Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Placa-Mãe ECS A790GXM-A Black Series

       
 157.896 Visualizações    Testes  
 58 comentários

A ECS A790GXM-A é uma placa-mãe soquete AM2+ com vídeo on-board baseada no chipset AMD 790GX e que tem memória de vídeo dedicada, dois slots PCI Express 2.0 x16, saída HDMI e muito mais. Confira.

Teste da Placa-Mãe ECS A790GXM-A Black Series
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A ECS A790GXM-A Black Series é uma placa-mãe soquete AM2+ baseada no mais novo chipset da AMD, o 790GX. Conhecido anteriormente como RS780D, este chipset oferece vídeo on-board usando um novo motor gráfico (Radeon HD 3300) com 128 MB de memória GDDR2 on-board dedicada (recurso chamado “Side Port” pela AMD) e também oferece dois slots PCI Express 2.0 x16 (trabalhando a 8x se ambos forem usados ao mesmo tempo). Neste teste compararemos o desempenho do AMD 790GX com o AMD780G e com o GeForce 8200, e também analisaremos o desempenho do Hybrid CrossFire. Confira.

O novo AMD 790GX é basicamente um AMD 780G com um clock mais alto e com um novo chip ponte sul, além da memória de vídeo GDDR2 dedicada de 128 MB, em vez de roubar a memória do micro – se o motor gráfico necessitar de mais do que 128 MB ele “roubará” a quantidade necessária da memória RAM principal. O motor do AMD 790GX é chamado Radeon HD 3300, enquanto que o motor usado no AMD 780G é chamado Radeon HD 3200.

Enquanto o AMD 780G usa o chip ponte sul SB700, o AMD 790GX usa o novo chip SB750, que traz basicamente dois novos recursos: suporte ao RAID5 e um novo recurso para overclock chamado “Advanced Clock Calibration”, “Calibração de Clock Avançada” ou simplesmente ACC. Como este recurso funciona exatamente ainda é um mistério, já que a AMD não explica o seu funcionamento em detalhes. Tudo o que sabemos é que o SB750 fornece informações aos processadores Phenom através de alguns dos seus pinos não usados. Este recurso está disponível apenas nos processadores Phenom. Você pode ler mais sobre este recurso clicando aqui.

Na tabela abaixo nós comparamos o AMD 790GX com o seu predecessor, o AMD 780G, e também como o GeForce 8200.

Outros atuais chipsets com vídeo on-board da AMD incluem o AMD 690V, AMD 690G, AMD 740G, AMD 780V e o AMD 780G. O AMD 690V, AMD 690G e o AMD 740G são baseados em um motor gráfico DirectX 9, enquanto que o AMD 780V, o AMD 780G e o novo AMD 790GX são baseados em um motor gráfico DirectX 10. O AMD 780V é baseado no motor Radeon HD 3100, que trabalha a 400 MHz – o clock é a principal diferença entre os motores HD 3100, HD 3200 e HD 3300. O AMD 780V também não suporta a configuração Hybrid CrossFire (falaremos mais sobre este recurso depois).

Chipset

GeForce 8200

AMD 780G

AMD 790GX

Clock do chip gráfico

500 MHz

500 MHz

700 MHz

Processadores gráficos

16

40

40

Clock dos processadores gráficos

1.200 MHz

500 MHz

700 MHz

ROPs

4

4

4

DirectX

10

10

10

PCI Express

2.0

2.0

2.0

Portas USB 2.0

12

12

12

Portas SATA-300

6

6

6

RAID

0, 1, 0+1, 5

0, 1, 10

0, 1, 5, 10

Portas ATA-133

1 (2 dispositivos)

1 (2 dispositivos)

1 (2 dispositivos)

Hybrid SLI/CrossFire

GeForce Boost

Hybrid Graphics

Hybrid Graphics

ROPs siginifica “Raster Operation Units” ou “Unidades de Operação de Rastreamento” e também são conhecidas como “Unidades de Renderização Final”. Elas fazem parte do estágio final da renderização de uma imagem 3D.

Ambos os chipsets suportam as tecnologias Hybrid SLI e Hybrid CrossFire. Essas tecnologias permitem que o vídeo on-board funcione em paralelo com uma placa de vídeo avulsa nos modos SLI ou CrossFire, aumentando o desempenho em jogos (normalmente quando você instala uma placa de vídeo “de verdade” o vídeo on-board é desativado). A placa de vídeo precisa suportar esta tecnologia, mas são poucas no mercado que suportam. Leia nosso tutorial SLI vs. CrossFire para aprender mais sobre o assunto.

Nesse teste analisaremos o recurso Hybrid CrossFire instalando uma Radeon HD 3450 na placa-mãe testada, primeiro com o vídeo on-board desabilitado e em seguida com ele habilitado e configurado a trabalhar no modo CrossFire.

Em nosso teste compararemos a ECS A790GXM-A (AMD 790GX) com a Sapphire PI-AM2RS780G (AMD 780G) e com a ECS GF8200A Black Series (GeForce 8200).

Antes de irmos para os nossos testes vamos dar uma olhada na ECS A790GXM-A.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Opa! Belo review :D!

Eu particularmente gosto muito dessa "serie 7" dos chipsets da AMD. Pra quem quer montar um PC básico o HD3200 e o HD3300 são mais que suficientes, já que roda até uns joguinhos e de quebra economiza com placa de vídeo!

AMD ta de parabéns :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Legal o teste, muito boa conclusão. :)

Só queria que o HCF suportasse VGAs mais fortes e permitisse que a VGA off-board se desligasse quando em modo 2D.

Mas é uma boa placa, vai chegar aqui num preço razoável.. uns R$ 400 a 500..

Acho que venderá bem. :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se sair um driver que faz hybrid cross fire colocando o 790GX somente pra física, aí sim fica massa, a placa vale.

Mas uma coisa que achei ruim no review: não há referência ao UVD.

Acho ainda que o CdH poderia dedicar um pouco mais de tempo e realmente overclockar os processadores e os GPUs, para termos certezas e não apenas espectativas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Excelente placa como todas da série Black da ECS.

Gostei do desempenho do Hybrid Crossfire e também da HD 3300 sozinha. Sem dúvidas o melhor IGP do mercado atual.

Vale a pena pegar uma e esperar os Deneb ano que vem. :wub:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Legal o teste, muito boa conclusão. :)

...

Mas é uma boa placa, vai chegar aqui num preço razoável.. uns R$ 400 a 500..

Acho que venderá bem. :)

Sei não... nessa faixa o usuário pode optar por mobos off board com maiores capacidades de overclock.

O pessoal anda reclamanda dessa série black pra over... pelo preço (e chipset) deveria ser melhor.

Se custar R$ 300,00 aí sim será muito bom!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Se sair um driver que faz hybrid cross fire colocando o 790GX somente pra física, aí sim fica massa, a placa vale.

Mas uma coisa que achei ruim no review: não há referência ao UVD.

Acho ainda que o CdH poderia dedicar um pouco mais de tempo e realmente overclockar os processadores e os GPUs, para termos certezas e não apenas espectativas.

Isso ainda demora um pouco, se vier, mas de fato é algo muito interessante ! :)

Sei não... nessa faixa o usuário pode optar por mobos off board com maiores capacidades de overclock.

O pessoal anda reclamanda dessa série black pra over... pelo preço (e chipset) deveria ser melhor.

Se custar R$ 300,00 aí sim será muito bom!

Overclock, em Phenom ?

Seinão, acho que é esperar muito..

Mas concordo que existem outras boas opções, que estão pra chegar, só espero que o preço não fique alto, pois muita gente vai ver esse chipset como "concorrente" do P45, já que ele faz CF "8+8".

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Tópico para a discussão do seguinte artigo publicado no Clube do Hardware:

Teste da Placa-mãe ECS A790GXM-A Black Series

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1558

Aqui está um pequeno trecho do artigo:

"A ECS A790GXM-A Black Series é uma placa-mãe soquete AM2+ baseada no mais novo chipset da AMD, o 790GX. Conhecido anteriormente como RS780D, este chipset oferece vídeo on-board usando um novo motor gráfico (Radeon HD 3300) com 128 MB de memória GDDR2..."

Comentários são bem-vindos.

Atenciosamente,

Equipe Clube do Hardware

http://www.clubedohardware.com.br

Bom, para começar gosto muito dos artigos deste site, por isto decidi sugerir que o teste de overclock fosse feito com um processador que aguente um overclock tipo um Phenom 9850BE e mostrar o efeito de seu overclock sobre os jogos seria interessante.(Sobre processamento acho que nos sabemos o quanto melhora).

Minha duvida é se essa placa de video onboard pode ser usada para PhysX ou o Havoc, assim você colocaria uma placa de video real (Ou até duas em crossfire) e usaria o processador grafico(GPU) onboard para dar um gas extra para sua CPU?

Atenciosamente

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Bom, para começar gosto muito dos artigos deste site, por isto decidi sugerir que o teste de overclock fosse feito com um processador que aguente um overclock tipo um Phenom 9850BE e mostrar o efeito de seu overclock sobre os jogos seria interessante.(Sobre processamento acho que nos sabemos o quanto melhora).

Minha duvida é se essa placa de video onboard pode ser usada para PhysX ou o Havoc, assim você colocaria uma placa de video real (Ou até duas em crossfire) e usaria o processador grafico(GPU) onboard para dar um gas extra para sua CPU?

Atenciosamente

O Phenom não aguenta muito overclock, não como um Athlon X2, além de que, esse teste pode queimar a placa-mãe.

O ganho com overclock terá o mesmo efeito do que se for usado um processador com o mesmo clock atingido.

Se o 4600+ for acelerado a 2.7 GHz seu desempenho será o mesmo do que um 5700+, talvez um levemente mais rápido, mas isso seria tema pra um outro artigo, algo como "overclock vale a pena ?" ou "qual o ganho que existe com overclock".

Havoc talvez, é algo bem interessante pra se analisar, o PhysX por hora não é suportado pelas placas da ATI.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Rapaz, esse 790GX é realmente bom. Jamais esperaria ver uma OnBoard junto de uma placa de vídeo em termos de desempenho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
o clock base do processador pode ser ajustado apenas em intervalos de 5 MHz (e não em intervalos de 1 MHz como o normal) e você não pode ajustar os clocks do barramento PCI Express ou do HyperTransport, que é imperativo para um melhor overclock.

Ué, sempre ouvi falar que é melhor não fazer overclock do barramento PCI-E porque o risco de instabilidade é considerável. :confused:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ué, sempre ouvi falar que é melhor não fazer overclock do barramento PCI-E porque o risco de instabilidade é considerável. :confused:

Não entendi o ponto, poderia explicar melhor ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não entendi o ponto, poderia explicar melhor ?

Em um review da Gigabyte EP45-DS4P no FórumPCs, há um parágrafo que diz:

No topo vemos o Robust Graphic Booster, que ordena um overclock na placa de vídeo, mas como já vimos anteriormente, além de seu benefício questionável, este pode causar instabilidade. É, talvez, o único ajuste praticamente inútil, se fosse removido ninguém sentiria sua falta...
Suponho que ele esteja falando do barramento PCI-E.

Outro exemplo:

Num tutorial sobre Overclock no Guia do Hardware Press, no parágrafo do PCI-E Clock:

Assim como no caso do HyperTransport, o barramento PCI Express é bastante sensível a aumentos na freqüência. Como em um PC atual, quase todos os periféricos são ligados a ele; você pode ter os mais diversos problemas ao aumentar a freqüência em mais do que 10 ou 15%, desde os HDs ou outros periféricos deixarem de ser detectados, até o PC simplesmente deixar de dar boot, lhe obrigando a limpar o CMOS para restaurar as configurações default do Setup. (...) Aumentar a freqüência do PCI Express aumenta apenas a velocidade da comunicação entre os componentes, e não no clock dos componentes em si, o que acaba tendo um efeito muito pequeno sobre o desempenho. Assim como no caso do HyperTransport, o melhor é simplesmente mantê-lo operando na freqüência default.

Lendo isso, dá a entender que o overclock do barramento PCI-E é um pouco inútil, pois traz muitos riscos e pouco ganho na performance.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em um review da Gigabyte EP45-DS4P no FórumPCs, há um parágrafo que diz: Suponho que ele esteja falando do barramento PCI-E.

Outro exemplo:

Num tutorial sobre Overclock no Guia do Hardware Press, no parágrafo do PCI-E Clock:

Lendo isso, dá a entender que o overclock do barramento PCI-E é um pouco inútil, pois traz muitos riscos e pouco ganho na performance.

Hum, aparentemente esse trecho do review do Ziebert é uma função que permite overclock na VGA através da MB.

O tutorial do GdH fala algo importante.

Acho que agora entendi o seu ponto. :)

O que você citou foi dado como ponto negativo pelo Gabriel, pois se não pode-se ajustar os clocks do PCI-E e do HTT (travar ou diminuir respectivamente, como acontece em outras placas), e isso prejudicar o overclock, pois se o clock do PCI-E subir acontece isso que a citação que você trouxe do GdH diz.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Achei uma placa legal, mas pra quem vai usar uma Vga externa até HD 3870 pra funcionar com o hibrid crossfire, pena que o crossfire nos slots funcionem em 8x, acredito não valer a pena colocar duas placas externas com 8x...mas um ótimo custo benefício nessa placa, quanto ao tão falado overclock, acho que não compensa, é uma coisa óbvia, se fosse bom, os processadores já viriam com esse clock aumentado de fábrica, já tentei fazer e a instabilidade do sistema me desestimulou...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Achei uma placa legal, mas pra quem vai usar uma Vga externa até HD 3870 pra funcionar com o hibrid crossfire, pena que o crossfire nos slots funcionem em 8x, acredito não valer a pena colocar duas placas externas com 8x...mas um ótimo custo benefício nessa placa, quanto ao tão falado overclock, acho que não compensa, é uma coisa óbvia, se fosse bom, os processadores já viriam com esse clock aumentado de fábrica, já tentei fazer e a instabilidade do sistema me desestimulou...

Mas o HCF não rola com uma 3870 :(

Só com VGAs fracas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mas o HCF não rola com uma 3870 :(

Só com VGAs fracas.

Esse é um problema que afeta o custo/benefício dessa placa-mãe. Um dos seus melhores recursos - que seria utilizar uma placa de vídeo off board em combinação com a on board - não está presente em VGAs melhores, somente nas low end... Se tivesse como fazer CF em 16/16X, ai sim seria uma ótima escolha.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Esse é um problema que afeta o custo/benefício dessa placa-mãe. Um dos seus melhores recursos - que seria utilizar uma placa de vídeo off board em combinação com a on board - não está presente em VGAs melhores, somente nas low end... Se tivesse como fazer CF em 16/16X, ai sim seria uma ótima escolha.

Concordo, eu adoraria usar o HCF só pelo fato de desativar a offboard.

Mas CF 16+16 é coisa pra irmã maior, com 790FX.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mas o HCF não rola com uma 3870 :(

Só com VGAs fracas.

A então não compensa muito...pois jogos legais não rodam bem com placas fracas, apesar de eu estar jogando bem todos com as minhas, mas os novos como stalker 2 e Crysis 2 são outro assunto. Essa placa é mais pra uso multimídia e edição gráfica amadora.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A então não compensa muito...pois jogos legais não rodam bem com placas fracas, apesar de eu estar jogando bem todos com as minhas, mas os novos como stalker 2 e Crysis 2 são outro assunto. Essa placa é mais pra uso multimídia e edição gráfica amadora.

Sim, concordo :)

Vejo 4 aplicações pra esse vídeo integrado:

1- sua VGA externa bater as botas, você tem uma de reserva "na mão".

2- Se o PhysiX for habilitado..

3- Pro folding@home ou algum outro programa que saiba utilizar um co-processador. (o pessoal de quimioinformática vai adorar isso)

4- Pra vídeos HD.

Ainda sim não são aplicações importantíssimas pra todos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Hum, aparentemente esse trecho do review do Ziebert é uma função que permite overclock na VGA através da MB.

O tutorial do GdH fala algo importante.

Acho que agora entendi o seu ponto. :)

O que você citou foi dado como ponto negativo pelo Gabriel, pois se não pode-se ajustar os clocks do PCI-E e do HTT (travar ou diminuir respectivamente, como acontece em outras placas), e isso prejudicar o overclock, pois se o clock do PCI-E subir acontece isso que a citação que você trouxe do GdH diz.

Ah, sim. Entendi :)

E esse HTT seria o clock base de 200MHz?

E não dá para diminuir o multiplicador do HyperTransport? (não encontrei na foto da BIOS e nem fala nada no artigo sobre isso)

Aqui na minha MB Asus A8N-E com um A64 939 3200+, existe uma opção na BIOS para diminuir o multiplicador do HyperTransport.

Assim eu posso fazer um overclock aumentando o clock base e diminuindo o multiplicador do HyperTransport para que não passe dos 1000MHz.

E por curiosidade, os processadores AM2+ ainda tem o problema do divisor da memória?

Obrigado pelos esclarecimentos ^_^

Editado por L337 Krew

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ah, sim. Entendi :)

E esse HTT seria o clock base de 200MHz?

E não dá para diminuir o multiplicador do HyperTransport? (não encontrei na foto da BIOS e nem fala nada no artigo sobre isso)

Aqui na minha MB Asus A8N-E com um A64 939 3,2GHz, existe uma opção na BIOS para diminuir o multiplicador do HyperTransport.

Assim eu posso fazer um overclock aumentando o clock base e diminuindo o multiplicador do HyperTransport para que não passe dos 1000MHz.

E por curiosidade, os processadores AM2+ ainda tem o problema do divisor da memória?

Obrigado pelos esclarecimentos ^_^

Sim, o HTT é o "clock base".

Exato, eu perguntei pro Gabriel e ele disse que o multiplicador é travado.

Isso mesmo, na nossa A8N-E, e em muitas outras placas, funciona assim, elevar o FSB pode gerar instabilidade.

Sobre o problema no divispr de memória eu não sei, tenho umm 3200 igual ao seu, mas essa era uma das características dos K10, segundo o tutorial do CDH.

Estamos aqui pra isso, eu que agradeço seu questionamento :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eae ^^

é impressão minha ou essa placa não permite ajustar o multiplicador do processador mesmo!? eu ja tava ficando empolgado com a possibilidade de finalmente colocar meu 9850 BE pra fritar! não to em condições de comprar uma Asus M3A ou uma M3N da vida! :(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não entendi... a placa é mid-end e foi usado um processador low-end (Athlon X2 4600+), supondo que "o usuário que compra placa com vídeo onboard não irá espetar um top de linha"? Sei não... se alguém for comprar esta placa-mãe, com certeza irá usar um mid-end (Phenom). Convenhamos e admitamos, galera, que a AMD não tem nenhum processador top de linha (ao menos por enquanto; a volta da linha FX pode ser um indício de que as coisas vão mudar).

Fora isso, excelente teste. Esta, talvez, seja a minha próxima aquisição.

E outra, fazer overclock com esses Phenoms 65nm é queimar dinheiro. Só um overzinho básico e olhe lá.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não entendi... a placa é mid-end e foi usado um processador low-end (Athlon X2 4600+), supondo que "o usuário que compra placa com vídeo onboard não irá espetar um top de linha"? Sei não... se alguém for comprar esta placa-mãe, com certeza irá usar um mid-end (Phenom). Convenhamos e admitamos, galera, que a AMD não tem nenhum processador top de linha (ao menos por enquanto; a volta da linha FX pode ser um indício de que as coisas vão mudar).

Fora isso, excelente teste. Esta, talvez, seja a minha próxima aquisição.

E outra, fazer overclock com esses Phenoms 65nm é queimar dinheiro. Só um overzinho básico e olhe lá.

Dentro da linha dela ela tem os Phenom Black Edition.

Podem ser medianos se comparados aos Intel, mas custam bem mais que om 4600 como o usado no teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×