Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Notebook HP Pavilion g4-1117br

       
 84.936 Visualizações    Primeiras Impressões  
 10 comentários

Vamos dar uma olhada no HP Pavilion g4-1117br, um notebook médio com tela widescreen de 14” e processador AMD A8-3500M.

Notebook HP Pavilion g4-1117br
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

A linha de notebooks Pavilion g4-1100 da HP é descrita pelo fabricante como “apenas o que você necessita para a vida diária”. São notebooks médios, com tela de 14” e diversas opções de processador e configuração, voltados ao equilíbrio entre potência e mobilidade. Vamos dar uma olhada no modelo Pavilion g4-1117br, que vem com o processador AMD A8-3500M e uma placa de vídeo avulsa trabalhando em conjunto com o vídeo integrado ao processador.

Na tabela abaixo, podemos ver a variedade de configurações dessa linha de notebooks.

Modelo

Processador

Sistema Operacional

Disco Rígido

Vídeo

g4-1110br

Intel Pentium P6200 Windows 7 Starter 500 GB / 7200 rpm Intel HD

g4-1111br

AMD E-350 Windows 7 Starter 500 GB / 7200 rpm Radeon HD 6310

g4-1112br

AMD E-350 Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Radeon HD 6310

g4-1114br

AMD E-350 Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Radeon HD 6310

g4-1115br

AMD A4-3300M Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Radeon HD 6510G2

g4-1116br

AMD A6-3400M Windows 7 Home Basic 640 GB / 5400 rpm Radeon HD 6540G2

g4-1117br

AMD A8-3500M Windows 7 Profissional 640 GB / 5400 rpm Radeon HD 6640G2

g4-1120br

Intel Core i3-370M Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Intel HD
g4-1130br Intel Core i3-370M Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Intel HD
g4-1140br Intel Core i3-2310M Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Intel HD 3000
g4-1150br Intel Core i3-2310M Windows 7 Home Basic 640 GB / 5400 rpm Intel HD 3000
g4-1160br Intel Core i5-2410M Windows 7 Home Basic 500 GB / 7200 rpm Intel HD 3000
g4-1170br Intel Core i5-2410M Windows 7 Home Premium 640 GB / 5400 rpm Intel HD 3000

Todos os modelos suportam até 8 GB de memória, mas a HP não informa a quantidade instalada em cada modelo. O Pavilion g4-1117br que analisamos veio com 6 GB.

Como você pode ver, os modelos baseados nos processadores AMD A4, A6 e A8 têm, além do vídeo integrado ao processador, um chip gráfico dedicado. Nesses modelos, o motor gráfico embutido no processador e o chip externo trabalham em modo CrossFireX, em uma configuração chamada “Dual Graphics”. Por exemplo, no Pavilion g4-1117br que analisamos, o gráfico integrado é o Radeon HD 6620G, enquanto o chip gráfico discreto é um Radeon HD 6470M. Juntos, eles são chamados pela AMD de Radeon HD 6640G2. Esse chip gráfico independente possui 512 MB de memória RAM dedicada, mas acessa essa memória com um barramento de apenas 32 bits, enquanto o chip integrado ao processador usa o barramento de 128 bits do controlador de memória principal, usando parte da memória RAM como memória de vídeo. Os outros modelos utilizam apenas o vídeo integrado do processador.

O site da HP, infelizmente, é bastante falho. Não há informações sobre o modelo do chipset (o notebook analisado usa o chipset AMD A75), resolução da webcam ou velocidade do gravador de DVD, por exemplo. E nos modelos baseados no processador AMD E-350, a HP chega ao cúmulo de trazer o nome do processador errado, chamando-o de “AMD Athlon II Dual Core E-350”. Isso é um absurdo, já que o processador E-350 não é da família Athlon ou Athlon II.

Vamos agora dar uma olhada no HP Pavilion g4-1117br.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Esse negócio da fonte é sacanagem do mercado nacional.

O mesmo note no PY vem com a fonte certa, agora sabe-se lá o motivo disso..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Atualização (20/03/2012): Tínhamos publicado originalmente que havia um problema com a fonte de alimentação, mas a HP nos informou que o notebook foi enviado com a fonte errada. Segundo eles, os notebooks dessa linha sem vídeo dedicado vêm com a fonte de 65 W, mas aquele com vídeo dedicado (como o que analisamos) vêm com uma fonte de 90 W.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Atualização (20/03/2012): Tínhamos publicado originalmente que havia um problema com a fonte de alimentação, mas a HP nos informou que o notebook foi enviado com a fonte errada. Segundo eles, os notebooks dessa linha sem vídeo dedicado vêm com a fonte de 65 W, mas aquele com vídeo dedicado (como o que analisamos) vêm com uma fonte de 90 W.

Ahh.. agora sim!

^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostaria de sugerir mais um ponto a ser avaliado pelo CdH...

Sou técnico de informática e uma coisa que grande parte dos fabricantes não levam em conta é a necessidade futura da limpeza do cooler do notebook. Normalmente com o tempo forma-se aquela película de poeira que impede a saída do ar quente e o note começa a superaquecer... já vi em modelos de grandes marcas e também marcas "Xing-Ling" um acesso muito simples, bastanto para isso remover uma ou outra tampa inferior e já se tem acesso completo ao sistema de resfriamento do processador, sendo de extrema simplicidade sua limpeza.

No entanto, outras marcas como Dell e HP, como neste modelo, todo o sistema de resfriamento fica "isolado" do acesso externo, sendo necessário a completa desmontagem do note para se conseguir chegar ao cooler, o que gera riscos desnecessários no processo de montagem e desmontagem e gera custos mais elevados ao proprietário do equipamento. Num note com acesso direto se limpa o cooler em 15 minutos, e num note com acesso restrito se chega fácil a 2 horas de trabalho.

Fica minha sugestão para que seja mais um ponto a ser avaliado neste tipo de equipamento, pois certamente chegará o dia em que será necesária uma limpeza de cooler.

Abraços!

Editado por Cleto

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Concordo plenamente. Como grande parte dos danos que um note recebe são causadas por causa da refrigeração ineficiente, é importante que testassem:

1 - Facilidade em limpeza

(Tempo e numero de parafusos e pecas necessárias para ter acesso a ventilador)

2- Temperatura em stress

(vários modelos mesmo quando novos são mal dimensionados e travam)

3 - Qualidade dos dissipadores

(Se refrigeram os componentes importantes como chipsets, e componentes como o s fets da placa mãe, além de terem o tamanho adequado e o cobre para a potencia necessária a dissipar)

4 - Fluxo de ar

(Se a altura e posição das entradas de ar são ideais e facilitam a dissipação)

5 - Ruido

(Cooler em fucionamento maximo)

6 - Tabelas ACPI - DSDT

(Controla quando o note deve desligar por supeaquecimento e quando os coolers devem funcionar e a qual velocidade, verificar se estão certas)

Gostaria de sugerir mais um ponto a ser avaliado pelo CdH...

Sou técnico de informática e uma coisa que grande parte dos fabricantes não levam em conta é a necessidade futura da limpeza do cooler do notebook. Normalmente com o tempo forma-se aquela película de poeira que impede a saída do ar quente e o note começa a superaquecer... já vi em modelos de grandes marcas e também marcas "Xing-Ling" um acesso muito simples, bastanto para isso remover uma ou outra tampa inferior e já se tem acesso completo ao sistema de resfriamento do processador, sendo de extrema simplicidade sua limpeza.

No entanto, outras marcas como Dell e HP, como neste modelo, todo o sistema de resfriamento fica "isolado" do acesso externo, sendo necessário a completa desmontagem do note para se conseguir chegar ao cooler, o que gera riscos desnecessários no processo de montagem e desmontagem e gera custos mais elevados ao proprietário do equipamento. Num note com acesso direto se limpa o cooler em 15 minutos, e num note com acesso restrito se chega fácil a 2 horas de trabalho.

Fica minha sugestão para que seja mais um ponto a ser avaliado neste tipo de equipamento, pois certamente chegará o dia em que será necesária uma limpeza de cooler.

Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×