Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Processador AMD FX-8150 vs. Core i5-2500K e Core i7-2600K

       
 314.798 Visualizações    Testes  
 192 comentários

A AMD lançou sua nova série de processadores baseada na arquitetura “Bulldozer”, a FX. Vejamos como o modelo FX-8150 (3,6 GHz, oito núcleos) se sai em relação aos seus principais concorrentes, o Core i5-2500K (3,3 GHz) e o Core i7-2600K (3.4 GHz).

Teste do Processador AMD FX-8150 vs. Core i5-2500K e Core i7-2600K
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Após inúmeros atrasos, a AMD finalmente lançou sua nova série de processadores baseada na arquitetura “Bulldozer”, a FX, que tem modelos de quatro, seis e oito núcleos. Hoje nós testaremos o modelo mais topo de linha desta série, o FX-8150 (3,6 GHz, oito núcleos), que está situado entre o Core i5-2500K (3,3 GHz) e o Core i7-2600K (3,4 GHz) em termos de preço. Nós também incluímos no teste o Phenom II X6 1100T (3,3 GHz, seis núcleos), que até o momento era o processador mais rápido da AMD. Vamos ver quem vence esta batalha!

Nós sugerimos a leitura do tutorial “Por Dentro da Arquitetura AMD Bulldozer” caso você queira mais informações sobre esta nova arquitetura. Para uma lista completa dos modelos do processador AMD FX lançados até o momento, leia o tutorial “Todos os Modelos do Processador AMD FX”.

Em resumo, a arquitetura “Bulldozer” traz as instruções SSE4 e AVX que os processadores da AMD não tinham, permite que o processador utilize as velocidades mais elevadas do barramento HyperTransport 3.0 (2,4 GHz/9,6 GB/s e 2,6 GHz/10,4 GB/s) não suportadas pelos processadores soquete AM3, oferece suporte para memórias DDR3 até 1.866 MHz e introduz dois clocks “Turbo”. Além disso, os processadores AMD FX têm o multiplicador de clock destravado, o que permite ao usuário fazer overclock do processador modificando este parâmetro. Os processadores AMD FX requerem um novo tipo de soquete, o AM3+.

O primeiro (e menor) clock “Turbo” é chamado “Turbo Core” e é usado quando o processador “sente” que programas necessitam de mais poder de processamento e ainda há margem suficiente em sua dissipação térmica para aumentar o seu clock. Por exemplo, se o TDP do processador é de 125 W e ele está atualmente dissipando 95 W, o processador “sabe” que ainda há 25 W para “gastar” e, portanto, pode aumentar o seu clock. Neste modo, todos os núcleos do processador podem estar ativos.

O segundo (e maior) clock “Turbo” é chamado “Max Turbo” e entra em ação quando há núcleos de processamento ociosos. Neste caso, o processador coloca os núcleos ociosos para “dormir”, permitindo que ele aumente o seu clock e a dissipação térmica ainda mais.

AMD FX-8150
Figura 1: Processador AMD FX-8150

AMD FX-8150
Figura 2: Processador AMD FX-8150

Vamos agora conhecer os processadores incluídos no teste.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Fiquei com uma dúvida no teste...

a memória utilizada é DDR3 1866, sendo que só o processador FX suporta oficialmente esse padrão...

Foi utilizado o mesmo clock de memória para todos os processadores?

Quanta vantagem o FX obteria com esse aumento de clock de memória??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Fiquei com uma dúvida no teste...

a memória utilizada é DDR3 1866, sendo que só o processador FX suporta oficialmente esse padrão...

Foi utilizado o mesmo clock de memória para todos os processadores?

Quanta vantagem o FX obteria com esse aumento de clock de memória??

Usamos 1.866 MHz para o FX-8150 e 1.333 MHz para os demais.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Usamos 1.866 MHz para o FX-8150 e 1.333 MHz para os demais.

Abraços,

Gabriel.

Ou seja, se estivesse com memória de 1333 MHz, coisa poderia ficar ainda pior para os FX. Aliás, o uso de memória de 1866 MHz ainda encarece mais (o já caro) conjunto.

E as latências em 1333 MHz, também foram CL9?

A propósito, a AMD não chegou a colocar um preço sugerido, já que o da Newegg anda acima do esperado?

Editado por ignacho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ou seja, se estivesse com memória de 1333 MHz, coisa poderia ficar ainda pior para os FX. Aliás, o uso de memória de 1866 MHz ainda encarece mais (o já caro) conjunto.

Ficaria, tem certeza ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Supondo que, se os programas testados suportassem mais do que 4 núcleos, o processador testado se sairia melhor? Incrível que mesmo com 4 núcleos e velocidade a menos, o Core i7 2600K foi o mais rápido!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Supondo que, se os programas testados suportassem mais do que 4 núcleos, o processador testado se sairia melhor? Incrível que mesmo com 4 núcleos e velocidade a menos, o Core i7 2600K foi o mais rápido!!!

Alguns suportam, mas não é em todos estes casos que o Bulldozer chega perto, só em alguns.

E se for ver na real, ele tem 4 núcleos, a AMD errou feio em falar de 8 núcleos, parece aqueles vendedores de PClixo em loja tosca falando em 8 méga de quéxe e trêispontosseisgigarrértiz..

Por isso eu disse poderia ;)

Poder não é ser, e vendo outros testes, a diferença de desempenho produzida pelas memórias não incomoda nem a margem de erro.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Supondo que, se os programas testados suportassem mais do que 4 núcleos, o processador testado se sairia melhor? Incrível que mesmo com 4 núcleos e velocidade a menos, o Core i7 2600K foi o mais rápido!!!

Bem, o codec x264 suporta até 128 núcleos, e por testes que vi por aí, ainda assim o FX-8150 empatou com o i7 2600.

Ainda deve sair algumas otimizações para Bulldozer, já que a AMD disponilizou 2x Bulldozer de 16 núcleos cada para o principal responsável pelo codec.

Editado por Oryon

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"Decepção" mesmo esse processador. E tava até pensando em comprar um desses final do ano, ja que vou ter que upgradear geral, meu core 2 duo não guenta mais, fica só no 100% durante os jogos.

O Core i7 2600k parece ser no final das contas o melhor custo x beneficio ja q tende a durar mais tempo, no sentido do desempenho final real.

Essa arquitetura bulldozer promete? Ainda tem salvação? Ou ja nasceu morta? Fica a duvida.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
E as latências em 1333 MHz, também foram CL9?

Sim, claro. Queremos uma comparação justa.

Essa arquitetura bulldozer promete? Ainda tem salvação? Ou ja nasceu morta? Fica a duvida.

Ainda tem muito pano para manga. Li no teste do Anandtech que a AMD está dizendo que o Windows 7 não seria otimizado para o Bulldozer, e que teríamos de esperar o Windows 8 para ver todo o potencial desse processador. Eu sou mais cético...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A M$ está de sacanagem a respeito deste suporte. Mas que fazer? O win8 beta já dá este suporte?

Não sei... Gabriel, se fazer testes com Linux traria alguma vantagem, ou se mitigaria as dúvidas de performance dos BDZ... Seria possível ou não há meios ou não faria diferença?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Já esperava por isso, como comentei naquele fórum daquele japa que não pode ser citado aqui(acho).

Porquê só tem teste voltado para multimídia?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ainda tem muito pano para manga. Li no teste do Anandtech que a AMD está dizendo que o Windows 7 não seria otimizado para o Bulldozer, e que teríamos de esperar o Windows 8 para ver todo o potencial desse processador. Eu sou mais cético...

Isso junto com a pseudo correção do micro código + patch para sistema operacional + programas otimizados = jogar a sujeira embaixo do tapete.

Realmente esse processador foi um fracasso total, e penso que foi uma experiência em larga escala com o processo de 32 nm (onde vão colocar a culpa). Ele deveria ser 50% melhor que um Thuban X6 e em alguns casos é até pior, e em alguns ganha por 4%, que considero empate técnico.

Isso é um total desrespeito com o consumidor, bem parecido com o lançamento do P4, onde ele era inferior a alguns P3. Nos EUA muito provavelmente alguns consumidores vão processar a AMD por isso (como o fizeram com a Intel).

Meu pitaco :(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ainda bem que não vendi meu phenom ii X4 a preço de banana, esse lançamento foi um tiro no pé, rss agora os X6 1090T e 1100T vão valorizar mais, hehe e provavelmente sumir do mercado comprados pela galera que esperava fazer um upgrade, nem precisarão trocar a placa mãe.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Depois de usar por quase 3 anos um A64 X2 3800+ ( até outubro de 2010 ) que "apesar de ter 2 núcleos " travava a performance dos meus jogos, nao vou mais de AMD. A intel errou feio na epoca do pentium 4 prescot e norwood e de lá pra cah sempre tem acertado a mao em termos de processadores.

Esses Buldozes tem GPU integrada como os Llano? O video deles é melhor q uma intel HD 3000?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa tarde a todos!!!

Eu particularmente acho que esses testes usam uma metodologia errada.

É de conhecimento de todos que muitos programas têm desempenho otimizados para processadores intel, como é o caso da Adobe e como este é um produto novo, pode ser que seu desempenho esteja afetado pelos drivers utilizados. Sendo assim acho que uma maneira mais justa de comparar o desempenho desses hardwares, sejam eles placas de vídeo ou processadores, seria realizar benchmarks utilizando uma plataforma livre, sendo todos programas livres, desde o sistema operacional e drivers até os programas de benchmarks, dessa maneira não haveria margens para que se falasse que um determinado programa, beneficia "esse ou aquele" produto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Caramba, que decepção... Esperei muito tempo para ver um "FX" e quando vejo é esse fiasco. Também estava esperando o teste aqui no CDH para fechar a minha opinião.

Valeu!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gabriel, pela experiência que você tem, você acha que se tal otimização para Windows e Linux acontecer,o ganho de desempenho pode emparelar a dispusta entre o AMD FX8150 com o i52500K e i72600K, e a questão do processador ser ruim em processamento single thread (não sei se é assim que escreve) é verdade, eu le isso em alguns sites. Igual outro amigo escreveu,realmente da pra esperar algo dessa arquiterura?

Boa Tarde,

Bom Trabalho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Boa tarde a todos!!!

Eu particularmente acho que esses testes usam uma metodologia errada.

É de conhecimento de todos que muitos programas têm desempenho otimizados para processadores intel, como é o caso da Adobe e como este é um produto novo, pode ser que seu desempenho esteja afetado pelos drivers utilizados. Sendo assim acho que uma maneira mais justa de comparar o desempenho desses hardwares, sejam eles placas de vídeo ou processadores, seria realizar benchmarks utilizando uma plataforma livre, sendo todos programas livres, desde o sistema operacional e drivers até os programas de benchmarks, dessa maneira não haveria margens para que se falasse que um determinado programa, beneficia "esse ou aquele" produto.

Talvez errada para medir o desempenho "real" do processador, porém os testes ilustram perfeitamente as tarefas realizadas na prática, o uso que a maioria das pessoas faz dos processadores, acho que o tipo de teste que você propõem seria mais adequado à processadores voltados à supercomputação ou tarefas similares.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ainda tem muito pano para manga. Li no teste do Anandtech que a AMD está dizendo que o Windows 7 não seria otimizado para o Bulldozer, e que teríamos de esperar o Windows 8 para ver todo o potencial desse processador. Eu sou mais cético...

Como diria o Srº Omar "TRÁGICO", e acrescento "VERGONHOSO", uma empresa como a AMD dizer uma coisa dessas, desculpa pra boi dormir, quer dizer que eles (AMD) lança uma decepção dessas (BULLDOZER) e a culpa é da Microsoft (WINDOWS 7), mais já tá virando moda essas desculpas esfarrapadas, esses dias o produtor John Carmack da ID SOFTWARE responsável pela produção do jogo RAGE, também achou culpados pros bugs do RAGE.

"A culpa foram dos fabricantes das placas de vídeo AMD/ATI e Nvidia, que lançaram os drivers mais recentes de seus produtos"

Fonte: GameVicio

Ainda bem que não esperei e troquei de plataforma, se tivesse esperado como muita gente fez, hoje eu estaria muito revoltado com a AMD.

Juntao !!!

Editado por Juntao

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
É de conhecimento de todos que muitos programas têm desempenho otimizados para processadores intel, como é o caso da Adobe e como este é um produto novo, pode ser que seu desempenho esteja afetado pelos drivers utilizados. Sendo assim acho que uma maneira mais justa de comparar o desempenho desses hardwares, sejam eles placas de vídeo ou processadores, seria realizar benchmarks utilizando uma plataforma livre, sendo todos programas livres, desde o sistema operacional e drivers até os programas de benchmarks, dessa maneira não haveria margens para que se falasse que um determinado programa, beneficia "esse ou aquele" produto.

Tá, aí usando esses programas livres chega-se a conclusão que os processadores AMD são melhores. Aí você compra um processador AMD e bota ele pra rodar Adobe e outros programas otimizados pra Intel e ele se sai pior que um Intel.

Que que adianta? Processador tem que ser testado com programas reais.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

AMD teria que ser agressiva nos preços para justificar maior consumo de energia, como já foi comentado.

Coerente com a extinta linha FX 939, o Bulldozer FX tem péssima relação custo x benefício.

No entanto, ninguém ficará decepcionado com seu desempenho, estando ciente de suas deficiências.

Editado por R2.D2

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×