Entre para seguir isso  

USB - Estrutura Elétrica

       
 98.855 Visualizações    Artigos  
 0 comentários

Saiba tudo sobre a estrutura elétrica do barramento USB.


Introdução

Este artigo complementa o estudo sobre o USB, quando foram abordadas as estruturas de software associadas aos processos de instalação e operação de dispositivos via USB. Desta vez, serão detalhadas as estruturas elétricas envolvidas.

O Universal Serial Bus (USB) é uma nova filosofia de barramento serial para o fluxo de dados entre um computador e dispositivos periféricos. O USB foi projetado para preencher certas lacunas deixadas, até então, pelos outros barramentos seriais. Ele oferece:

  • Melhor integração entre a computação e os sistemas de comunicações, focalizando-se na CTI (Computer Telephony Integration);
  • Maior comodidade para o usuário, que não necessita de configurar o dispositivo, pois o próprio sistema se encarrega desta tarefa; o USB incorpora a filosofia plug-and-play;
  • Expansão no número de portas; ele pode endereçar até 127 dispositivos.

O sistema USB é composto pelo Controlador Host USB, por dispositivos USB e por interconexões. A Figura 1 mostra a topologia de um sistema USB. O host é responsável por: detectar a inserção e a remoção de um dispositivo, por gerenciar o fluxo de dados e de controle, monitorando o estado das transferências, e por controlar a interface elétrica entre ele e os dispositivos.

 USB - Estrutura Elétrica
Figura 1: Topologia de um sistema USB

Um dispositivo USB pode ser de dois tipos: função ou hub. A função é capaz de transmitir ou receber dados ou informações de controle pelo barramento. Ela serve para aumentar a capacidade do sistema. Exemplos de funções são: mouse, teclado, impressora e adaptador telefônico como um ISDN. Cada função contém informações descrevendo suas capacidades e os recursos dos quais necessita.

O hub é o elemento chave na topologia USB, pois é ele que permite a expansão do número de conexões do sistema. Cada hub converte um ponto de conexão em outros múltiplos pontos. A arquitetura USB permite o uso de múltiplos hubs.

O USB permite dois modos de comunicação: um de alta velocidade, operando a 12 Mb/s, e outro de baixa velocidade, a 1,5 Mb/s. O modo de baixa velocidade visa a atender a um pequeno número de dispositivos com largura de banda estreita, como mouses. Cada função é responsável por indicar em que modo irá operar.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário