Ir ao conteúdo

Teste do processador A8-9600

       
 20.730 Visualizações    Testes  
 37 comentários

Testamos o processador A8-9600 da AMD, que usa o soquete AM4, tem quatro núcleos, clock máximo de 3,4 GHz e traz vídeo integrado Radeon R7. Será que ele é uma boa compra? Confira!

Teste do processador A8-9600
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

O A8-9600 é uma das novas APUs de sétima geração da AMD, que utiliza soquete AM4, com quatro núcleos, clock máximo de 3,4 GHz e TDP de 65 W. Confira o desempenho deste processador!

Quando a AMD anunciou o soquete AM4, foi noticiado que ele suportaria os processadores Ryzen e as futuras APUs (que é como a AMD chama seus processadores com vídeo integrado) de sétima geração. Pois bem, estas novas APUs foram lançadas e o A8-9600 é um dos modelos intermediários, com quatro núcleos, clock base de 3,1 GHz, clock turbo de 3,4 GHz, TDP de 65 W (configurável opcionalmente para 45 W) e motor gráfico Radeon R7 integrado. Ele tem 2 MiB de cache L2 e não possui cache L3.

Porém, o A8-9600 (e os demais modelos de APU lançados recentemente) não utilizam a nova arquitetura Zen da AMD (a mesma utilizada nos processadores Ryzen), sendo baseados no núcleo Bristol Ridge, que utiliza a arquitetura Excavator, a mesma utilizada, por exemplo, no Athlon X4 845, que testamos ano passado. Desta forma, o A8-9600, apesar de utilizar o soquete AM4, não é um Ryzen 3 com vídeo integrado, e sim um processador da geração anterior adaptado para o novo soquete.

Para testarmos o desempenho do A8-9600, vamos compará-lo com o Pentium G4600 da Intel, que é um concorrente próximo em preço, custando US$ 17 a mais, nos EUA. Também o comparamos ao Ryzen 3 1200, para termos ideia da diferença de desempenho entre dois processadores que usam o mesmo soquete, ambos com quatro núcleos, porém baseados em arquiteturas diferentes.

Também incluímos neste comparativo alguns modelos testados ou retestados recentemente, como o Core i3-7100, o Core i5-7400, o Core i5-8400 e o Ryzen 5 1500X. Lembre-se, porém, que todos estes modelos são mais caros do que o A8-9600.

Na Figura 1 vemos a embalagem do A8-9600.

A8-9600-01.jpg

Figura 1: embalagem

A Figura 2 mostra o conteúdo da embalagem: um pequeno manual, um cooler pequeno com dissipador de alumínio, o processador, e um adesivo para o gabinete.

A8-9600-02.jpg

Figura 2: conteúdo da embalagem

A Figura 3 revela o processador A8-9600.

A8-9600-03.jpg

Figura 3: o processador A8-9600

O lado de baixo do processador pode ser visto na Figura 4.

A8-9600-04.jpg

Figura 4: lado de baixo do A8-9600

Utilizamos uma GeForce GTX 1080, que é uma placa de vídeo topo de linha, em todos os testes (exceto nos testes de desempenho do vídeo integrado). Apesar de esta não ser uma placa de vídeo voltada àqueles que compram um processador de baixo custo, a utilizamos para termos certeza que ela não estaria limitando o desempenho do sistema, isto é, gerando um "gargalo", o que mascararia o real desempenho do processador. Ou seja, queríamos verificar qual é o desempenho máximo que o processador analisado oferece, sem qualquer outro componente o limitando. Para entender esta questão mais a fundo, recomendamos que assista ao nosso vídeo "O que é gargalo?".

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Editado por Rafael Coelho

Compartilhar

  • Curtir 8


  Denunciar Artigo

Comentários de usuários




Pelo jeito a CPU dá gargalo no próprio vídeo integrado rsrs. Hoje essa APU não tem um bom custo/benefício já que seu preço é muito semelhante aos concorrentes mais fortes, porém, como chegou por R$300,00 no lançamento o preço deve cair, e se chegar próximo a casa dos R$200,00 deve ser ideal para computadores de escritório ou até para quem quer pegar uma placa-mãe AM4 e migrar para um R3, R5 ou até R7 futuramente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um cenário que seria válido com este processador seria para aqueles que desejam ingressar no AM4 as pressas e comprar uma placa de vídeo depois, assim como também mudar para algum Ryzen potente ou de lançamento futuro.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Cícero Rodrigues disse:

Pelo jeito a CPU dá gargalo no próprio vídeo integrado rsrs. Hoje essa APU não tem um bom custo/benefício já que seu preço é muito semelhante aos concorrentes mais fortes, porém, como chegou por R$300,00 no lançamento o preço deve cair, e se chegar próximo a casa dos R$200,00 deve ser ideal para computadores de escritório ou até para quem quer pegar uma placa-mãe AM4 e migrar para um R3, R5 ou até R7 futuramente.

Na verdade quando este processador apareceu à venda, ele estava mais caro (cerca de R$360), tanto que nós compramos o exemplar testado por este valor (não foi enviado pela AMD). Alguns dias depois, ele caiu para essa faixa de R$300.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

aaaah, ta faltando teste com iGPU, para um PC de entrada sem GPU ainda é o mais forte disponivel. Unico teste em jogo com a iGPU foi em um game CPU bound ainda ;-;

 

Dependendo do jogo, BF1 por exemplo, ja roda com 2x\3x mais FPS que a iGPU HD630, podendo montar um PCzinho  na casa dos R$1200,00 com opções de upgrade, e consumo muito baixo.

 

BF4 +60fps

https://www.youtube.com/watch?v=RHrt_TXZdWM

BF1 ~30fps

https://www.youtube.com/watch?v=LCEP7vy9Xxk

GTA V ~30fps

https://www.youtube.com/watch?v=i8b7lNqUcnk

DOOM +40fps

https://www.youtube.com/watch?v=MugKK_zZT6U

DiRT +40fps

https://www.youtube.com/watch?v=YY6obTHtFSA

 

 

4 horas atrás, Cícero Rodrigues disse:

Pelo jeito a CPU dá gargalo no próprio vídeo integrado rsrs.

 

Tem alguns casos extremos, no qual isso ocorre, violentamente.

 

Dota por exemplo

https://www.youtube.com/watch?v=SjW1rMo4vGw

 

 

 

Editado por Atretador

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agradeço pelo artigo, Ms. @Rafael Coelho! A arquitetura bulldozer e suas derivadas, considerando apenas o poder de processamento, deveria ser jogado no esquecimento.

E considerando o vídeo integrado, deveria ter uma boa vantagem em termos de preço.

Eu só vejo vantagens na arquitetura escavator para reprodutores de mídia mesmo, como um HTPC, para ver fotos, alguns filmes em full hd ou joguinhos antigos de um contra outro com os amigos, utilizando algum emulador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um Q9550 @ 3.78 ghz 4C 4T que é bem antigo fez aqui 419 pontos no Cinebench R15 igual um i3 7100 @ 3.9 ghz 2C 4T(100 mhz a mais, arquitetura recente e IPC bem maior).

 

O A8 9600 não chegou nem na casa dos 300 pontos, muito fraco em processamento.

Editado por OCCT

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
16 minutos atrás, Evandro disse:

Ainda não entendi qual foi a da AMD com estes processadores..

 

Pois é, estou nessa também. Outra coisa que não entendo é quem compra essas apu's e utiliza uma gpu externa (Não falando do teste feito, e sim quem usa no dia a dia).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
30 minutos atrás, Evandro disse:

Ainda não entendi qual foi a da AMD com estes processadores..

Tapar buraco? Enquanto os Raven Ridge não vem...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, RobertoGB disse:

Tapar buraco? Enquanto os Raven Ridge não vem...

 

Tapar buraco que nem as prefeituras aqui do Brasil, que costumam tacar uma pá de piche cru, dar duas "pásadas" na massa e tocar pro próximo buraco, reparo que se vai na próxima chuva..

 

Preferia que dedicassem o tempo deles ao lançamento das APUs Ryzen.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
17 minutos atrás, Evandro disse:

 

Tapar buraco que nem as prefeituras aqui do Brasil, que costumam tacar uma pá de piche cru, dar duas "pásadas" na massa e tocar pro próximo buraco, reparo que se vai na próxima chuva..

 

Preferia que dedicassem o tempo deles ao lançamento das APUs Ryzen.

Pois é, uma APU Ryzen poderia ser com apenas um CCX (quatro núcleos) com SMT, e uma iGPU equivalente a uma Radeon RX 550, já seria uma excelente opção para uma máquina de entrada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
29 minutos atrás, Evandro disse:

 

Tapar buraco que nem as prefeituras aqui do Brasil, que costumam tacar uma pá de piche cru, dar duas "pásadas" na massa e tocar pro próximo buraco, reparo que se vai na próxima chuva..

 

Preferia que dedicassem o tempo deles ao lançamento das APUs Ryzen.

 

Ri muito com essa. Por aqui eles ainda prensam o remendo com a roda do caminhão.

 

Voltando ao assunto: também não entendi a moral da AMD com isso. Para quê perder tempo com uma arquitetura defasada?

Editado por Excelsior

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@EvandroDeve ter muita gente evitando AM4 ainda justamente por falta de IGP. Tenho um conhecido que comprou, a contragosto, um I5 7400 porque não podia esperar mais. Ele não tinha grana pra pegar uma VGA junto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
48 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Pois é, uma APU Ryzen poderia ser com apenas um CCX (quatro núcleos) com SMT, e uma iGPU equivalente a uma Radeon RX 550, já seria uma excelente opção para uma máquina de entrada.

 

Uma 550 sozinha custa mais que um A8

 

 

Raven Ridge, as APUs Ryzen, com 4C\8T vão sair ano que vem, imagino que vá ser que nem com os FX vs A10, no qual os A10 não eram muito mais baratos que os FX do "topo"

 

Até porque nao da para cobrar tão barato assim pelo poder que estão vendendo, um notebook com um R5 2700U que implementa VEGA+Ryzen ja é equivalente a um i7-8550U + MX150(GPU discreta da nVidia.)

 

Deve baixar o custo de notes para jogos, mas não vai ser barato como essas APUs.

 

 

Algo que percebi com testes próprios, a performance cai como uma pedra quando se reduz a 2C\4T ativos, talvez pela estrutura do CCX, talvez por eu fazer coisas de mais ao mesmo tempo xP

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só consigo imaginar que o cenário para o uso dessa APU é com uso do windows LTSB, sei lá, caixa de supermercado, caixa eletrônico, laboratórios ou algo muito específico. Na amazon tu encontra o A8-9600 por $72.69 e o Pentium G4600 por $86.99. Fora isso, nem consigo imaginar algo que possa encaixar essa APU, talvez a ideia seja essa por conta da falta de vídeo integrado nos ryzen, mas mesmo assim, me cheira a uma confusão tremenda lançar arquitetura antiga em socket novo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Evandro disse:

 

Tapar buraco que nem as prefeituras aqui do Brasil, que costumam tacar uma pá de piche cru, dar duas "pásadas" na massa e tocar pro próximo buraco, reparo que se vai na próxima chuva..

 

Preferia que dedicassem o tempo deles ao lançamento das APUs Ryzen.

Falando especificamente da brilhante comparação, aqui é exatamente assim, e pagamos absurdas quantias de IPVA para ter esse tipo de serviço!

 

Quanto a este processador ainda estou tentando entender qual foi da AMD em requentar uma arquitetura defasada e comprovadamente ineficiente frente a concorrência.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, WestJoker disse:

Quanto a este processador ainda estou tentando entender qual foi da AMD em requentar uma arquitetura defasada e comprovadamente ineficiente frente a concorrência.

 

Eu imagino que tenham desenvolvido o chip como uma salvaguarda, e aí decidiram lançar "mesmo assim" só pra amortizar os custos de desenvolvimento e produção enquanto as APUs Ryzen não chegam.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Com certeza eu prefiro pagar $17 a mais pelo g4600. Não há nem o que discutir contra dados tão claros.

Mais uma ótima matéria! Obrigado pelo conhecimento e trabalho para nos dar todas as informações detalhadas. Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, omegahugal disse:

Com certeza eu prefiro pagar $17 a mais pelo g4600. Não há nem o que discutir contra dados tão claros.

Mais uma ótima matéria! Obrigado pelo conhecimento e trabalho para nos dar todas as informações detalhadas. Abraços!

 

Com GPU externa, sim. É um pouco melhor, com o A8 sem overclock.

 

porém. Com iGPU, o A8 entrega +que o dobro de FPS em jogos, por algum motivo resolveram testar o desempenho da iGPU usando um jogo CPU Bound.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Atretador disse:

 

Com GPU externa, sim. É um pouco melhor, com o A8 sem overclock.

 

porém. Com iGPU, o A8 entrega +que o dobro de FPS em jogos, por algum motivo resolveram testar o desempenho da iGPU usando um jogo CPU Bound.

Escolhemos o CS:GO por ser um dos jogos mais populares atualmente, principalmente nesse nicho de computadores de baixo custo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Atretador Entendi seu ponto de vista. Na minha opinião os usuários que querem adquirir componentes de baixo custo na grande maioria são usuários comuns com pouco ou nenhum conhecimento técnico, e irão buscar as opções com melhor desempenho e que não exijam muito esforço em configurações específicas. Neste cenário, acredito que o g4600 ou g4560 também tem uma vantagem em cima do A8 9600. Porém realmente, parece algo bem específico, que na minha opinião não vai trazer muitos compradores para a AMD neste modelo. Abraços.

Editado por omegahugal
uma vírgula.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
15 minutos atrás, omegahugal disse:

 

3 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Escolhemos o CS:GO por ser um dos jogos mais populares atualmente, principalmente nesse nicho de computadores de baixo custo.

Ok, porém para um teste de GPU não serve, já que ele é totalmente CPU bound.

 

O ponto forte da APU é justamente carregar o chip gráfico de uma R5 240, comparando em jogos mais pesados veria diferenças drásticas de performance. Em jogos como BF1 e BF4 por exemplo, veria +2X de diferenca de FPS, com o A8 sendo jogável, sem nem Falar de Doom com Vulcan, podendo rodar ate com algumas opções no High a +40fps.

 

Para um chip integrado, ainda é muito forte. E para um PC de baixo custo, sem GPU, vale muito a pena.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, omegahugal disse:

@Atretador Entendi seu ponto de vista. Na minha opinião os usuários que querem adquirir componentes de baixo custo na grande maioria são usuários comuns com pouco ou nenhum conhecimento técnico, e irão buscar as opções com melhor desempenho e que não exijam muito esforço em configurações específicas. Neste cenário, acredito que o g4600 ou g4560 também tem uma vantagem em cima do A8 9600. Porém realmente, parece algo bem específico, que na minha opinião não vai trazer muitos compradores para a AMD neste modelo. Abraços.

 

Desculpe. Não enredo a parte do muito esforco v:

 

É um proc com uma GPU integrada, só rodar a dual channel, nem precisa gastar 250$ a mais em uma GPU.

 

Como da para ficar mais simples que isso? :v

 

Além do A8 oferecer opções bem mais solidas como upgrade, pelo suporte a longo prazo de AM4.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Atretador Mas ai que tá, ainda não é comum as pessoas montarem um PC gamer sem adquirir uma GPU. Acho que talvez em próximas gerações. Quanto a parte do muito esforço, me referi a fazer OC. A maioria dos usuários não costumam fazer. Mas entendo seu ponto de vista sim, só que vai depender muito do que o usuário vai jogar, e essa integrada é bem limitada. Abraços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, omegahugal disse:

@Atretador Mas ai que tá, ainda não é comum as pessoas montarem um PC gamer sem adquirir uma GPU. Acho que talvez em próximas gerações. Quanto a parte do muito esforço, me referi a fazer OC. A maioria dos usuários não costumam fazer. Mas entendo seu ponto de vista sim, só que vai depender muito do que o usuário vai jogar, e essa integrada é bem limitada. Abraços.

 

Isso porque não tem muitas iGPUs fortes, alem dos A8\A10 e futuramente Raven Ridge da AMD. Únicos capazes de fornecer uma experiencia aceitavel em jogos com iGPU.

 

Com Ryzen + Vega, deve ficar ainda melhor, porém, não deve ser tão barato.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×