Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Por Dentro da Arquitetura do Atom

       
 133.503 Visualizações    Tutoriais  
 4 comentários

O Atom é um processador da Intel voltado para os mercados de notebooks e de dispositivos móveis com acesso à internet, dissipando menos de 3 W. Vamos dar uma olhada neste processador.

Por Dentro da Arquitetura do Atom
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O Atom é um processador de baixo consumo da Intel que dissipa pouco calor (menos de 3 W), voltado para os mercados de notebooks e de dispositivos móveis com acesso à internet – chamados MIDs pela Intel, ou Mobile Internet Devices. Neste tutorial nós exploraremos a arquitetura usada neste processador.

É importante saber que há duas versões do processador Atom. O Atom das séries 2xx e N2xx (até o momento apenas os modelos 230 e N270 estão disponíveis) – codinome “Diamondville” – é voltado para o mercado de notebooks (já que eles usam chipsets Intel da série 945, que são maiores e usam dois chips), enquanto que o Atom série Z5xx – codinome “Silverthorne” – é voltado para o mercado de dispositivos móveis com acesso à internet, não apenas porque ele usa um novo chipset chamado US15W, que é muito menor e usa apenas um chip, mas também porque os processadores Atom Z5xx são fisicamente menores do que os processadores Atom anteriores (14 x 13 mm contra 22 x 22 mm).

Processador Atom
Figura 1: Processador Atom 230.

Você também pode ouvir referências à plataforma Atom Centrino (codinome “Menlow”). Esta plataforma consiste de um processador Atom, o novo chipset US15W (codinome “Poulsbo”) e  capacidade de rádio (WiFi, Bluetooth, etc).

Falando em codinomes, nós temos também o “Moorestown”, que será a próxima versão da plataforma Atom Centrino, esperada para chegar ao mercado em 2009 ou 2010 e terá um processador Atom codinome “Lincroft”, um chipset codinome “Langwell” e um chip de rádio codinome “Evans Peak”.

As principais características do processador Atom são as seguintes:

  • Compatibilidade total com o conjunto de instruções x86, o que significa que ele pode rodar diretamente programas e sistemas operacionais para PCs. Vários outros processadores voltados para o mercado de dispositivos móveis têm conjunto de instruções proprietário.
  • Baixíssima dissipação térmica (TDP): 4 W para o modelo 230, 2,5 W para o modelo N270 e entre 2 W e 2,64 W para os modelos Z5xx.
  • Tecnologia Hyper-Threading.
  • Tecnologia de Virtualização.
  • Execute Disable.
  • Conjunto de instruções SSE3
  • Clock externo de 400 MHz ou 533 MHz (100 MHz ou 133 MHz transferindo quatro dados por pulso de clock).
  • Caminho de dados interno de 128 bits (“Digital Media Boost”).
  • 32 KB de cache L1 de instruções e 24 KB de cache L1 de dados.
  • 512 KB de cache L2.
  • Tamanho de cache dinâmico: capacidade de desligar porções do cache de memória quando o processador entra nos modos de economia de energia C4 ou C4E (não disponível nos modelos Atom 2xx).
  • Pipeline de 16 estágios.
  • Fabricado com tecnologia de 45 nm.
  • Pode trabalha em conjunto com um chipset móvel da classe Intel 945 (Atom modelos 2xx e Nxxx) ou com um chipset Intel US15W (“Poulsbo”), Atom modelos Z5xx. Os modelos 2xx e Nxxx são voltados para o mercado de notebooks, enquanto que os modelos Z5xx são voltados para o mercado de dispositivos móveis com acesso à internet.
  • 437 pinos (modelos “Diamondville”, ou seja, 2xx e Nxxx) ou 441 pinos (modelos “Silverthorne”, ou seja, Z5xx).

Agora vamos dar uma olhada mais detalhada nas principais características do processador Atom.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


O Atom não é baseado em arquitetura Core ou Core2, é um design novo...

http://www.intel.com/technology/atom/microarchitecture.htm

Sobre a arquitetura Atom, mais importante que o número de estágios dos pipelines é o fato da arquitetura ser "in-order", ao contrário de todos os CPUs x86 desenvolvidos pela AMD e Intel desde o K5 ou Pentium Pro.

Perfeito, corrigido e muito obrigado pela explicação.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Nesta ultima IDF a Intel abandonou o nome Atom Centrino. Fiquem de olho!

Eu estive no IDF e não vi isso. Por favor, poste link para onde está esta informação, pois no site da Intel o nome Atom Centrino é usado:

http://www.intel.com/products/centrino/atom/

A propósito, este nome foi anunciado em 01/04/2008:

http://www.intel.com/pressroom/archive/releases/20080401comp.htm

Atenciosamente,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×