Ir ao conteúdo

Teste do processador Celeron G3930

       
 11.467 Visualizações    Testes  
 17 comentários

Testamos o Celeron G3930, processador de baixo custo da Intel, com dois núcleos e clock de 2,9 GHz. Confira!

Teste do processador Celeron G3930
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

O Celeron G3930 é o processador de mais baixo custo da Intel, com dois núcleos, clock de 2,9 GHz, TDP de 51 W e utilizando soquete LGA1151. Vamos ver como é o seu desempenho.

A sétima geração dos processadores Core i da Intel para computadores de mesa, codinome Kaby Lake, tem processadores topo de linha como o Core i7-7700K, intermediários como o Core i5-7400 e o Core i3-7350K, e básicos como o Pentium G4600, dentre outros. Assim, podemos considerar que o Celeron G3930 é o "primo pobre" destes modelos, pois é o mais barato deles e um dos processadores mais baratos disponíveis atualmente no mercado. As principais diferenças entre o Celeron G3930 e os modelos mais caros são a quantidade de núcleos (apenas dois), a ausência da tecnologia Hyper-Threading e o menor cache L3 (2 MiB), além do clock mais baixo, obviamente.

Assim, fica claro que o Celeron G3930 é voltado a computadores onde o desempenho não seja um fator crítico, tipicamente computadores de escritório (utilizados apenas para digitação de textos e formulários), automação comercial, terminais de auto atendimento, etc.

Apesar disso, rodaremos alguns programas e jogos para termos uma ideia se ele é uma opção viável para computadores domésticos e mesmo para jogadores casuais.

Comparamos o Celeron G3930 ao A8-9600, que testamos recentemente. Apesar de este modelo da AMD também ser considerado um processador de baixo custo, vale lembrar que ele custa quase o dobro do Celeron G3930. Também incluímos neste comparativo alguns modelos testados ou retestados recentemente, como o Core i3-7100, o Core i5-7400, o Core i5-8400 e o Ryzen 5 1500X. Lembre-se, porém, que todos estes modelos são bem mais caros do que o Celeron G3930.

Na Figura 1 vemos a embalagem do Celeron G3930.

CeleronG3930-01.jpg

Figura 1: embalagem

A Figura 2 mostra o conteúdo da embalagem: manual, um adesivo para o gabinete, cooler e o processador propriamente dito.

CeleronG3930-02.jpg

Figura 2: conteúdo da embalagem

A Figura 3 revela o processador Celeron G3930.

CeleronG3930-03.jpg

Figura 3: o processador Celeron G3930

O lado de baixo do processador pode ser visto na Figura 4.

CeleronG3930-04.jpg

Figura 4: lado de baixo do Celeron G3930

Utilizamos uma GeForce GTX 1080, que é uma placa de vídeo topo de linha, em todos os testes (exceto nos testes de desempenho do vídeo integrado). Apesar de esta obviamente não ser uma placa de vídeo voltada àqueles que compram um processador de baixo custo, a utilizamos para termos certeza que a placa de vídeo não estaria limitando o desempenho do sistema, isto é, gerando um "gargalo", o que mascararia o real desempenho do processador. Ou seja, queríamos verificar qual é o desempenho máximo que o processador analisado oferece, sem qualquer outro componente o limitando. Para entender esta questão mais a fundo, recomendamos que assista ao nosso vídeo "O que é gargalo?".

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar

  • Curtir 8


  Denunciar Artigo

Comentários de usuários


Cara, o teste do G3930 só evidencia a decepção com o A8-9600. Um processador que custa a metade consegue fazer frente a ele em grande parte dos cenários, chegando a superar ele. Na minha opinião, a única vantagem do A8 é economizar agora para, num segundo momento, partir para um Ryzen.

No mais, temos um campeão, G3930, para balcões de atendimento e computadores "de lojas de geladeira" para tias acessarem "feice". 

Ótimo teste e continuem assim! 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Kleber Peters disse:

balcões de atendimento e computadores "de lojas de geladeira" para tias acessarem "feice".

Pensei a mesma coisa. Esse CPU seria incrível para minha avó que usa o PC pra ver Netfllix, postar bobabem no Facebook e ler resumo de novela.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho Acho que seria legal incluir testes com a iGPU desses processadores de baixo custo, já que os usuários em sua maioria quando investem em algo assim irão utilizar os gráficos integrados do mesmo para depois fazer um upgrade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Compartilho a decepção com 0 A8 9600. Empatar ou perder para um Celeron ,que é o pior dos piores entre os processadores  ,foi um começo com o pé esquerdo com as APUs da AMD. Nem uma R7 integrada evitou o desempenho pífio.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
54 minutos atrás, LeVader disse:

@Rafael Coelho Acho que seria legal incluir testes com a iGPU desses processadores de baixo custo, já que os usuários em sua maioria quando investem em algo assim irão utilizar os gráficos integrados do mesmo para depois fazer um upgrade.

Hãaaa... Mas e o que nós já fizemos? Não está aparecendo pra você?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse A-9600 realmente não serve para nada! Até mesmo porque a AMD já lançou um athlom requentation também para AM4, e se alguém precisa espremer o orçamento para montar um Ryzen, investe na VGA top e põe o marmitex até poder comprar o Ryzen.

 

P.S. vamos ter teste deste Athlom AM4?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O mais interessante sobre este processador é ele não gargalar com uma GTX 1080. Legal.

 

Mias um ótimo artigo Mestre Rafael. Abraços!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@omegahugal Gargalo depende do jogo... Exigência de CPU/GPU varia de jogo p/ jogo. Meu phenom II X4 deixa minha GTX 460 cravada em 100% de uso o tempo todo no Crysis 2. No mesmo sistema o uso de GPU não chega a 40% no LoL, mesmo com o nível de detalhes no máximo e anti-aliasing ativado.

Sim, meu pc já é bem velho :P

Editado por RobertoGB

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Já devo imaginar os stutterings desse processador pra rodar o The Witcher III em Novigrad... Pelo menos rodou, nem acreditei nisso. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Ian Rossi disse:

Já devo imaginar os stutterings desse processador pra rodar o The Witcher III em Novigrad... Pelo menos rodou, nem acreditei nisso. 

Esqueci de escrever no texto, mas na verdade teve bastante travamentos no The Witcher 3, apesar do framerate ser razoável, o jogo não ficou "jogável" na prática. De qualquer forma, é óbvio que esse processador não é recomendável para esse tipo de coisa.

 

5 horas atrás, Scotta disse:

Esse A-9600 realmente não serve para nada! Até mesmo porque a AMD já lançou um athlom requentation também para AM4, e se alguém precisa espremer o orçamento para montar um Ryzen, investe na VGA top e põe o marmitex até poder comprar o Ryzen.

 

P.S. vamos ter teste deste Athlom AM4?

Teríamos que comprar esse modelo, como compramos o A8-9600. Se tivermos bastante gente fazendo assinatura VIP, quem sabe?

adicionado 1 minuto depois
3 horas atrás, omegahugal disse:

O mais interessante sobre este processador é ele não gargalar com uma GTX 1080. Legal.

 

Mias um ótimo artigo Mestre Rafael. Abraços!!

Na verdade, como ele obteve um desempenho bem mais baixo do que os outros processadores (Pentium, Core i3, Ryzen 3) isso significa que ele "gargalou" sim.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Esqueci de escrever no texto, mas na verdade teve bastante travamentos no The Witcher 3

Na verdade, deve ter tido muito framedrop em praticamente todos os jogos com requisito mínimo para Quad-Core... Só rodou provavelmente por causa da GTX 1080 :v. Já rodei jogos atuais com o Celeron G1610, mas é bem difícil mesmo... 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse processador entrega um belo desempenho pelo preço. Sempre achei ele e o G3900 interessantes.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×