Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Falsificação de Processadores Athlon XP

       
 49.468 Visualizações    Tutoriais  
 0 comentários

Pessoas inescrupulosas estão falsificando processadores Athlon XP. Veja as dicas desse tutorial e não seja enganado!

Falsificação de Processadores Athlon XP
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

O pessoal do site russo X-Bit Labs (http://www.xbitlabs.com) divulgou no começo deste mês a existência de processadores Athlon XP falsificados no mercado. Essa falsificação é, na verdade, um processo de remarcação do processador. Vendedores inescrupulosos raspam a identificação do processador e decalcam outra identificação no lugar. Por exemplo, compram um Athlon XP 2000 e remarcam-no como sendo um Athlon XP 2200, vendendo-o por um preço mais caro.

Para que essa remarcação seja possível, uma modificação no processador é necessária. Essa modificação é feita nos minúsculos contatos metálicos existentes no corpo do processador (contatos chamados "pontes") e faz com que o processador acredite que ele é, na verdade, um processador de clock mais elevado.

Como existem essas modificações na área externa do processador, é relativamente fácil identificar se um Athlon XP é falsificado ou não. Para tanto, basta verificar as pontes do processador e observar se alguma delas foi soldada usando um ferro de solda caseiro, em especial as pontes L11, L12 e L5 (esses números estão marcados no corpo do processador próximos aos minúsculos contatos metálicos).

Falsificação de Processadores Athlon XP

Figura 1: Locais do processador onde você deve procurar por sinais de falsificação.

Falsificação de Processadores Athlon XP

Figura 2: Detalhe da ponte L12 de um processador falsificado. Repare a solda feita manualmente no corpo do processador.

Falsificação de Processadores Athlon XP

Figura 3: Detalhe da ponte L11 de um processador falsificado.

Além disso, a área preta onde há a marcação do processador fica com a aparência desgastada (fora de foco) nos processadores falsificados. Compare nas figuras a marcação de um processador com a de um processador falsificado.

Falsificação de Processadores Athlon XP

Figura 4: Detalhe do processador verdadeiro.

Falsificação de Processadores Athlon XP

Figura 5: Detalhe do processador falsificado.

Os processadores remarcados operam em overclock, isto é, com um clock acima do originalmente especificado. Com isso, travamentos e erros aleatórios normalmente ocorrem quando utilizamos esse tipo de processador.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×