Imprimir artigo
Por Dentro da Microarquitetura Intel Haswell
por em Tutoriais
Última atualização:
54.838 visualizações
Página 1 de 5

Introdução

A microarquitetura Haswell expande a microarquitetura Ivy Bridge com a adição de alguns novos recursos, como um novo motor gráfico, novos conjuntos de instruções (AVX2 e TSX), novas portas de despacho e mais. Vamos ver o que há de novo..

Para a melhor compreensão deste tutorial, nós recomendamos que você leia nosso tutorial “Por Dentro da Microarquitetura Intel Ivy Bridge” antes de prosseguir.

A má notícia para os usuários que gostam de atualizar seus computadores através da substituição do processador é que os processadores baseados na microarquitetura Haswell utilizam um tipo de soquete diferente (LGA1150 nos modelos para computadores de mesa), tornando impossível a substituição de seu processador atual por um modelo baseado na microarquitetura Haswell.

A microarquitetura Haswell expande a microarquitetura Ivy Bridge através da adição dos seguintes novos recursos:

  • Novo soquete LGA1150 em processadores para computadores de mesa
  • Suporte para o novo conjunto de instruções AVX2
  • Suporte para o novo conjunto de instruções TSX
  • Suporte para as novas instruções de manipulação de bit
  • Duas portas de despacho adicionais conectando a Estação de Reserva às unidades de execução
  • Novo motor de vídeo 2D
  • Novo motor gráfico DirectX 11.1
  • Novos estados de  economia de energia S0ix, que permite uma economia de energia semelhante à disponível no atual estado “dormir”, mas que faz com que o processador “acorde” 20 vezes mais rapidamente que o tradicional estado “dormir”. Esses novos estados são usados quando o computador estiver ligado, mas ocioso.

Os demais recursos desta microarquitetura foram mantidos iguais ao da microarquitetura Ivy Bridge.

Vamos agora falar um pouco sobre esses novos recursos.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.526 usuários cadastrados
217 usuários on-line