Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Placa-Mãe de Referência do SiS 672FX

       
 61.554 Visualizações    Testes  
 3 comentários

Nós testamos o SiS 672FX, um chipset com vídeo integrado para a plataforma soquete 775. Dê uma olhada em nosso teste para ter uma idéia do desempenho das placas-mãe baseadas neste novo chipset.

Teste da Placa-Mãe de Referência do SiS 672FX
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O SiS 672FX é um chipset com vídeo integrado desenvolvido para placas-mães soquete LGA775 de baixo custo. Nós recebemos da SiS uma placa de referência para este chipset. Como o desempenho de placas-mães que possuem o mesmo chipset é normalmente muito parecido, você terá uma ideia do desempenho de placas-mães equipadas com o chipset SiS 672FX lendo este teste.

Uma placa-mãe de referência é uma placa que o próprio fabricante do chipset fabrica para fazer testes internos e também para distribuir aos seus parceiros (ou seja, fabricantes de placas-mães) de modo que eles possam criar seus produtos com base no chipset usado.

É importante ter em mente que nem todos os recursos oferecidos pelo o chipset estão disponíveis em todos os modelos de placas-mães baseadas nele. Fica a critério do fabricante da placa-mãe escolher quais recursos serão implementados em seus modelos. Por exemplo, a placa de referência da SiS tinha dois slots PCI Express x1, dois slots PCI e um slot CNR, mas produtos baseados no SiS 672FX podem vir com menos slots.

SiS 672FX
Figura 1: Placa de referência do SiS 672FX.

O SiS 672FX é um chipset de baixo desempenho com várias limitações. Seu controlador de memória permite apenas o modo de um único canal, o que significa que este chipset acessa a memória com a metade da velocidade que outros chipsets disponíveis para a plataforma soquete LGA775 conseguem acessar. Ele também só suporta memórias DDR2 até DDR2-667, pelo menos oficialmente. Em nossos testes configuramos os nossos módulos de memória a 800 MHz e eles funcionaram bem. Além disso este chipset suporta apenas dois soquetes de memória. Outra limitação é que este chipset não suporta o novo barramento externo de 1.333 MHz, mas por outro lado ele aceita todos os processadores soquete LGA775 com barramento externo de 1.066 MHz.

Como mencionamos, o SiS 672FX tem vídeo integrado (“vídeo on-board”) utilizando o novo motor gráfico Mirage 3+, que é um motor verdadeiramente DirectX 9.0 (Shader 2.0). O motor gráfico trabalha a 300 MHz. Nós perguntamos a SiS duas vezes sobre a quantidade de motores de processamento de pixel e de processamento de sombreamento de vértice que este chipset tem, mas eles ignoram nossos questionamentos. Uma pena. Em outros sites vimos que o SiS 672FX não tem um motor de sombreamento de vértice e esta função é desempenhada pelo processador da máquina, ou seja, o sombreamento de vértice é baseado em software.

Apesar de o SiS 672FX ter vídeo integrado, ele suporta um slot PCI Express x16. Lembre-se que fabricantes de placas-mães, com objetivo de cortarem custos, podem oferecer placas equipadas com o SiS 672FX sem este slot, sendo esta uma limitação desses modelos de placas-mães em particular e não uma limitação do chipset.

O chip ponte sul define outras características que serão encontradas em placas-mães com o chipset SiS 672FX. A placa de referência que recebemos usava uma ponte sul SiS 968.

As principais características do SiS 968 são:

  • Uma porta ATA-133;
  • Duas portas SATA-300, suportando RAID 0, 1 e JBOD;
  • Oito portas USB 2.0;
  • Dois slots PCI Express x1;
  • Rede Gigabit Ethernet; 
  • Áudio de alta definição (oito canais, taxa de amostragem de até 192 kHz, resolução de até 32 bits).

Lembre-se que o fabricante da placa-mãe pode escolher não usar todos os recursos oferecidos pelo chip ponte sul.

Além disto, para a porta de rede, o fabricante precisa adicionar um chip na placa-mãe para fazer a interface com a camada física. Na placa de referência da SiS este chip foi o SiS 196. Para reduzir custos o fabricante da placa-mãe pode usar um chip Fast Ethernet (100 Mbps).

No que diz respeito ao áudio, é muito importante lembrar que as especificações finais dependerão do codec usado, que é um pequeno chip localizado na placa-mãe. Na placa de referência da SiS foi usado um Realtek ALC883, que tem relação sinal/ruído de 95 dB e taxa de amostragem de 192 kHz para suas saídas e 85 dB e taxa de amostragem de 96 kHz para suas entradas, ambos com resolução de 24 bits. Essas especificações são claramente suficientes para a maioria dos usuários, mas fabricantes de placas-mães podem optar por codecs mais baratos de modo a reduzir custos.

Em resumo, os recursos finais da placa-mãe dependem muito dos componentes escolhidos pelo seu fabricante.

Agora vamos dar uma olhada em seu desempenho.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


pelo q vejo, hj dá pra montar maquinas com um desempenho satisfatorio comprando peças mais antigas, montar um Pentium 4 3,0gh HT ou um Pentium D mais topo de linha não esta tão caro assim... e investir em uma placa mãe para estes processadores tb não esta tão caro assim, no final das contas acaba compensando pelas possibilidades de atualização do hardware e do espaço de tempo entre as atualizações...

acho q a sis deveria nos poupar de chips assim... pelo menos agora to vacinado contra eles... hehehehehhehe

e se alguem me der uma placa mãe desta, só vai servir pra botar fogo, se é q isto pega fogo...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

:eek:AHahahahahahahahhah....Por isso que não gostei do teste que vçs fizeram do G33 da Intel comparando com a SIS....Como eu ja disse os cara pararam no tempo....ahahah

Agora isso me faz mencionar uma Pa de ****** do ForumPCs defensores arduos da Intel que visitam Sites como Anand e TheInquerier se baseiam em testes feitos com os C2D em placas que custão mais de $300 dolares e depois montam aqui com esses lixos de mothers e vão defender os Overs dos C2D outra piada.

pelo q vejo, hj dá pra montar maquinas com um desempenho satisfatorio comprando peças mais antigas, montar um Pentium 4 3,0gh HT ou um Pentium D mais topo de linha não esta tão caro assim... e investir em uma placa mãe para estes processadores tb não esta tão caro assim, no final das contas acaba compensando pelas possibilidades de atualização do hardware e do espaço de tempo entre as atualizações.

Não faça essa besteria amigo P4 e PD ja eram Netburst foi um fiasco. pega AM2 + Atlhon X2 muito melhor mais atual e mais barato.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×