Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Detalhes Sobre a Nova Tecnologia de Fabricação de 45 nm da Intel

       
 78.494 Visualizações    Artigos  
 16 comentários

Uma visão geral do novo processo de fabricação de 45 nm da Intel e do núcleo Penryn.

Detalhes Sobre a Nova Tecnologia de Fabricação de 45 nm da Intel
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Na semana passada a Intel revelou detalhes sobre o novo processo de fabricação de 45 nm e alguns detalhes dos primeiros processadores de 45 nm, codinome Penryn. Neste artigo explicaremos o que há de novo neste processo de 45 nm da Intel e sobre os processadores Penryn.

O maior problema em migrar para uma tecnologia de fabricação menor – isto é, usando transistores menores – é a corrente de fuga. Enquanto que em processadores antigos utilizando tecnologias de fabricação maiores o problema de corrente de fuga não era tão relevante, quando falamos de processadores com transistores muito pequenos a corrente de fuga pode representar não apenas um grande desperdício de energia mas também superaquecimento. Por outro lado, transistores menores significam uma maior velocidade de chaveamento dos transistores – ou seja, maior desempenho.

Os transistores dentro do processador são tradicionalmente construídos usando um eletrodo de polisilício e um dielétrico de óxido de silício em seu gate, que é um material de baixa constante dielétrica (“low-K”), significando uma relativa alta corrente de fuga.

Durante anos o Santo Graal na indústria dos processadores tem sido o desenvolvimento de material dielétrico de alta constante dielétrica (“high-K”) para ser usado no gate do transistor. Este material apresenta uma corrente de fuga muito menor se comparado a materiais dielétricos com baixa constante dielétrica (“low-K”) como o óxido de silício.

O que a Intel anunciou na semana passada foi que eles desenvolveram tal material (usando Háfnio, um elemento químico na mesma coluna do Zircônio e Titânio na tabela periódica) e está usando este material em seu processo de fabricação de 45 nm. Além disso, o eletrodo do gate foi modificado para usar metal (a Intel não disse que metal é usado) em vez de polisilício. A combinação de um eletrodo metálico e um material dielétrico de alta constante dielétrica (“high-K”) no gate produz uma alta corrente quando o transistor está “ligado” e uma baixa corrente quando o transistor está “desligado” – o que resulta em baixa corrente de fuga.

O que é interessante é que esta tecnologia já vem sendo usada há um ano – os chips de memória RAM estática de 45 nm da Intel usam esta tecnologia, mas a Intel não divulgou isto quando lançaram chips de memória SRAM de 45 nm.

Detalhes Sobre a Nova Tecnologia de Fabricação de 45 nm da Intel
Figura 1: Comparação entre um transistor usado nos atuais processadores da Intel e um novo transistor de alta constante dielétrica (“high-K”).

As principais vantagens da utilização de transistores com gate de metal e dielétrico com alta constante dielétrica (“high-K”) no novo processo de fabricação de 45 nm da Intel comparado ao atual processo de 65 nm são:

  • Aproximadamente duas vezes o aumento na densidade dos transistores. Isto significa que a Intel pode colocar mais transistores na mesma área. Dessa forma eles podem construir chips menores ou manter o tamanho atual mas colocando mais transistores.
  • Aproximadamente 30% na redução da potência de chaveamento dos transistores.
  • Mais de 20% na redução no tempo de chaveamento no transistor (isto é, os transistores são pelo menos 20% mais rápidos, o que resulta em chips mais rápidos) ou a diminuição em até cinco vezes da corrente de fuga entre a fonte (source) e o dreno (drain) do transistor.
  • Redução de mais de dez vezes da corrente de fuga no gate do transistor

A Intel também anunciou que continuará com seu cronograma e anunciará seu processo de fabricação de 32 nm em 2009 e seu processo de fabricação de 22 nm em 2011.

A primeira geração de processadores usando o novo processo da fabricação de 45 nm é chamado Penryn.

O Penryn não é o codinome de um processador específico, mas o codinome do núcleo de 45 nm que será usado em processadores para os mercados de notebook, desktop e servidores.

A Intel não revelou muitos detalhes sobre esses novos processadores. Tudo o que eles disseram foi que eles já têm protótipos rodando vários sistemas operacionais e que terão versões de dois e de quatro núcleos (com 410 milhões de transistores e 820 milhões de transistores, respectivamente), usarão um novo conjunto de instruções SSE, chamado SSE4 (que trará 47 novas instruções SSE ao processador), caches maiores e novos aprimoramentos em sua microarquitetura.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


daqui a pouco eles vão colocar 10 atomos de um elemento maluko lá enfileirados pra formar um transistor!!!!

oo engenheria do capeta!!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

nosso a tecnologia evolução de maneira espantosa :blink: ...

daqui a 30 anos, vamos ter computadores quanticos em casa!! hauhahua

To vendo o dia, que o pc vai me dar um "bom dia, o que gostaria no café da manha", :-)hu lol aí vai ser ###### :ahh:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A AMD recém lançou um Quad Core de 65nm que gasta 500W sozinho e rende mal e mal um pouco mais que o Quad da Intel. Agora a Intel vem e me lança uma tecnologia 30% menor! Quero ver a montruosidade desses processadores quando eles sairem...

E sobre o cara que disse "estamos ferrados". Por quê? Falta de concorrência, talvez? Ou pelo fato da AMD estar ficando tão pra trás?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho q os dois... Não podemos esquecer que foi a AMD que introduziu os processadores de 64 bits; pela Intel, ainda estaríamos nos 32, e isso ela mesma disse q não era uma prioridade lançar chips x-64. Se a AMD ficar para trás, podemos ter uma lenga-lenga na entrega de novas tecnologias, como o Hyper-Tranport, o controlador de memória no processador e os 64 bits, q estão aí graças à concorrência das duas companhias... Monopólio da Intel, ninguém merece, até porque se dependêssemos exclusivamente deles, teríamos memórias Rambus, padrão BTX e sei lá mais quais esquisitices... :chicote:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho q os dois... Não podemos esquecer que foi a AMD que introduziu os processadores de 64 bits; pela Intel, ainda estaríamos nos 32, e isso ela mesma disse q não era uma prioridade lançar chips x-64. Se a AMD ficar para trás, podemos ter uma lenga-lenga na entrega de novas tecnologias, como o Hyper-Tranport, o controlador de memória no processador e os 64 bits, q estão aí graças à concorrência das duas companhias... Monopólio da Intel, ninguém merece, até porque se dependêssemos exclusivamente deles, teríamos memórias Rambus, padrão BTX e sei lá mais quais esquisitices... :chicote:

Eu sei, monopólio é péssimo. Minha região possue isso na linha telefônica, é tudo da Brasil Telecom (linhas, serviço de internet, orelhões, cabos...), então graças a eles ainda estou sem internet onde moro (tem 2 companhias wireless que compraram franquias com eles, mas cobram um absurdo por uma linha instável).

Sem mencionar o monopolio na luz né (AES), pois conto aqui com postes e cabos de má qualidade e um serviço de reparo lento (40min pra chegarem e quase 3h pra repor UM cabo rasgado), fora as 19 interrupções mensais na energia de 5-10min cada sem motivo aparente...

Enfim, se a AMD lançar algo igual e mais barato (ou melhor pelo mesmo preço) vai ser uma maravilha....só espero que os jogos não comecem a pedir "quad cores" já a partir do ano que vem como mínima (em vista da velocidade da evolução)....não duvido nada :(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

é amigo pelo jeito amd tá ficando pra trás :cry:

só quero ver se essa lei de moore vai realmente funcionar daqui um tempo....

ahhh e sobre o computador quantico, há projetos que dizem que em 2020 já teremos essa tecnologia...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só as VGAs que não toman vergonha na cara e são cada vez maiores em tamanho e em consumo, daqui a pouco vamos nem precisar de Cooler para processadores e placas de videos verdadeiras usinas eletrica de consumo

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Calma pessoal, a AMD realmente está ficando para trás, mas isso já aconteceu na historia, e é absolutamente normal, ou vocês não se lembram do K6, que foi uma negação, depois veio o K6-2 que era igual ao Window, ruim mas todo mundo tinha, até que anos depois ela lançou o AthlonXP que estava começando a ficar no páreo com o da Intel, e por fim o 64bits. Sem contar que a AMD já se pronuciou dizendo não temer esta nova tecnologia, pois a mes juntamente com a IBM, principalmente, Sony e Toshiba, também detem tal tecnologia, o site que vi tal materia era em inglês e não lembro o link, por isso vou colocar um em português mas não é estão completo quanto o que eu tinha visto, mas têm a mesma notícia.

IBM não teme Intel

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse problema da falta de concorrência é exatamente o que eu falei. Sem concorrência não há evolução.

Quanto ao que foi dito, o K6 era ruim mesmo, mas o k6-2 era bem melhor que o Pentium 2. O Athlon Xp sempre deu de 1000 a zero no Pentium 3 e em várias versões do Pentium 4. Este, que alias, foi um dos piores processadores da Intel... exageraram demais no hyperpipeline e ficou uma #####. A sorte é que o P4 HT ainda é razoável.

Mas vejam só... se não fossem os Amd64 desbancando a intel, eles não teriam lançado a tecnologia Core tão cedo. Agora a Intel está na frente. Melhor que a AMD responda à altura, senão estamos ferrados. Vamos ter q comprar processadores caríssimos e do jeito que a intel mandar que seja.

Alguém conhece algo similar a isso no mercado?? Alguem associa a alguma empresa? Quem sabe... Microsoft??

Ou vocês acham legal ter q pagar caríssimo pelo Vista e a Microsoft exigir a configuração de hardware que quiser...? Há muito tempo o OS2/Wap não fez sucesso exatamente por causa da exigência de máquina robusta demais. Mas agora os tempos são outros. É tempo de monopólio.

Vamos torcer para o mercado de hardware não seguir a mesma trilha.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse problema da falta de concorrência é exatamente o que eu falei. Sem concorrência não há evolução.

Quanto ao que foi dito, o K6 era ruim mesmo, mas o k6-2 era bem melhor que o Pentium 2. O Athlon Xp sempre deu de 1000 a zero no Pentium 3 e em várias versões do Pentium 4. Este, que alias, foi um dos piores processadores da Intel... exageraram demais no hyperpipeline e ficou uma #####. A sorte é que o P4 HT ainda é razoável.

Mas vejam só... se não fossem os Amd64 desbancando a intel, eles não teriam lançado a tecnologia Core tão cedo. Agora a Intel está na frente. Melhor que a AMD responda à altura, senão estamos ferrados. Vamos ter q comprar processadores caríssimos e do jeito que a intel mandar que seja.

Alguém conhece algo similar a isso no mercado?? Alguem associa a alguma empresa? Quem sabe... Microsoft??

Ou vocês acham legal ter q pagar caríssimo pelo Vista e a Microsoft exigir a configuração de hardware que quiser...? Há muito tempo o OS2/Wap não fez sucesso exatamente por causa da exigência de máquina robusta demais. Mas agora os tempos são outros. É tempo de monopólio.

Vamos torcer para o mercado de hardware não seguir a mesma trilha.

Concordo com você, mas é esperar pra ver mesmo... Monopólio é uma #####!! A única empresa capaz de competir com a Microsoft (a Apple, claro) não tá nem aí pros programas que eles mesmo colocam no mercado, o hardware tá mais importante pra eles agora (bastava a compatibilidade do OSx com o sistema PC que a Apple ia bombar!) e a AMD tá ficando pra trás, isso ao que parece para nós, porque eles mesmos não estão tão preocupados assim...

A VIA sofre pressão de todos os lados pela Intel para abandonar a divisão de processadores, a nVidia é a única empresa gráfica independente que presta atualmente (a XGI ainda engatinha...), o setor de placas-mãe é só fusão...

O "Exército do Mal" da Intel e Microsoft tá vencendo, vamos esperar pra ver a próxima batalha e ver quem ganha, senão, quem perde somos nós...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico imaginando q louco seria se tivessemos realmente uma grande concorrencia, sei lá umas 4 grandes empresas de processadores, 5 de placa de video e umas 10 de placa mãe brigando no mesmo nivel.......

Mas o mundo é uma ##### mesmo a cada dia q passa são mais FUSÕES mais PARCERIAS e mais VENDAS......

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Quero ver como a AMD vai se safar dessa... :help:

olha, eu sempre gostei de intel, mais não sou de ficar discutindo q tem um monte de negaiada fica brigando porque um é melhor e não sei o que.. eu so acho assim, concorrencia existe e é bom q ela existe sabe porque? porque é com ela q os processadores ficao baratas... da mesma coisa que eu falo da gigabyte, ela parece se ruma placa-mãe de pessima qualidade se você for ver pelo preço, mais ai q se engana, ela é barata por ser fabricada pela digitron no brasil, agora a intel? por causa da concorrencia que está tanto AMD como Intel estão brigando tanto por potencia como pelo preço. antes nem dava pra comprar um processador vamos supor dual core (pode se ro Pentium D mesmo) hoje com 349 reais você compra um Pentium D 820 2.8GHz coisa q antes não dava nem pra comprar um Pentium 4 sem HT na epoca. então concorrencia ta ai pra isso mesmo.. agora se a AMD perdeu de novo isso acredito q sim. pois desde q ela fez a fusao com a ATI não vi nenhum resulktado de melhorias financeiras delas para poder criar processadores poderosos...

daqui a pouco eles vão colocar 10 atomos de um elemento maluko lá enfileirados pra formar um transistor!!!!

oo engenheria do capeta!!!!

eu digo o mesmo :-)u:-)h

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É, o tempo passou e AMD... (_(

mas tá ótimo pra mim, vou compra um E8400 45nm dar adeus pro meu Duron e pra Amd por enquanto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×