Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Placa-Mãe de Referência do SiS 771

       
 67.756 Visualizações    Testes  
 1 comentário

Nós testamos o SiS 771, um chipset para soquete AM2 com vídeo on-board que será lançado no mercado em breve. Leia nosso teste para ter uma idéia do desempenho de placas-mãe equipadas com este novo chipset.

Teste da Placa-Mãe de Referência do SiS 771
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O SiS 771 é um chipset com vídeo on-board para a plataforma AMD que será lançado no final deste ano. Nós recebemos da SiS uma placa de referência para este chipset. Como o desempenho de placas-mães que possuem o mesmo chipset é normalmente muito parecido, você pode ter uma idéia do desempenho de placas-mães equipadas com o futuro chipset SiS 771.

Uma placa-mãe de referência é uma placa que o próprio fabricante do chipset fabrica para fazer testes internos e também para distribuir aos seus parceiros (ou seja, fabricantes de placas-mães) de modo que eles possam criar seus produtos com base no chipset usado.

Teste da Placa-Mãe de Referência do SiS 771
Figura 1: Placa-mãe de referência do SiS 771.

Como mencionamos, o SiS 771 tem vídeo integrado (“vídeo on-board”) utilizando o novo motor gráfico Mirage 3, que é um motor DirectX 9.0 (Shader 2.0). Comparado com outros fabricantes de chipset, a SiS está um pouco defasada. Só agora eles estão lançando um motor gráfico DirectX 9.0 (Shader 2.0), enquanto que outros fabricantes já têm motores DirectX 9.0 há algum tempo, como é o caso da NVIDIA, por exemplo. Para você ter uma idéia, a NVIDIA já tem motores gráficos DirectX 9.0c (Shader 3.0). Lembre-se que o DirectX 10 já está a ponto de ser lançado e a NVIDIA já prometeu lançar produtos com este novo modelo de programação no próximo mês.

Por outro lado, os chipsets da SiS são tradicionalmente um dos mais baratos do mercado, o que significa que em um futuro próximo os computadores soquete AM2 mais baratos do mercado serão equipados certamente com o chipset SiS 771 e daí a importância deste teste.

Claro que quem quer um computador para jogos não vai comprar um com vídeo on-board. Por isso, para que colocar um acelerador 3D na placa-mãe? Usuários iniciantes podem querer comprar o computador mais barato disponível e ao mesmo tempo tentar rodar jogos mais simples. Claro que se o objetivo for rodar jogos pesados, vídeo on-board e computadores baratos definitivamente não são a escolha certa.

Pensando no aumento pelo interesse na qualidade de reprodução de vídeo, a SiS adicionou alguns melhoramentos 2D no SiS 771, que faz o maior sentido para a maioria dos usuários comuns, que querem assistir vídeos e podem até mesmo considerar a opção de usar uma placa-mãe equipada com o SiS 771 como um PC de entretenimento. Esses melhoramentos incluem um acelerador para a camada de divisão (slice layer), um escalonador de vídeo (video scaler), um motor de desentrelaçamento (deinterlacer) e um motor de compensação de movimentos (motion compesation). Isto significa que o chipset é usado para estas funções quando você reproduz um arquivo MPEG2 ou um DVD, em vez de usar o processador, aumentando o desempenho do micro e a qualidade da imagem.

O SiS 771 também suporta um link de vídeo de alta definição para suportar saídas DVI. No entanto, fabricantes de placas-mães que quiserem implementar saídas DVI terão de adicionar um chip SiS 307 na placa-mãe.

Apesar de o SiS 771 ter vídeo integrado, ele suporta um slot PCI Express x16. Lembre-se que fabricantes de placas-mães, com objetivo de cortarem custos, podem oferecer placas equipadas com o SiS 771 sem este slot, sendo esta uma limitação desses modelos de placas-mães em particular e não uma limitação do chipset.

Como os processadores AMD64 possuem o controlador de memória embutido no próprio processador, o chip ponte norte não desempenha qualquer papel no desempenho do acesso à memória e nem na capacidade, limitação dos tipos e tamanhos de memória que o micro pode usar. O fabricante da placa-mãe pode, no entanto, colocar menos soquetes de memória do que o normal (ou seja, menos do que quatro soquetes) para economizar.

O chip ponte sul define outras características que serão encontradas em placas-mães com o chipset SiS 771. A placa de referência que recebemos usava uma ponte sul SiS 966, mas os fabricantes de placas-mães podem usar um chip ponte sul diferente, como os futuros SiS 968.

As principais características do SiS 966 são:

  • Duas portas ATA-133;
  • Quatro portas SATA-150, suportando RAID 0, 1, 0+1 e JBOD;
  • Oito portas USB 2.0;
  • Dois slots PCI Express x1;
  • Rede Gigabit Ethernet;
  • Áudio de alta definição (oito canais, taxa de amostragem de até 192 kHz, resolução de até 32 bits).

Lembre-se que o fabricante da placa-mãe pode escolher não usar todos os recursos oferecidos pelo chip ponte sul.

Além disto, para a porta de rede, o fabricante precisa adicionar um chip na placa-mãe para fazer a interface com a camada física. Na placa de referência da SiS este chip foi o SiS 196. Para reduzir custos o fabricante da placa-mãe pode usar um chip Fast Ethernet (100 Mbps).

No que diz respeito ao áudio, é muito importante lembrar que as especificações finais dependerão do codec usado, que é um pequeno chip localizado na placa-mãe. Na placa de referência da SiS foi usado um Realtek ALC883, que tem relação sinal/ruído de 95 dB para sua saída e 85 dB para sua entrada, com resolução de 24 bits. Essas especificações são claramente suficientes para a maioria dos usuários, mas fabricantes de placas-mães podem optar por codecs mais baratos de modo a reduzir custos.

Em resumo, os recursos finais da placa-mãe dependem muito dos componentes escolhidos pelo seu fabricante.

A ponte sul SiS 968 manterá as mesmas especificações básicas da SiS 966, mas com duas portas SATA-300 e apenas uma porta ATA-133.

Vamos dar uma olhada agora no desempenho da placa de referência do SiS 771. Em todos os testes configuramos a memória de vídeo do SiS 771 com 128 MB, ou seja, o chipset pode “roubar” até 128 MB da memória RAM do micro para ser usada como memória de vídeo. Se você usar um valor menor o desempenho será menor do que os valores apresentados.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


excelente teste, vemos que é bem provavel termos exelentes micros para o básico que a maioria dos usuários necessita, a preços acessiveis. Não é todo mundo que pode gastar com o TOP de linha, mas é importante que o usuário mais modesto, possa dispor de um produto de qualidade.

Acho que este teste junto com Teste dos Processadores Sempron 3000+ e Celeron D 331, dão uma real dimensão de como esta o mercado LOW-END, o que ele tem a oferecer em termos de melhor custo-beneficio.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×