Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste da Placa-Mãe ECS KN3 SLI2 Extreme

       
 89.021 Visualizações    Testes  
 10 comentários

Nosso teste da ECS KN3 SLI2 Extreme, uma placa-mãe topo de linha e de baixo custo desenvolvida para os processadores AMD soquete AM2 e equipada com o chipset nForce 590 SLI.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A ECS KN3 SLI2 Extreme é a placa-mãe soquete AM2 mais topo de linha da ECS equipada com o chipset NVIDIA nForce 590 SLI e desenvolvida para os processadores Athlon 64 com suporte às memórias DDR2. Fazendo parte da série Extreme da ECS, esta placa-mãe vem com muitos recursos além de ser mais barata do que placas-mães com chipset nForce 590 SLI dos principais concorrentes como ASUS, Gigabyte e MSI. Vamos dar uma olhada nesta placa-mãe.


Figura 1: Placa-mãe ECS KN3 SLI2 Extreme.

A principal diferença entre a ECS KN3 SLI Extreme e os modelos concorrentes da ASUS (M2N32 SLI De Luxe), Gigabyte (GA-M59SLI-S5) e MSI (K9N Diamond) é a ausência de uma solução de refrigeração com dissipadores de calor passivo usando heat-pipe. Talvez seja por isso que a ECS conseguiu fazer uma placa-mãe barata, mesmo mantendo uma tonelada de recursos extras.

Esta placa-mãe faz parte da série Extreme da ECS, onde todas as placas-mães parecem um carro alegórico, com cada parte plástica usando uma cor diferente. Como já dissemos em outros testes, isto pode agradar os olhos dos clientes chineses e taiuaneses, mas para o mercado ocidental nós achamos que um esquema de cores menos espalhafatoso deveria ser usado. Por exemplo, uma placa de circuito impresso preta com todas as partes plásticas usando a mesma cor (vermelha, por exemplo) causaria uma impressão muito melhor, em nossa opinião. Como a ECS vem trabalhando duro para se tornar um fabricante decente de placas-mães topo de linha, eles deveriam trabalhar um pouco mais na estética de seus produtos para estabelecer uma melhor percepção da sua marca. Pelo lado positivo, nós devemos ressaltar que a ECS fez algo melhor nesta placa, substituindo a tradicional camada de verniz lilás metálico que eles usavam em suas placas de circuito impresso por um verniz marrom escuro, removendo o aspecto amador da placa de circuito impresso usado nesta placa-mãe.

O problema não é apenas usar partes plásticas com várias cores diferentes – neste modelo nós contamos sete cores diferentes (verde-limão, amarelo, branco, azul, laranja, vermelho e lilás). O principal problema é que a tonalidade das cores não é a mesma! Por exemplo, o suporte do cooler do processador, os dois soquetes de memória, um slot PCI Express x16 e cinco portas SATA são supostamente laranjas, mas cada peça usa uma tonalidade diferente de laranja! Com este amadorismo fica difícil ver a ECS como um fabricante sério e de ponta, mesmo que seus produtos sejam realmente bons. No final, a aparência do produto conta muito.

Assim como outros membros da série Extreme, a KN3 SLI2 vem com o “Dr. LED”, uma série de LEDs azuis localizados próximos a cada slot PCI e ao slot PCI Express x1 que indica que o slot está funcionando bem quando o LED está piscando. Os LEDs piscam aleatoriamente e sua placa-mãe parece uma boate quando você liga o micro.


Figura 2: Dr. LED em ação.

Esta placa-mãe tem dois slots PCI Express x16 suportando SLI e que trabalham realmente a 16x quando o modo SLI está habilitado, dois slots PCI Express x1 e dois slots PCI normais. Um deles é amarelo e chamado “PCI Extreme” pela ECS. Este slot especial usa um capacitor eletrolítico de alumínio sólido que oferece melhor qualidade em relação ao capacitor eletrolítico normal. Este é o motivo pelo qual este slot é recomendado para instalação de placas de som avulsas. Mas não seria melhor se todos os capacitores desta placa-mãe fossem sólidos em vez de apenas um?


Figura 3: Slot “PCI Extreme” e seu capacitor eletrolítico de alumínio sólido (localizado entre os dois slots PCI).

Por falar em capacitores, apesar de a ECS ter usado alguns capacitores japoneses da Chemi-Con no circuito regulador de tensão, todos os capacitores eletrolíticos encontrados nesta placa-mãe são de fabricantes taiuaneses como os da G-Luxon e OST. Além disso, os três grandes capacitores no regulador de tensão são da OST. Isto pode ser visto na Figura 4: os capacitores pretos são da Chemi-Con e os azuis são da OST. Mais uma vez: porque não usar todos os capacitores da Chemi-Con ou mesmo todos sólidos como a Gigabyte está fazendo em alguns de seus modelos topo de linha? Claro que aqui é onde a ECS corta custos para oferecer um produto mais barato.

Assim como outros membros da série Extreme, a KN3 SLI2 tem uma coifa com uma ventoinha posicionada acima do regulador de tensão, puxando o ar quente de dentro para fora do micro. Apesar de não gostarmos da cor do duto (verde-limão sensível à luz negra), achamos esta ideia excelente, não apenas porque o regulador de tensão gera muito calor, mas também porque a coifa fica em frente ao processador, que obviamente é o componente que produz mais calor dentro do micro. Mas achamos que a ECS poderia ter colocado um dissipador de calor passivo nos transistores MOSFET deste estágio mas, como já dissemos, são nessas pequenas coisas que a ECS elimina custos e oferece um produto mais barato.


Figura 4: Coifa localizada acima do circuito regulador de tensão.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


A bateria de testes das placas AM2 está muito bom e também gostaria de sugerir o teste se possível também das Abit, DFI para complementar a bateria com AM2 + nVidia 590SLI.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

já conhecia ela já há algum tempo

De novo as Placas AMD sempre tem o mesmo desempenho

e sempre recomendo as + baratas mas sempre alguns contnuam a querer as mais caras :naonao:

Agora eu acho que talvez acreditem um pouco + em marcas alternativas

Outra coisa, se a pessoa quer desempenho em Som o melhor é coprar uma SOM OFF

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"O principal problema é que a tonalidade das cores não é a mesma! Por exemplo, o suporte do cooler do processador, os dois soquetes de memória, um slot PCI Express x16 e cinco portas SATA são supostamente laranjas, mas cada peça usa uma tonalidade diferente de laranja! Com este amadorismo fica difícil ver a ECS como um fabricante sério e de ponta, mesmo que seus produtos sejam realmente bons. No final, a aparência do produto conta muito"

Na minha opnião não é muito válida essas críticas ao visual da placa. O mais importante é o desempenho. E por outro lado outras pessoas podem muito bem preferir assim.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom o desempenho dessa placa, mas mesmo assim prefiro as mais caras, pois onde eu moro (quase em frente a praia), as placas da ECS não chegam a durar um ano, mesmo dando manutenção preventiva todos os meses, já a ASUS e a MSI estão funcionande perfeitamente a mais de três anos.

Gostaria também de fazer uma sugestão, se possivel fazer testes com mais placas de baixo custo, encontradas mais facilmente no mercado, pois aqui em Salvador é muito raro encontrar placas topo de linha, o que nos faz migrar para as de baixo custo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que vocês devem ter Provas cientificas disso

antes de ficar acusando

PCCHIPS é uma ECS e existe milhoes dessa placas funcionando já há mais de 3 anos

o q + tem nas empresas de cursos sao Pcchips

se a ECS é uma pcchips de luxo não compreendo isso

Deve ter um dado real disso, e não se basear em suas estatiscas próprias que não prova nada

já vi muitas asus darem problema

Eu tenho 3, e uma delas é bem enjoada

mas as outra sao normais

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O que acontece é que os componentes que a ECS, PCChips, e também as da Netgate, oxidam muito mais rápido do que as outras, e na maioria das vezes, os reguladores de tensão são os primeiros a dar problema, eu falo isso, pois já tive 4 placas da PCchips, 5 da ECS e 3 da Netgate, e todas apresentaram o mesmo problema.

Já vi muitas placas da ECS e PCChips funcionando a mais de 3 anos também, mas proximo a praia, onde moro, que a umidade do ar é muito grande, elas não passam de 1 ano de jeito nenhum.

O tempo de vida de um componente de informática em lugares proximo ao mar é muito menor de lugares onde é mais afastado, um prova disso não é somente nessa área, como exemplo são os carros, que em pouco mais de 2 anos, já apresentam ferrugem na carroceria.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa placas sao feitas em TAIWAN onde é rodeado de praias

e outras duzias de ´Países

Moro atualmente em CascaveL +- 800 Metros a cima do nivel do mar

e isso não acontece aqui, a umidade é grande aqui no 2º planalto do Parana

Tenho moradia em Foz do Iguaçu tambem, perto do Lago da Itaipu Binacional e das Cataratas do Iguaçu

e não acontecia isso tambem

~Mas sei que as Placas oxidam, todas, mas isso não é so culpa da marca ou da fabricante

tem haver com meio ambiente

Cuidados etc, mas no seu caso isso aconteceu mas de muitos outros não

Sem contar q existe centenas de fabricantes espalhadas pelo mundo

a ECS de TAIWAN não será a mesma MB fabricada em SINGAPURA

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Dois problemas para uma placa-mãe considerada topo de linha: a primeira, apontada no artigo, é a ausência de um conector físico spdif (só tem os pinos da placa mãe). Assim, só no inferno pra achar este maldito espelho. Já vi placa mãe de menor valor com este conector soldado nela. O segundo problema é a bios soldada na placa mãe, ao invés de ser encaixada num soquete, como é usual. Afinal de contas, você não sabe se um dia sua mãe, tia ou esposa poderá limpar sua gaveta e acabar jogando no lixo, heheheh

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, qual o preço sugerido aqui no mercado brasileiro? Obrigado. Sou um usuário simples, que utilizo editores gráficos como Photoshop, vejo filmes e de vez em quando um jogo... Pensei em comprar o modelo da ECS o C51GM-M. E aí?

obrigado.

Dois problemas para uma placa-mãe considerada topo de linha: a primeira, apontada no artigo, é a ausência de um conector físico spdif (só tem os pinos da placa mãe). Assim, só no inferno pra achar este maldito espelho. Já vi placa mãe de menor valor com este conector soldado nela. O segundo problema é a bios soldada na placa mãe, ao invés de ser encaixada num soquete, como é usual. Afinal de contas, você não sabe se um dia sua mãe, tia ou esposa poderá limpar sua gaveta e acabar jogando no lixo, heheheh

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Comprei essa MB, depois de tantas opiniões. Estou completamente satisfeito. O Processador fica com 5°C a menos do que com a Asus, os testes deram o mesmo desempenho, e essas luzes Dr. Led ficaram um Show, pelo menos no meu Case. É o que eu queria uma boate no PC. O único contra são os materiais utilizados, que são inferiores as da Asus, mas a MB é bem mais em conta, e é só cuidar a umidade da cozinha, hehe... A Asus é um forno...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora