDR333/PC2700 (oficialmente, já que extra-oficialmente suporta o padrão DDR400/PC3200, como o próprio nome do chipset faz supor).

Na realidade existem quatro modelos de PE21: PE21-EC, PE21-EL, PE21-EC/A e PE21-EL/A. O significado dessas siglas é relativamente simples. Os modelos com rede on-board usam a letra L. Esses modelos têm também uma série de LEDs de diagnóstico, como explicaremos adiante, não presentes nos demais modelos. Já os modelos com som on-board de seis canais usam o código /A, sendo que os modelos sem essa sigla têm um som-board de dois canais. O modelo que testamos foi o PE21-EL.

Placa-Mãe DFI PE21
Figura 1: Placa-mãe DFI PE21-EL.

Os LEDs de diagnóstico presentes nos modelos "L" funcionam de maneira similar (porém rudimentar) aos displays de diagnóstico POST. Na Figura 2 vemos esses quatro LEDs em ação (eles na borda da placa).

Placa-Mãe DFI PE21
Figura 2: LEDs de diagnóstico da placa-mãe DFI PE21.

Os modelos "L" têm também rede on-board controlada pelo chip VIA VT6103. Como falamos, o modelo que testamos tem som on-board de dois canais, controlado pela ponte sul do chipset em conjunto com o codec ALC101 da Realtek. Já nos modelos /A, o codec usado é o ALC650 da Realtek. Junto com a placa-mãe vem um adaptador para SPDIF coaxial (a placa não vem com adaptador para SPDIF óptico). Clique aqui caso você não saiba o que é isso.

Placa-Mãe DFI PE21
Figura 3: Adaptador SPDIF coaxial.

A placa-mãe tem ainda seis portas USB 2.0, duas soldadas diretamente sobre a placa, quatro acessadas através de adaptador, que vem com a placa. O adaptador da DFI é o mesmo usado pela Gigabyte GA-8GE667 Pro (mesmo fabricante) e nos impressionou porque traz as quatro portas extras em uma única placa (ver Figura 4), sendo que em outras placas-mães normalmente só temos duas portas por adaptador.

Placa-Mãe DFI PE21
Figura 4: Adaptador USB.

As portas IDE são ATA-133, uma vantagem dos chipsets não-Intel sobre os da Intel atualmente disponíveis. A PE21 tem ainda três soquetes DDR-DIMM, aceitando até 3 GB de memória.

O CD que vem com a placa-mãe é careta, trazendo somente os drivers necessários.

Antes de irmos aos testes, vamos dar uma recapitulada em todos os recursos que essa placa-mãe possui.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×