Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Novos processadores AMD: K6-III e K7

       
 36.414 Visualizações    Artigos  
 0 comentários

Saiba mais sobre os novos processadores K6-III e K7

Novos processadores AMD: K6-III e K7
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Parece que a AMD acertou em cheio com o seu K6-2, tanto em desempenho quanto em preço. Competindo no mesmo mercado que o Pentium II, o K6-2 é mais rápido e barato que o concorrente da Intel. Entretanto, os novos lançamentos da Intel, o Pentium II-350 e superiores, onde o processador passa a trabalhar externamente a 100 MHz a exemplo do que ocorre no K6-2, tendem a abalar um pouco o aumento de mercado que a AMD tem conseguido. A Intel só será capaz de frear a AMD se baixar os seus preços, pois os novos processadores da AMD, o K6-III e o K7 serão processadores extremamente poderosos e, é claro, bem mais baratos que os produtos Intel.

Processador K6-III

O K6-III (nome-código "Sharptooth") é um K6-2 com um cache de memória L2 de 256 KB integrado dentro do processador, a exemplo do que ocorre no Pentium Pro e no Celeron-A. Além disso, esse é o primeiro processador a aceitar um cache de memória L3, ou seja, além dos dois caches de memória dentro do processador, o K6-III ainda permite um terceiro cache de memória na placa-mãe.

Além disso, a grande vantagem do K6-III é utilizar placas-mães "super 7", ou seja, placas-mães que utilizam o mesmo soquete do Pentium (soquete 7), mas com barramento de 100 MHz. Esse é o tipo de placa-mãe atualmente utilizado pelo K6-2.

Processador K7

O K7 apresenta diversas inovações tecnológicas sobre os atuais processadores existentes no mercado. Entre elas, o seu barramento externo, que deverá ser de 200 MHz e aumentará consideravelmente o desempenho do micro (veja gráfico). Até hoje, só foram lançados processadores com barramento externo de, no máximo, 100 MHz (K6-2, Xeon e Pentium II a partir de 350 MHz). Os futuros processadores da Intel deverão utilizar barramento de "apenas" 133 MHz. É esperado que uma das primeiras versões a ser lançadas do K7 seja a de 500 MHz, que multiplica o clock externo por 2,5x.

Além disso, seu cache de memória L1 deverá ser de 128 KB, dividido em um de 64 KB para dados e outros de 64 KB para instruções. Atualmente o K6-2 apresenta um cache L1 de 64 KB e o Pentium II, de 32 KB. Já o cache L2 será integrado como ocorre no Pentium II. É esperado que as primeiras versões do K7 apresentem seu cache L2 trabalhando a apenas 1/3 da freqüência de operação interna (ou seja, 166 MHz no caso do K7 de 500 MHz, por exemplo). Entretanto, ao contrário de todos os processadores existentes, o cache L2 pode ser de 512 KB até 8 MB, dependendo da versão do processador (o cache L2 do Pentium II é de 512 KB).

Além disso, sua estrutura interna é "animal": possui arquitetura superescalar com 9 canalizações (isto é, consegue executar até 9 instruções simultaneamente, como se internamente ele tivesse 9 processadores embutidos), além de seu coprocessador matemático interno ter 3 canalizações (ou seja, conseguir executar simultaneamente 3 instruções do coprocessador matemático, MMX ou 3Dnow! - já que estes dois conjuntos de instrução compartilham o circuito do coprocessador matemático).

Outra grande mudança está no barramento externo do processador. O K7 é o primeiro processador para PCs a utilizar o protocolo EV6, o mesmo utilizado pelos processadores Alpha, os processadores mais rápidos do mercado e que são utilizados basicamente em grande servidores de rede. Com isso, a tendência é que os processadores K7 tragam para o universo PC freqüências de clock nunca antes vistas.

Fisicamente, o K7 utilizará um conector chamado "Slot A". Esse slot, apesar de ser conceitualmente parecido com o Slot 1 do Pentium II, não é compatível com este. Com isso, o K7 necessitará de placas-mães próprias, contendo esse conector.

Taxa de transferência do barramento local (em MB/s)
 Novos processadores AMD: K6-III e K7

Comparação da taxa de transferência do barramento local. O K7, por ter o barramento operando a 200 MHz, deixará os atuais processadores de 66 MHz e 100 MHz comendo poeira.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×