Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placas-Mãe Super7

       
 61.522 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Testes realizados com placas-mãe super 7.

Placas-Mãe Super7
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Na hora de comprar um novo micro, muita gente não se preocupa com a marca da placa-mãe. Acontece que o modelo de placa-mãe pode influenciar no desempenho geral do micro! Com tantas marcas de placa-mãe no mercado fica difícil saber qual é a melhor. Para ajudar nossos leitores, fizemos testes de desempenho em nosso laboratório no Instituto de Tecnologia ORT com as marcas de placa-mãe mais comuns em nosso mercado. Confira nas páginas 4 e 5.

O que você deve saber

Nosso microteste de hoje é sobre uma das peças mais importantes do micro: a placa-mãe. Levamos para o nosso laboratório sete marcas diferentes de placas-mães e comparamos o desempenho obtido. Nosso teste foi feito com placas-mães soquete 7, ou seja, placas-mães utilizadas para processadores com a mesma pinagem do Pentium, tais como o Pentium MMX, Cyrix MII, Cyrix 6x86, AMD K5, AMD K6 e AMD K6-2. Três das placas-mães testadas eram "Super 7", isto é, permitiam trabalhar a até 100 MHz, frequência de operação utilizada externamente pelo processador K6-2 (os demais processadores, como o Pentium MMX, trabalham externamente somente a 66 MHz). Também fizemos testes para apurar qual era a melhor placa-mãe Super 7 para o processador AMD K6-2.

Não testamos placas-mães slot 1, que são utilizadas pelos processadores Pentium II e Celeron, pois não há como comparar o desempenho de placas-mães que utilizam processadores com o encaixe diferente (comparar uma placa-mãe com um Pentium MMX e uma com um Pentium II é, no mínimo, desproporcional, já que os processadores instalados são totalmente diferentes e apresentam desempenhos igualmente diferentes). Prometemos realizar em breve testes com esse tipo de placa-mãe.

Muita gente não sabe, mas placa-mãe tem marca. Caso você não saiba a marca de sua placa-mãe, utilize um dos programas Hwinfo, o Sandra ou o Everest para descobrir. Esses programas estão disponíveis para download na Internet em http://www.clubedohardware.com.br/pagina/download.

As placas-mães possuem características particulares muito importantes. Para poder comparar placas-mães e, consequentemente, o seu desempenho, você deverá saber a marca e modelo do chipset (conjunto de circuitos presentes na placa-mãe; as marcas de chipsets mais comuns são Intel, VIA, SiS e ALi), o tamanho do cache de memória L2 e a frequência de operação máxima da placa. Este último ponto é muito importante se você for instalar na placa-mãe um processador que opere acima de 66 MHz. O processador K6-2-300, por exemplo, trabalha externamente a 100 MHz e não deve ser instalado em placas-mães que não trabalhem a 100 MHz. Placas-mãe capazes de trabalhar a 100 MHz são chamadas "Super 7".

A fábrica PCChips tem como hábito renomear alguns chipsets de suas placas-mães. Por exemplo, o chipset SiS 5598 é marcado como sendo "TX Pro II" e o chipset VIA MVP3 como sendo "TX AGP Pro". Na verdade, o chipset TX Pro II é o mesmo circuito SiS 5598, apenas com nomenclatura diferente. O mesmo ocorre com os demais chipsets que utilizam a nomenclatura "Pro".

Nome EstampadoVerdadeiro Chipset
HX ProALi Aladdin III
VX ProVIA Apollo VP-1
VX Pro+VIA Apollo VPX
VX Pro IIUtron UT801x
TX ProALi Aladdin IV+
TX Pro IISiS 5598
TX AGP ProVIA Apollo MVP3

Algumas placas-mães atualmente possuem vídeo "on board", dispensando o uso de uma placa de vídeo adicional. Na maioria das vezes, é o chipset que desempenha o papel de placa de vídeo, como é o caso das placas-mães que utilizam o chipset SiS 5598 ("TX Pro II"). Acontece que esse esquema "rouba" memória RAM para formar a memória de vídeo. Ou seja, se você configurar o micro para ter 1 MB de memória de vídeo, o micro terá 1 MB a menos de RAM. Aproveitamos nossos testes para testar também o vídeo "on board".

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×