Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste do processador A8-7670K

       
 38.132 Visualizações    Testes  
 16 comentários

Nós testamos o A8-7670K da AMD, um processador intermediário com quatro núcleos, clock de 3,6 GHz com clock turbo de 3,9 GHz e motor gráfico Radeon R7 integrado. Confira!

Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

A AMD lançou recentemente novas APUs (como ela chama seus processadores com vídeo integrado) nome-código “Godavari”, que traz algumas pequenas melhorias em relação aos modelos “Kaveri”. Dentre estes novos modelos está o A8-7670K, que é um processador intermediário de quatro núcleos e motor gráfico Radeon R7 integrado. Vamos ver como esse processador se sai contra um dos seus concorrentes diretos, o Pentium G3460.

O A8-7670K tem características bastante semelhantes às do A10-7800, que nós já testamos, sendo que o A8-7670K tem um clock base até um pouco mais alto (3,6 GHz contra 3,5 GHz do A10-7800). A principal diferença está no motor grafico integrado: enquanto os processadores A10 mais recentes trazem 512 núcleos em oito unidades de computação, o motor gráfico do A8-7670K tem 384 núcleos distribuídos em seis unidades de computação.

Inclusive a AMD anuncia este modelo como um “processador de dez núcleos”, dos quais seriam quatro do processador e seis do motor gráfico, mas este tipo de soma não faz sentido em termos técnicos, sendo apenas um recurso de marketing.

Para saber mais sobre os modelos de processadores série A da AMD, leia nosso artigo “Todos os modelos dos processadores série A da AMD.

A Figura 1 revela o processador A8-7670K que utilizamos em nossos testes.

Teste do A8-5670K

Figura 1: o processador A8-7670K

Nós comparamos o desempenho do A8-7670K com um de seus concorrentes diretos, o Pentium G3460. Também incluímos no teste um Pentium G3220, que nós já havíamos testado anteriormente.

Note que, apesar de o Pentium G3460 ser um processador de apenas dois núcleos, nós consideramos que eles são concorrentes diretos baseados no fato de estarem na mesma faixa de preço nos EUA. Nós utilizamos o preço nos EUA pois o preço no Brasil sofre variações decorrentes de vários fatores, principalmente pela flutuação do câmbio. Assim, o preço nos EUA é mais estável e reflete melhor como os fabricantes posicionam seus produtos no mercado. Você pode verificar isto em nosso artigo “Tabela comparativa de preços AMD vs. Intel - outubro/2015.

 Teste do A8-5670K

Figura 2: o A8-7670K (esquerda), o Pentium G3460 (centro) e o Pentium G3220 (direita)

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Muito bom! :)

 

De fato, é uma pena que a AMD não esteja conseguindo oferecer novidades nos últimos tempos, mas é bom ver testes como esses, que mostram que ainda vale a pena montar uma máquina baseada nas APUs, dependendo da finalidade e considerando aquilo que se espera dela.

 

Chama a minha atenção o fato dessa linha não aquecer demais mesmo em overclock. Ainda mais interessante é a utilização do motor gráfico R7, ainda que modesto se comparado aos utilizados em placas de vídeo dedicadas. @Rafael Coelho, sabe informar quais modelos de R7 são indicados para o Dual Graphics (Hybrid Crossfire) com esse processador?

 

Fiquei curioso e deixo como sugestão: quanto melhor ficaria o desempenho do vídeo nessa mesma configuração, mas fazendo uso do Dual Graphics?

 

Obrigado, @Rafael Coelho! thumbsup.gif

Editado por Duda Sgluber
3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom! :)

 

De fato, é uma pena que a AMD não esteja conseguindo oferecer novidades nos últimos tempos, mas é bom ver testes como esses, que mostram que ainda vale a pena montar uma máquina baseada nas APUs, dependendo da finalidade e considerando aquilo que se espera dela.

 

Chama a minha atenção o fato dessa linha não aquecer demais mesmo em overclock. Ainda mais interessante é a utilização do motor gráfico R7, ainda que modesto se comparado aos utilizados em placas de vídeo dedicadas. @Rafael Coelho, sabe informar quais modelos de R7 são indicados para o Dual Graphics (Hybrid Crossfire) com esse processador?

 

Fiquei curioso e deixo como sugestão: quanto melhor ficaria o desempenho do vídeo nessa mesma configuração, mas fazendo uso do Dual Graphics?

 

Obrigado, @Rafael Coelho! thumbsup.gif

 

Vamos dar uma pesquisada em relação ao dual graphics. A sugestão de teste é boa, vamos ver se dá para fazer.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sinceramente, tenho um a4 4000 rodando a 3,6ghx(bclock 120mhz) e placa de video a 1100mhz e rodo bf4 leve como uma pena no medio, não vejo necessidade de uma apu mais forte, mais considerando q no kabum o 7850k esta 579 eu estou perigosamente tentado a comprar um e ver até onde minhas memorias furyX 1600 sobem hehehe, sei não... pra os exagerados que jogam em i7 skylake a 200fps eu não vejo necessidade disso, o jogo rodando a 40 fps ou a 200 se não tiver marcado pra aparecer os fps em tempo real fica tudo a mesma coisa pra mim, eu não vejo diferença... a unica diferença é na conta de luz hahahahahah. rodei starwars battlefront beta esse fim de semana, mais leve que bf4 no a4, imagino q em um a10oc deve ta lindo mesmo, apu + ssd é o q ha.

Editado por Wesley Sidney_781951
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo teste! Gostaria de sugerir que na parte de jogos fossem adicionados benchmarks com uma VGA dedicada, compatível com o nível do processador.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo teste! Gostaria de sugerir que na parte de jogos fossem adicionados benchmarks com uma VGA dedicada, compatível com o nível do processador.

 

Obrigado! Estamos estudando a possibilidade de mais testes com diferentes combinações de placa de vídeo.

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Será que vale a pena montar um PC baseado nessa configuração ou compensa mais esperar pela arquitetura Zen, prevista para o próximo ano?

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Será que vale a pena montar um PC baseado nessa configuração ou compensa mais esperar pela arquitetura Zen, prevista para o próximo ano?

 

Excelsior, creio que dependerá do propósito do PC. Se for um PC básico, para uso doméstico ou tarefas simples de escritório, acho super válido utilizar um APU. 

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Será que vale a pena montar um PC baseado nessa configuração ou compensa mais esperar pela arquitetura Zen, prevista para o próximo ano?

 

Excelsior, creio que dependerá do propósito do PC. Se for um PC básico, para uso doméstico ou tarefas simples de escritório, acho super válido utilizar um APU. 

 

@Excelsior, novas arquiteturas geralmente trazem benefícios. Digo geralmente porque alguns desses "benefícios" são bem questionáveis e devem ser escritos assim mesmo, entre aspas. Quando não são questionáveis, às vezes são modestos em relação à arquitetura anterior.

 

Eu só esperaria pelos processadores da próxima "geração" se não estivesse precisando ou não me importasse em aguardar pra ver como será. Como demonstrado nos testes feitos pelo @Rafael Coelho, e acrescentando ao que disse o @caiokn, APUs são a escolha certa dependendo daquilo que se espera da máquina.

 

Pessoalmente eu acho que elas valem a pena até mesmo para quem espera um pouco mais do que somente tarefas básicas, porque elas têm um bom poder de processamento e um excelente poder de vídeo. Já indiquei/montei algumas máquinas com APUs (avaliando as necessidades/interesses de quem estava comprando, é claro) e o retorno foi muito positivo.

Editado por Duda Sgluber
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O duro é ver lá fora o A8 com preço de Pentium e aqui com preço de i3 e FX 8xxx.

 

Se viessem com preços proporcionais seria excelente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Seria legal se, além de preços compatíveis com os do mercado americano, tivéssemos também os Athlon x4 das séries 700 e 800. Como não existem placas mãe mini itx para os processadores FX, quem quer um PC compacto acaba tendo que pegar um APU ou partir pra Intel.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Excelsior, creio que dependerá do propósito do PC. Se for um PC básico, para uso doméstico ou tarefas simples de escritório, acho super válido utilizar um APU. 

 

@Excelsior, novas arquiteturas geralmente trazem benefícios. Digo geralmente porque alguns desses "benefícios" são bem questionáveis e devem ser escritos assim mesmo, entre aspas. Quando não são questionáveis, às vezes são modestos em relação à arquitetura anterior.

 

Eu só esperaria pelos processadores da próxima "geração" se não estivesse precisando ou não me importasse em aguardar pra ver como será. Como demonstrado nos testes feitos pelo @Rafael Coelho, e acrescentando ao que disse o @caiokn, APUs são a escolha certa dependendo daquilo que se espera da máquina.

 

Pessoalmente eu acho que elas valem a pena até mesmo para quem espera um pouco mais do que somente tarefas básicas, porque elas têm um bom poder de processamento e um excelente poder de vídeo. Já indiquei/montei algumas máquinas com APUs (avaliando as necessidades/interesses de quem estava comprando, é claro) e o retorno foi muito positivo.

 

Bem, acho que vou aguardar mesmo. Meu desktop tá velho demais, mas pro básico ainda tá bom e meu note também. Quando chegar a próxima geração de processadores da AMD montarei outro PC.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho, seria legal também se fossem inclusos nos benchmarks de jogos um gráfico de frame rendering times, para ter uma outra visão do frame rate. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho, seria legal também se fossem inclusos nos benchmarks de jogos um gráfico de frame rendering times, para ter uma outra visão do frame rate. 

 

Vamos estudar a possibilidade... Mas seria bem mais demorado e isso implicaria em menos testes...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como fui da época em que ter um Duron de 700Mhz já era uma excelente opção comparada aos processadores Intel do mesmo preço, hoje faz dois anos e meio que sou um feliz dono de um A8-5600K e a AMD sempre será minha primeira opção devido aos justos preços por ela praticado. Parabéns mais uma vez pelo ótimo teste e principalmente por abrir os olhos de pessoas que se iludem tanto com propagandas que arrancam o dinheiro dos desavisados. Meu ponto de vista, por favor, não fique chateado se você vem caindo na conversa da Intel há anos. Aprenda a lição e pronto!

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como fui da época em que ter um Duron de 700Mhz já era uma excelente opção comparada aos processadores Intel do mesmo preço, hoje faz dois anos e meio que sou um feliz dono de um A8-5600K e a AMD sempre será minha primeira opção devido aos justos preços por ela praticado. Parabéns mais uma vez pelo ótimo teste e principalmente por abrir os olhos de pessoas que se iludem tanto com propagandas que arrancam o dinheiro dos desavisados. Meu ponto de vista, por favor, não fique chateado se você vem caindo na conversa da Intel há anos. Aprenda a lição e pronto!

 

Como disseram em um dos testes de processadores da AMD, que era o mais rápido na época "o processador mais rápido da Intel custa 3,5 vezes mais que o concorrente da AMD, mas ele não é 3,5 vezes mais rápido". E sobre cair na conversa da Intel, eu caí nessa com meu primeiro PC. Poderia ter comprado um com processador Athlon em vez de Celeron em 2005. Depois coloquei um P4 no lugar e além desse desktop ainda tenho um note com processador AMD. Também quero montar um PC com processador AMD mas vou esperar pela arquitetura Zen mesmo. Fiquei até agora com um P4, não custa esperar até o próximo ano, até mesmo porque já não está tão longe assim. Pro meu amigo montei um desktop ano passado com processador AMD e agora o PC do escritório dele está prestes a dar adeus, ele me pediu pra montar outro PC pra ele mas claro, vou de AMD. Só que como dizem, "quem não é visto não é lembrado" e "propaganda é a alma do negócio" e a AMD precisa trabalhar melhor nisso.

Editado por Excelsior
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como fui da época em que ter um Duron de 700Mhz já era uma excelente opção comparada aos processadores Intel do mesmo preço, hoje faz dois anos e meio que sou um feliz dono de um A8-5600K e a AMD sempre será minha primeira opção devido aos justos preços por ela praticado. Parabéns mais uma vez pelo ótimo teste e principalmente por abrir os olhos de pessoas que se iludem tanto com propagandas que arrancam o dinheiro dos desavisados. Meu ponto de vista, por favor, não fique chateado se você vem caindo na conversa da Intel há anos. Aprenda a lição e pronto!

 

@André Marinho, concordo parcialmente com o que você disse. Acredito que a AMD tem bons processadores, mas atualmente a vejo como uma opção custo-benefício e não custo-desempenho. Atende bem a muitos públicos, porém existem situações em que os produtos da concorrência podem fazer diferença significativa e que valham a pena a diferença de preço. No final, a melhor escolha vai depender propósito do PC e do orçamento.

 

 

Vamos estudar a possibilidade... Mas seria bem mais demorado e isso implicaria em menos testes...

 

Sim, entendo. Quando escrevi, pensei em algo simples mesmo, com foco apenas no CPU ou GPU do review e com o intuito de mostrar se há ou não consistência no tempo de renderização dos frames. Pensei nisso depois de ver na prática que o micro-stuttering pode prejudicar a experiência do jogo, embora o FPS pareça bom. Se não for viável fazer um gráfico, apenas colocar a informação sobre qual o pior tempo de renderização que poderia ser encontrado em 75% ou 95% do tempo já ajudaria.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora