Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe EPoX 4PEA+

       
 42.752 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe EPoX 4PEA+, baseada no chipset Intel 845PE, para a plataforma soquete 478.

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A EP-4PEA+ é uma placa-mãe soquete 478 que usa o chipset Intel 845PE, que aceita memórias DDR333/PC2700 e tem uma série de recursos que estaremos detalhando a seguir. As portas IDE desse chipset, no entanto, continuam sendo ATA-100, o que não chega a ser um problema para essa placa-mãe, pois ela tem duas portas IDE ATA-133 RAID adicionais, controladas pelo chip HighPoint HPT372N.

A caixa dessa placa-mãe é linda, sendo azul metálica, no mesmo formato da 4G4A+, também da EPoX. Realmente chama a atenção, como vemos na Figura 1. Na Figura 2 nós vemos a placa-mãe em si.

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Figura 1: Caixa da placa-mãe EPoX EP-4PEA+.

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Figura 2: Placa-mãe EPoX EP-4PEA+.

As placas-mães da EPoX são tradicionalmente de alto desempenho, alta capacidade de overclock e cheias de recurso. Mas o layout da placa-mãe em si sempre foi muito "careta". Mas na 4PEA+ a EPoX saiu na frente e colocou um LED azul dentro do cooler do chipset, que acendo quando você liga o micro. A ventoinha do cooler é transparente, o que dá um incrível efeito visual, como você pode conferir na Figura 3 (a foto está escurecida de propósito, para que você consiga ver corretamente a iluminação do cooler).

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Figura 3: Cooler da placa-mãe EPoX EP-4PEA+.

Essa é uma placa-mãe cheia de recursos extras. Ela tem duas portas IDE ATA-133 RAID extras controladas pelo chip HighPoint HPT372N e duas portas Serial ATA controladas pelo chip Silicon Image SiI3112A.

Além disso, ela tem duas portas FireWire (IEEE 1394), controladas pelo chip da Texas Instruments TSB43AB22A e display de diagnósticos POST.

Na Figura 4 nós vemos todos esses recursos. À esquerda, o chip da Silicon Image, no centro o chip da Texas Instruments, e, à direita, o chip da HighPoint. Na parte de baixo, os dois plugues brancos são as duas portas FireWire, que são conectadas a dois plugues do padrão FireWire que vêm com a placa-mãe. Na parte de cima da foto vemos ainda as duas portas IDE ATA-133 RAID e, na parte inferior direita, o display de diagnósticos (desligado).

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Figura 4: Detalhe da placa-mãe EPoX EP-4PEA+.

Na próxima figura vemos o mesmo detalhe da placa-mãe, de outro ângulo, já com a placa-mãe ligada (repare o display ligado).

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Figura 5: Detalhe da placa-mãe EPoX EP-4PEA+.

Essa placa-mãe vem também com cabos redondos, o que certamente facilita a circulação de ar dentro do gabinete. Os cabos são azuis, combinando com a caixa e com o LED do cooler, como mostramos na Figura 6.

Placa-Mãe EPoX 4PEA+
Figura 6: Cabos redondos da placa-mãe EPoX EP-4PEA+.

Dos recursos padrão da placa-mãe, ela tem um slot AGP 4x, cinco slots PCI e três soquetes de memória. Como está ficando cada vez mais comum, tem rede on-board (o clássico chip Realtek RTL8100) e áudio on-board, usando o codec Realtek ALC650, que é um bom chip, que tem resolução de 20 bits para saída, resolução de 18 bits para entrada e relação sinal/ruído de 90 dB (a relação sinal/ruído mede o quanto de ruído branco - o famoso chiado - o chip injeta no som; quanto maior esse valor, melhor. Para o um dispositivo de áudio ser considerado profissional, ele deve ter uma relação sinal/ruído maior de 96 dB).

Essa placa-mãe tem ainda seis portas USB 2.0, sendo que quatro soldadas diretamente sobre a placa-mãe e as outras duas acessíveis através de cabo adaptador opcional, que não veio no modelo testado. O interessante é que opcionalmente a EPoX vende um módulo BlueTooth (rede sem fio), que é para ser instalado no plugue das duas portas extras.

Antes de irmos aos testes, vamos dar uma recapitulada em todos os recursos que essa placa-mãe possui.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×