Ir ao conteúdo

Qual o melhor processador para jogos - maio/2017

       
 153.418 Visualizações    Testes  
 57 comentários

Confira nosso comparativo para descobrir qual é atualmente o processador que oferece a melhor relação custo/benefício para computadores "gamer".

Qual o melhor processador para jogos - maio/2017
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Desde o início do ano, tanto AMD quanto Intel lançaram novas séries de processadores para computadores de mesa, e nós já testamos a maioria desses novos modelos. Mas qual é, afinal, o modelo mais indicado para quem deseja um computador "gamer"? Vamos tentar responder esta pergunta.

Recentemente, a AMD (que não lançava uma nova família de processadores havia vários anos) lançou os novos processadores Ryzen 5 e Ryzen 7, baseados na arquitetura Zen, utilizando o novo soquete AM4 e uma arquitetura totalmente nova. Já a Intel, que tem lançado uma ou duas novas famílias por ano, lançou no mesmo período a sétima geração de processadores Pentium, Core i3, Core i5 e Core i7, codinome "Kaby Lake".

Com tantos novos processadores no mercado, a pessoa que está querendo montar um novo computador para jogos (ou atualizar o seu computador atual) pode ficar perdida: qual deles vale mais a pena? Qual o que dá mais desempenho? Qual o campeão na relação custo/benefício?

Hoje vamos comparar o desempenho em jogos de dez processadores, cinco da AMD e cinco da Intel, para respondermos a essas perguntas.

melhor_cpu_para_jogos_01.jpg

Figura 1: as caixas de alguns dos processadores testados

Do lado da AMD, nós selecionamos o Ryzen 5 1400, o Ryzen 5 1500X, o Ryzen 5 1600, o Ryzen 5 1600X e o Ryzen 7 1700. Do lado da Intel, trouxemos o Core i3-7100, o Core i3-7350K, o Core i5-7400, o Core i5-7600K e o Core i7-7700K.

Utilizamos uma GeForce GTX 1080, que é uma placa de vídeo topo de linha, em todos os testes. Desta forma, podemos ter uma ideia do desempenho de processamento de cada modelo nos jogos, independente do vídeo integrado (ou da ausência dele) em cada processador.

Preferimos utilizar uma placa de vídeo topo de linha para minimizar o risco de que esta induza um gargalo (saiba o que isto significa clicando aqui), o que causaria resultados semelhantes em todos os processadores.

Nós rodamos onze jogos nos dez processadores, utilizando em todos os casos a mesma configuração e os mesmos drivers.

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar

  • Curtir 24


  Denunciar Artigo

Comentários de usuários




Faltou apenas o Intel Pentium G4560, o que muitos o consideram aqui o melhor custo/benefício para PCs de entrada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Primeira vez que vocês fazem um tópico assim? Nossa, eu achei muito bom!!!!

Parábens CdH!

 

Só um ponto. No custo/frame vocês não dizem se é real ou dólar. (eu sei que é dólar, mas talvez seja interessante indicar...)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que tenham mais matérias como esta futuramente , muito bom !

meu próximo up será um R5 1600 sem dúvidas , só esperar até o fim do ano pros preços darem uma estabilizada razoável :lol:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
18 minutos atrás, Sr. Coxinha disse:

No custo/frame vocês não dizem se é real ou dólar.


Na página "Médias de desempenho" é mencionado que é usado o valor nos EUA (automaticamente em dólar).
 

Citação

Se tomarmos em consideração o preço de cada processador (nos EUA), dividindo-o pela média de quadros por segundo, obtemos o "custo por fps" de cada processador, que nos indica a relação custo/benefício de cada modelo em jogos.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
12 minutos atrás, Lost Byte disse:


Na página "Médias de desempenho" é mencionado que é usado o valor nos EUA (automaticamente em dólar).
 

 

Verdade, falha minha mesmo!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

ótima matéria, pra turminha que sempre pergunta qual pc montar, ver essa matéria antes vai ajudar muito, pois ja virou uma febre em tudo quanté lado as pessoas indicando Ryzen, Ryzen e Ryzen, tipo "vamos f....... com a intel" e nao é bem isso. essa matéria prova que o cara tem que ver outras peças no pc. ver que tipo de jogos ou programas vão ser usados. para pegar um processador X ou Y. me desculpa os fans da amd. mas tudo quanté post hj so da camarada dizendo "pega um Ryzen". acho que o certo é incentivar a galera a ver mais testes como este aqui muito bem organizado. pra ajuda-los raciocinar melhor o que ele tem no pc, o que ele pretente comprar, o que pretende jogar ou trabalhar e chegar no processador ideal. (se tiver erros de ortografia é porque fugi da escola bem cedo).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sensacional análise!

Sempre acreditei no potencial dos Intel Core i3 para jogos e é possível obter uma ótima relação custo x benefício com um processador de entrada + uma placa de vídeo mid/high end.

Uma dúvida, há diferença exclusivamente sobre performance em jogos entre uma placa-mãe low end e outra high end levando em consideração o mesmo socket?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Thiago Luiz P. Viveiros disse:

Sensacional análise!

Sempre acreditei no potencial dos Intel Core i3 para jogos e é possível obter uma ótima relação custo x benefício com um processador de entrada + uma placa de vídeo mid/high end.

Uma dúvida, há diferença exclusivamente sobre performance em jogos entre uma placa-mãe low end e outra high end levando em consideração o mesmo socket?

Obrigado!

Quanto às placas-mãe, elas simplesmente não interferem no desempenho, já que todos os componentes que fazem alguma diferença ficam no processador, como controlador de memória, etc.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Rafael Coelho disse:

Obrigado!

Quanto às placas-mãe, elas simplesmente não interferem no desempenho, já que todos os componentes que fazem alguma diferença ficam no processador, como controlador de memória, etc.

:D Nós leitores é que agradecemos sua atenção @Rafael Coelho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
23 minutos atrás, Wgk Bravo disse:

ótima matéria, pra turminha que sempre pergunta qual pc montar, ver essa matéria antes vai ajudar muito, pois ja virou uma febre em tudo quanté lado as pessoas indicando Ryzen, Ryzen e Ryzen, tipo "vamos f....... com a intel" e nao é bem isso. essa matéria prova que o cara tem que ver outras peças no pc. ver que tipo de jogos ou programas vão ser usados. para pegar um processador X ou Y. me desculpa os fans da amd. mas tudo quanté post hj so da camarada dizendo "pega um Ryzen". acho que o certo é incentivar a galera a ver mais testes como este aqui muito bem organizado. pra ajudar os raciocinar melhor o que ele tem no pc, o que ele pretente comprar, o que pretende jogar ou trabalhar e chegar no processador ideal.


Não é exatamente a intenção de ferrar com a Intel. Ryzen tem vários motivos para ser recomendado, desde a questão dos núcleos a mais, performance suficiente na maioria dos jogos e entre outros. Basicamente o i3 e i5 (7ª geração) apesar de parecerem bons, não são exatamente tão custo/benefício quanto parecem se analisar além dos FPS obtidos nos jogos comparado ao Ryzen.
Concordo que exista um surto de Ryzen sendo recomendado, mas acredite, é com a melhor das intenções!

adicionado 1 minuto depois
40 minutos atrás, Sr. Coxinha disse:

Verdade, falha minha mesmo!


Normal! O cara as vezes vai lendo rapidão e não percebe alguns detalhes. :P

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns, ótimo comparativo, só um adendo @Rafael Coelho, nessa frase, faltou uma vírgula e uma letra - A diferença de desempenho é pequena se compararmos a diferença de preço; afinal temos no comparativo processadores e US$ 120 a US$ 350 (192% de diferença), enquanto a diferença entre a melhor e a pior taxa de quadros média ficou em 44%. - ficando assim no meu ver - A diferença de desempenho é pequena se compararmos a diferença de preço; afinal temos no comparativo, processadores de US$ 120 a US$ 350 (192% de diferença), enquanto a diferença entre a melhor e a pior taxa de quadros média ficou em 44%. - fora isso está top, minha(opinião claro) escolha e recomendação seria, do lado da Intel o Core i5-7400 e o Core i5-7600k, e do lado da AMD os Ryzen 5 1500X e Ryzen 5 1600.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não seria interessante analisar o custo da plataforma toda? Tipo, colocar na conta dos FPS/$ o valor da MOBO? Sei que existem as baratas e as tops, tanto que poderiam ser utilizados ambos os cenários para enriquecer o teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Lost Byte disse:

Faltou apenas o Intel Pentium G4560, o que muitos o consideram aqui o melhor custo/benefício para PCs de entrada.

Esse processador gargalha com a 1060, deve ter sido essa a causa da exclusão

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
29 minutos atrás, Kleber Peters disse:

Não seria interessante analisar o custo da plataforma toda? Tipo, colocar na conta dos FPS/$ o valor da MOBO? Sei que existem as baratas e as tops, tanto que poderiam ser utilizados ambos os cenários para enriquecer o teste.

Poderia ter sido feito, mas na prática há placas-mãe de valores parecidos para as duas plataformas, então não faz muita diferença.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

na tabela não é exagero dizer que os ryzen terão no maximo o desempenho do i5 7400 em jogos, exceto alguma exceção extraordinária, o 7400 é o melhor custo beneficio para indicar  caso o comprador seja um usuario comum e leigo, para técnicos  ou usuarios com experiência técnica na area eu ja indico os ryzen por serem desbloqueados para oc. 

adicionado 4 minutos depois

complementando o meu comentario anterior, sem sombra de duvidas o pentium g4560 consegue empurrrar quanquer jogo para os 60fps, caso o usuario tenha um monitor de 60hz que é o mais comum ou use uma tv para jogos, esse proc é indubitavelmente a melhor escolha em uma maquina de jogos considerando que mesmo calsando "gargalo" em placas top de linha esse gargalo é teorico para quem tem monitor comum de 60hz, ta na moda dizer que um proc causa gargalo por não deixar a placa entregar 100% de uso mais na pratica se a placa entrega 60fps em um monitor de 60hz o ideal é que sobre potencia mesmo para poder utilizar em recursos cosmeticos, filtros e melhorias nos graficos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
22 minutos atrás, Daniel Monteiro Xavier disse:

Esse processador gargalha com a 1060, deve ter sido essa a causa da exclusão


O G4560 tem um desempenho semelhante a um i3 e com diferença de uns R$150~200. Isto de gargalar varia de jogo para jogo, já que em testes com Madmax, por exemplo, empata em FPS com os demais usando uma GTX 1080.
O G4560 talvez não seja o melhor processador para jogos, mas tem o melhor custo/benefício para quem quer investir pouco.

adicionado 7 minutos depois
25 minutos atrás, Wesley Sidney disse:

ta na moda dizer que um proc causa gargalo por não deixar a placa entregar 100%


Realmente é moda sim, afinal também é gargalo no caso usar 100% da placa de vídeo enquanto o processador está em torno de 50% mesmo superando 60 FPS, mas poucos se importam.
Gargalo: Um termo e várias interpretações...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom esse teste! Gostei mesmo.Então praticamente a diferença mesmo está mais na placa de vídeo do que no processador, claro que processador ajuda muito, como vimos. No geral se tivermos com um processador atual e uma placa de vídeo boa, está mais do que ótimo para jogos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom o comparativo, é bom fazer um outro só que desta vez para ferramentas de escritório.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ótimo teste, apesar que, como diz o título, o mesmo é direcionado para games, apesar que é sabido por todos que computador (PC) não tem como utilização única os jogos, sendo assim, eu gostaria de sugerir que vocês fizessem um teste talvez com os seguinte título "Qual o melhor processador para trabalho" ou " para multitarefas do dia a dia". No tocante a renderização, que é algo que eu faço bastante, juntamente com outros aplicativos abertos, o meu Core i7 3770 com 16 gigas de ram e uma geforce 970 fica sempre a 100% de utilização e a temperatura chegava a quase 100º graus célcios onde fui obrigado a colocar um cooler deep cool GAMMAXX 440 que o fez trabalhar no máximo a 55º graus. Neste sentido eu acho que o ryzen irá surpreender, principalmente na comparação de um ryzen 1600 ou 1700 versus core i7 7700K, e lógico, analizando a relação custo benefício.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, ussmonitor disse:

Ótimo teste, apesar que, como diz o título, o mesmo é direcionado para games, apesar que é sabido por todos que computador (PC) não tem como utilização única os jogos, sendo assim, eu gostaria de sugerir que vocês fizessem um teste talvez com os seguinte título "Qual o melhor processador para trabalho" ou " para multitarefas do dia a dia". No tocante a renderização, que é algo que eu faço bastante, juntamente com outros aplicativos abertos, o meu Core i7 3770 com 16 gigas de ram e uma geforce 970 fica sempre a 100% de utilização e a temperatura chegava a quase 100º graus célcios onde fui obrigado a colocar um cooler deep cool GAMMAXX 440 que o fez trabalhar no máximo a 55º graus. Neste sentido eu acho que o ryzen irá surpreender, principalmente na comparação de um ryzen 1600 ou 1700 versus core i7 7700K, e lógico, analizando a relação custo benefício.

O problema de fazermos este comparativo é que para cada programa, nós teríamos uma classificação diferente. Esta classificação, nos programas que nós usamos, está disponível em cada um dos testes de processadores que estão linkados neste artigo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo artigo @Rafael Coelho, acho que seria interessante fazer um teste com placas de vídeo mid e low. Pois geralmente nós compramos placas de vídeo mais baratas. E com umas placas dessa, será que incluir um processador um pouco melhor faz diferença? 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ponte que partiu, que beleza de teste, parabéns, @Rafael Coelho!!!

 

Uma dica, vendo aqui os gráficos e lembrando de outros, seria colocar cores diferentes para os Intel e para os AMD, ou ainda por categoria de preços, por exemplo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Juliovendramini disse:

Parabéns pelo artigo @Rafael Coelho, acho que seria interessante fazer um teste com placas de vídeo mid e low. Pois geralmente nós compramos placas de vídeo mais baratas. E com umas placas dessa, será que incluir um processador um pouco melhor faz diferença? 

Boa sugestão, anotada! É só termos tempo para repetir todos os testes com uma outra placa de vídeo...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Lembrando que o 1400 e 1700 (que foram os que tiveram "pior desempenho") tem os clocks mais baixos mas são desbloqueados para over, podendo assim reduzir a diferença de desempenho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×