Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Mitos do hardware #02: Processadores AMD esquentam muito?

       
 13.104 Visualizações    Vídeos  
 55 comentários
AMD

Neste vídeo, derrubamos um dos maiores mitos do mercado de hardware: "Processadores AMD esquentam muito?" Confira!

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Confira também o vídeo mencionado:

 

Editado por Gabriel Torres

Compartilhar

  • Curtir 5


  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Na realidade qualquer processador esquenta, se não tiver o cooler, claro. É muita ignorância da parte de alguns "técnicos".

 

Uma vez um processador Celeron (não lembro o modelo) de um cliente queimou por causa de vírus. Era um worm que só ficava ocupado a CPU em 100%. Quando abri a máquina tinha mais poeira do que estrada sem pavimentação e o cooler parado. Aí queima mesmo.

 

Parabéns pelo post.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

nao faz sentido , me explica os consoles usam amd e o ps4 e ps4 pro tem problema de aquecimento no qual a propria sony ja assumiu ...  Se bem q o ps4 usa cooler de notebook enquanto que o xbox o cooler e do tamanho do console mas enfim  acho que amd  puxa demais  

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Fluizx A arquitetura amd de VGA consome UM pouco mais que a NVIDIA, e isso mudou recentemente viu, com a arquitetura Maxwell, aí a AMD mudou um pouco a arquitetura dos chips mais novos na geração R9 3XX. E hoje, com a arquitetura Polaris e Pascal, a diferença mudou muito, o consumo de ambas está bem próximo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

gostei muito do vídeo realmente o que tem no mundo da informatica é  " Maria vai com as outras"  É uma pessoa que não tem opinião, que segue o comando dos outros, que se deixa convencer com facilidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Complementando.

O Pentium 4 Prescott era chamado na época de "PrescHOT" pelo tanto que aquecia.

Outras causas dos problemas de aquecimento eram ligadas ao próprio mercado brasileiro. Por exemplo, alguns revendedores e distribuidores simplesmente colavam etiquetas de garantia sobre os processadores. Como o núcleo dos Athlon XP ficava exposto e era bem pequeno, uma etiqueta colada sobre ele atrapalhava MUITO a condução do calor para o cooler, o que fazia com que o processador ficasse ainda mais quente.

Atualmente, apenas alguns poucos modelos de processadores da AMD tem problemas de aquecimento, especificamente o FX-9590 e o FX-9530, que têm um TDP de 220 W, de forma que só trabalham direito com um cooler topo de linha. Mas generalizar esse problema para outros modelos é pura falta de informação. Tem gente que chega a comentar em testes de processadores AMD com TDP de 65 W (que realmente esquentam muito pouco) dizendo que não vão comprar porque "AMD esquenta". Pura falta de informação mesmo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Aparentemente o a AMD saiu pra rua com um erro de projeto, e não tratar o problema como a Intel fez nas duas situações é a causa da fama. Comparando nos últimos anos Intel vs AMD o avanço na litografia da Intel fez ainda mais essa fama aumentar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Desculpem aqueles que preferem AMD, mas mesmo assim, quando comparamos processadores de mesma categoria de preços e performance fica evidente que a TDP de processadores AMD ainda continua maior, por exemplo mesmo no soquete mais comum de 125W comparado com a Intel que fica entre 77 e 84W, o que leva a maiores necessidades em termos de dissipação de calor. A única vantagem que ainda continua é o preço do processador, mas é isso é contrabalançado no preço das MB que continua exorbitante e cada vez mais caro, embora isso aconteça também com a Intel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

15 anos atrás o ramo de informática era ainda pré-histórico, e possivelmente a questão sobre aquecimento não havia entrado em rigor até começar a acontecer. Infelizmente este mito aumentou com a vinda dos FX, pois muita gente joga a culpa desses processadores terem pouca performance por acharem que aquecem demais, e admito que certa época eu era uma dessas pessoas.
Bom esclarecimento este vídeo! Ansioso pelo próximo!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

o aquecimento começou com o thunderbird os modelos abaixo do 1333 até não era tanto , mas o que poucos sabem é que o chip set é o que mais incomoda tanto o chip norte quanto o chip sul , até em placas 775 é comum o chip sul aquecer e congela o pc 

 

o tdp da intel e amd é meio parecido , o consumo dos fx que é muito elevado em teste se vê uma maquina com intel puxando 120w , e a amd puxando 200w 

 

agora não sei por que os fanboy nvidia não falam que as nvidias fermi eram um dragão 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Hoje em dia tem muita gente que erra e diz que o processador amd esquenta muito por causa da leitura!!! Tem programas que mensuram de forma diferente, e aí o pessoal se assusta e interpreta de maneira errada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Algo que não se está levando em consideração, talvez por sermos leigos (Eu também sou), é o fato da frequência (CLOCK).
A AMD tem processadores com frequências maiores  que a intel (Exemplos extremos do FX9590 e FX9530)e isso pode ser usado como uma estratégia de marketing.
Como foi visto no primeiro video de 'Mitos do hardware', maior clock isso não significa um melhor desempenho mas significa maior consumo elétrico e acredito que, para a AMD esse seja uma (talvez pequena) desvantagem.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Fluizx disse:

 

nao faz sentido , me explica os consoles usam amd

 

 

O vídeo refere-se especificamente a processadores AMD usados em computadores do tipo PC . Tais processadores aos quais você se refere não são os mesmos e usam arquitetura interna completamente diferente, de forma que não posso opinar sobre algo que desconheço.

 

11 horas atrás, Flávio Santana Lima disse:

A arquitetura amd de VGA

 

O vídeo refere-se especificamente a processadores AMD usados em computadores do tipo PC e não a GPUs.

 

9 horas atrás, PedraX disse:

quando comparamos processadores de mesma categoria de preços e performance fica evidente que a TDP de processadores AMD ainda continua maior

 

É verdade, mas a AMD não lança uma nova arquitetura há séculos, vamos ver como se saem os novos Ryzen, programados para serem lançados agora no início de 2017.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Jcalvino disse:

Eu tive um Athlon XP e nunca tive problemas relacionados a superaquecimento.

geralmente os problemas eram com os que tinham clock maiores , 2.4+ , 2.6+ quando não usavam boa refrigeração 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ryzen está vindo aí prometendo baixo TDP e alto rendimento :D Ansioso para que os Ryzen cheguem ainda no primeiro trimestre de 2017. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Já peguei muitos Atlhons XP na época entupidos de pasta térmica e com cooler vagabundo principalmente os da cooler master de 30 reais e cheio de luzes, aí recomendava ao usuário trocar de cooler ou então comprar um processador box e colocava um pingo de pasta termica no Die do Althon XP. Não passava dos 60 graus em 100% já o Pentium 4 e o Celeron chegavam fácil aos 80 e 90ºC.

 

Usei um Sempron 754 ele nunca passou dos 50ºC mesmo usando cooler box da AMD e com a pasta térmica original da AMD.

Editado por Gabriel Torres
A dúvida não relacionada ao vídeo foi movida para o local correto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O que faz eu rir é a criançada de hoje que vive fazendo piadinha com os FX ,_, e pior que até os técnicos meia boca que tem em todo bairro fica com esse preconceito de conhecimento com AMD até hoje , triste a mentalidade de muitos brasileiros ...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sem contar o fato de que no passado muitos gabinetes faziam mais parte do problema do que da solução. Ou alguém nunca se deparou com um gabinete cuja fonte de alimentação cobria o processador? Não acima, como a maioria, mas na lateral, de forma que dificultava a exaustão. Tive um gabinete assim muito tempo atrás.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
21 horas atrás, RobertoGB disse:

Sugestão para outro vídeo: "overclock danifica o hardware?"

 

Excelente sugestão. Anotada.

 

6 horas atrás, Excelsior disse:

Ou alguém nunca se deparou com um gabinete cuja fonte de alimentação cobria o processador? Não acima, como a maioria, mas na lateral, de forma que dificultava a exaustão. Tive um gabinete assim muito tempo atrás.

 

Exatamente isso que eu expliquei no vídeo! :)

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gabriel Torres, faça um vídeo explicando sobre o mito de que AMD é melhor pra jogos e Intel é melhor pra edição de vídeos, renderização e etc...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Lembro bem dessas coisas... outra coisa que adicionava para má fama era que o processador queimava fácil, mas era comum um "técnico" querer trocar o cooler, pasta térmica, etc e pressionava demais o die da AMD (Que era exposto) você via die faltando pedaços e ele jurava que não sabia porque o processador não funcionava mais.

 

Outro que em parte contribuía para problemas de aquecimento ocorrerem era o overclock, lembro que tive uma ABIT em que praticamente transformava os Duron com os overclocks, mas tinha seu custo no quesito de consumo. Depois melhorei um pouco usando o undervolt.

 

Nessa época a AMD usava o PR (Performance Rating) XP+, porque o clock era menor, mas produzia o mesmo que equivalentes Intel (E a Intel vendendo ultra clocks de 3Ghz, mas com TDP e performance ruins). Mas Intel trabalhou um monte, lançou a plataforma C2D (voltando as projetos e usando o P3 como referência. Lembro também que os Pentium III-S (Tualatin) tinha clock menor que os P4 atuais, mas proporcionava um uso mais fluído e esquentava menos e era mais barato)

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 15/02/2017 às 22:10, Gabriel Torres disse:

 

Excelente sugestão. Anotada.

 

 

Exatamente isso que eu expliquei no vídeo! :)

 

 

É que tinha postado o comentário antes de assistir o vídeo. Quando voltei pra casa é que eu vi (e ouvi) sobre o gabinete.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×