Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Processador Core 2 Extreme QX9650

       
 132.592 Visualizações    Testes  
 7 comentários

O Core 2 Extreme QX9650 é o processador para desktops mais topo de linha disponível no mercado hoje, tendo quatro núcleos, fabricado em 45 nm, clock interno de 3 GHz, clock externo de 1.333 MHz, 12 MB de cache L2 e as novas instruções SSE4. Este processador é realmente mais rápido do que os processadores de quatro núcleos “antigos”? Confira.

Teste do Processador Core 2 Extreme QX9650
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O Core 2 Extreme QX9650 da Intel, conhecido anteriormente como Yorkfield, é o primeiro processador para desktop da Intel a ser construído com processo de 45 nm. Ele é um processador de quatro núcleos que trabalha internamente a 3 GHz e externamente a 1.333 MHz, tendo portanto as mesmas especificações de clock do Core 2 Extreme QX6850. O QX9650, no entanto, traz duas novidades: o novo conjunto de instruções SSE4 e um cache de memória L2 maior (12 MB), o que faz com que este seja o processador para desktop mais topo de linha disponível no mercado hoje. Será que essas duas novas características aumentam o desempenho do processador? É exatamente isso que iremos descobrir.

Core 2 Extreme QX9650
Figura 1: Amostra de engenharia do Core 2 Extreme QX9650.

Nós já escrevemos dois artigos explicando o novo processo da fabricação de 45 nm da Intel, também conhecido pelo codinome Penryn: Detalhes Sobre a Nova Tecnologia de Fabricação de 45 nm da Intel e Novas Características do Núcleo Penryn. Nós recomendamos que você leia esses dois artigos para entender a tecnologia de fabricação por trás do Core 2 Extreme QX9650.

Só para esclarecer, Penryn não é o codinome de um processador específico, mas sim o codinome do processo de fabricação de 45 nm da Intel. O codinome dos processadores para desktop usando tecnologia Penryn é Yorkfield. Portanto você pode encontrar esse processador sendo referenciado por esses dois nomes.

Na tabela abaixo nós listamos todos os processadores incluídos neste teste e suas principais especificações técnicas. Como mencionamos o Core 2 Extreme QX9650 tem exatamente as mesmas especificações de clock do Core 2 Extreme QX6850 – trabalhando internamente a 3 GHz, clock esse obtido através da multiplicação do seu clock externo por 9 – por essa razão estávamos muito curiosos para comparar esses dois processadores.

Como você pode ver, este processador de quatro núcleos continua a usar dois caches L2. Dessa forma seu cache L2 de 12 MB é na verdade formado por dois caches de 6 MB, o primeiro sendo compartilhado entre os núcleos 1 e 2 e o segundo sendo compartilhado entre os núcleos 3 e 4. Para uma explicação mais detalhada sobre este assunto leia nosso artigo Visão Geral dos Futuros Processadores de Quatro Núcleos da Intel.

Só a título de informação, nós configuramos as memórias DDR2-1066/PC2-8500 para trabalharem sempre a 1.066 MHz.

Processador

Núcleos

Clock Interno

Clock Externo

Cache de Memória L2

SSE4

Plataforma

TDP

Tecnologia de Fabricação

Core 2 Extreme QX9650

4

3 GHz

1.333 MHz (333 MHz x 4)

6 MB x 2

Sim

Soquete LGA775

130 W

45 nm

Core 2 Extreme QX6850

4

3 GHz

1.333 MHz (333 MHz x 4)

4 MB x 2

Não

Soquete LGA775

130 W

65 nm

Core 2 Extreme QX6700

4

2.66 GHz

1.066 MHz (266 MHz x 4)

4 MB x 2

Não

Soquete LGA775

130 W

65 nm

Core 2 Extreme X6800

2

2.93 GHz

1.066 MHz (266 MHz x 4)

4 MB

Não

Soquete LGA775

75 W

65 nm

Core 2 Duo E6750

2

2.66 GHz

1.333 MHz (333 MHz x 4)

4 MB

Não

Soquete LGA775

65 W

65 nm

Core 2 Duo E6700

2

2.66 GHz

1.066 MHz (266 MHz x 4)

4 MB

Não

Soquete LGA775

65 W

65 nm

Pentium 4 550

1

3.4 GHz

800 MHz (200 MHz x 4)

1 MB

Não

Soquete LGA775

115 W

90 nm

TDP significa Thermal Design Power e indica a máxima dissipação térmica do processador, isto é, o cooler do processador deverá ser capaz de dissipar pelo menos esta quantidade de calor.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Processadores topo de linha não costumam ser bons custo x benefício visto que um processador inferior devidamente overclockado entregará a mesma performance. De qualquer forma esta nova geração mostra um potencial de over muito bom e isto é realmente muito interessante, vamos esperar agora pelos outros modelos que virão.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

isso se deve ao fato de eles aumentarem a tensão (vcore) do processador, aqui no CdH eles nunca aumentam a tensão, 1º por questão de segurança, uma vez que esta é uma amostra de engenharia (edição especial para desenvolvedores) e 2º por muitas pessoas não gostarem de aumentar voltagens e tambem porque um quezito a ser analisado em um novo processador, é justamente a capacidade de over em stock (tensão padrão)...

... ^^ ...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na minha opinião não vale a pena investi nesse processador porque no ano que vem a intel deve lançar um verdadeiro processador de 4 núcleos em vez desse 2 x 2.

A AMD também deve lançar novos modelos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

acho que nao vale a penma

melhor compra o 6850

a nao ser que use muitos programas com nova tecnologia e faça over pra 4ghz e tenha muito dinheiro claro ^^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×