Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Por Dentro da Arquitetura K10 da AMD

        119.282 Visualizações     14 comentários     Tutoriais   
AMD

Tudo o que você precisa saber sobre a nova arquitetura K10 que será usada pelos futuros processadores da AMD, como o Phenom e o Opteron “Barcelona”. Incluindo o cronograma de lançamentos.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

K10 é o nome da nova arquitetura que será usada pelos os novos processadores da AMD, como o Phenom e o Opteron baseado no tão aguardado núcleo “Barcelona”. Acontece que muita gente está fazendo uma grande confusão chamando a arquitetura K10 de “Barcelona”, o que está errado. Barcelona é apenas um dos processadores que usarão a nova arquitetura K10. Neste tutorial explicaremos em detalhes a arquitetura K10 e apresentaremos um cronograma de lançamento de todos os produtos baseados nessa nova microarquitetura da AMD.

A nova arquitetura K10 é baseada na arquitetura K8 (também conhecida como AMD64) com alguns melhoramentos. Por essa razão, recomendamos a leitura do nosso tutorial Por Dentro da Arquitetura AMD64 antes de continuar lendo este. A propósito, a AMD nunca lançou uma arquitetura chamada K9, de K8 eles pularam para K10.

Na Figura 1 você pode ver os principais aprimoramentos trazidos pela microarquitetura K10 em relação à microarquitetura K8.

microarquitetura K10
Figura 1: Aprimoramentos da microarquitetura K10 em relação à microarquitetura K8.

Os principais pontos aprimorados foram:

  • A unidade de busca é capaz de pegar 32 bytes (256 bits) de dados por pulso de clock do cache L1 de instruções – isto é o dobro do que os processadores baseados na arquitetura K8 conseguem buscar. Os processadores da Intel baseados na microarquitetura Core, como o Core 2 Duo, também buscam 32 bytes por pulso de clock.
  • O uso de um caminho de dados interno realmente de 128 bits. Nos processadores baseados na microarquitetura K8 o caminho de dados interno é de apenas 64 bits. Isto é um problema para instruções SSE, já que os registradores SSE, chamados XMM, são de 128 bits. Portanto, na hora de executar uma instrução que manipula dados de 128 bits, esta operação precisa ser dividida em duas operações de 64 bits para ser executada. O novo caminho de dados de 128 bits faz com que a microarquitetura K10 seja mais rápida para executar instruções SSE que manipulam dados de 128 bits se comparada com a microarquitetura K8. Os processadores Intel baseados na microarquitetura Core (Core 2 Duo, por exemplo) também têm caminhos de dados internos de 128 bits, enquanto que os processadores baseados na microarquitetura Netburst (Pentium 4 e Pentium D) têm caminhos de dados internos de 64 bits. A AMD chama esta nova característica de “AMD Wide Floating Point Accelerator”, ou “Acelerador de Ponto Flutuante Largo”.

Na Figura 2 você pode ver uma lista das novas características introduzidas na arquitetura K10. Nós explicaremos cada uma delas nas próximas páginas.

microarquitetura K10
Figura 2: Novas características introduzidas na arquitetura K10.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


E quando vai aparecer os AMD com suporte a memórias DDR3???

No que isso desmereçe a AMD, se desmereçe realmente???

Cara, dá pra perceber que a AMD ta lançando várias tecnologias que a Intel já vende em todo mundo, não sei se isso é tática de mercado ou o quê.Tenho AMD por estar contente pelo custoXbenefício mas não é a primeira vez que ela vem correndo atrás da Intel pra lançar tecnologias semelhantes.Legas as novas que não mencionaram ter na Intel tbém.

valeu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom, pelo jeito a AMD esta tentando se igualar a intel, e isso é bom. Mas será que, quando a AMD lançar os novos processadores para desktop, a intel não virá com uma fornada nova de incrementos nos processadores??

Eu tenho preferência pela AMD, tenho "simpatia" pela marca, e espero que a amd consiga brigar de igual pra igual com a intel, tomara que sim...

Mas lendo o artigo, o que mais me chamou a atenção é a tecnologia de acesso à memória que os novos processadores AMD vão ter, isso creio eu, a intel não tem. Pelas minhas contas, isso pode dobrar a velocidade de acesso à memória, já que o processador não terá que jogar metade dos dados fora por não servirem, e ir buscar novos. O HT3 também é bem legal... mas tudo isso está no papel, enquato isso, a intel domina...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gabriel Torres, Cássio Lima,

Excelente artigo, parabéns.

Sobre o fato de a AMD ter pulado do K8 para o K10, existem algumas controvérsias.

Quando o K10 ainda era chamado por K8-L pela mídia especializada, a AMD resolveu colocar alguns pingos nos "Is".

K8L seria um CPU já lançado para a plataforma móvel (Provavelmente o Turion). O K9 era todo aquele processador AMD K8 dotado de dois núcleos e K10 seriam a nova geração, tendo seu primeiro modelo com o nome Barcelona.

Hoje outras fontes sugerem que existiu um projeto cancelado chamado de K9, que nada tinha haver com o K8 Dual core e esse seria o sucessor do K8. Foi cancelado por complexidade no projeto e a urgência de dar uma resposta rápida a Intel. Porém, são rumores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

o calcanhar de akiles da intel eo controlador de memoria. na intel no chipset na amd nos processadores.isso faz com que montar um intel fique caro pois você precisa comprar a melhor placa mãe que o dinheiro pode comprar chegando a 1000 reais ja com a amd você pode colocar uma pl mãe fulera que o desempenho eo mess de uma top,a diferença de preço e horrível no final valendo mais a pena comprar um amd(amd ->ATHLON64 X2 6000-460 reais +ASUS M2N-X-220 reais=680/intel CORE2DUO E6600-620 reais+ASUS P5WDH-DLX-660 reais=1280 e juru por tudo que e mais sagrado ja comparei eo amd e tão ou mais rápido, por isso nao confio em comparativo).se a intel colocar o controlador de memória no processador talvez fique mais em conta ,so que agora ela também vai ter que colocar o cache l3 que parece uma boa também.

so que duvido que ela de o braço a torcer e dizer que a amd teve melhores idéias que ela.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa do controlador de memória integrado é verdade... e o cache L3 também é uma boa ideia, pois além do cache individual, tem um cache coletivo, ou seja mais espaço pra todos...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente o K10 tem tudo pra ser forte em jogos, impressionante sua arquitetura.

Uma duvida

Rana: Processador Athlon X2 LS de dois núcleos, com 512 KB de memória L2 por núcleo, cache de memória L3 (quantidade ainda não divulgada), memória DDR2 convencional, HyperTransport 3.0 e soquete AM2+.

O núcleo Rana terá cache nivel 3?

confirma?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A arquitetura está prometendo....

Se for boa, assim que lançar vou upar minha plataforma.

já a minha é AM2, fica mais fácil.

Compro a mobo, e depois o processador.

Xd.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sobre o suporte à ddr3 não me importo muito... e slipknotbr, se você tiver sorte, um update de bios, você vai ter suporte ao AM2+... o que pode ocorrer é não ter suporte às tensões separadas do controlador de memória e do core em sí (o que, na minha opinião, não é uma grande perda).

O suporte DDR3 vem junto com o soquete AM3.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

tava aqui pensando pros meus botões....com essa tecnologia de memorias separadas...vem a minha pergunta :

->Com 2Gb de RAM em um sistema...você iria ganhar mais desempenho com 2 modulos de 1Gb ou 4 de 512...(ambos de mesma marca e clockagem)

OBS : isso apenas nos k10 logico

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

cara, tendo 4 módulos de memória, você tera 2 bancos de 1GB a 128 bits, acho que essa segunda opção vai dar mais performance, mas não posso afirmar, pois nunca me ocorreu essa ideia... mas acho que aumenta sim...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

tava pensando nisso xDDDDDDD tomara que seja verdade...porque tipo se ele acessa cada 1 separadamente seria melhor... mas n sei se ele acessa os 4 slots( se estiverem ocupados) de uma so vez..ou se essa parada so se aplica pros 2 primeiros DIMMs que estiverem sendo usados..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

é AMD to confiante no K10. esse controlador de meória q evita perdas de até 50% dos dados das meórias vai ser uma ótima a intel ta apostando na ddr3 q vai melhorar é claro mas pelo clock e não pela eficiência da arquitetura.

Desde o Atholon XP gosto da AMD, ja estava desanimado com a AMD quando vi o lançamento do Core 2 Quad E8400 com 45nm e novo núcleo que consegue calcular o superpi mod em 10segundos. sendo vendido por R$800 ja com impostos.

Mas agora vamos ver.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom que agora com a correção do erro TLB e lançamento de novos modelos a AMD pode concorrer melhor com a Intel e nós ganhamos com isso.

Mas pelo que to vendo K10 será "bão mesmo" só nos 45 nm, pra concorrer em desempenho e também pros servidores, ramo que dá uma gana boa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora