Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Processador Core i7-3960X Extreme Edition

       
 163.198 Visualizações    Testes  
 35 comentários

A Intel está lançando hoje o seu processador mais topo de linha, o Core i7-3960X (3,3 GHz), codinome “Sandy Bridge-E”, que utiliza o novo soquete 2011 e suporta memória de quatro canais.

Teste do Processador Core i7-3960X Extreme Edition
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Intel lançou hoje a sua plataforma mais topo de linha, a soquete LGA2011 (LGA2011), para uma nova geração de processadores Core i7 codinome “Sandy Bridge-E”, que suporta a nova arquitetura de memória de quatro canais. O modelo topo de linha é o Core i7-3960X, que tem um clock base de 3,3 GHz, suporte para a tecnologia Turbo Boost elevando o clock base do processador para 3,9 GHz quando mais desempenho é necessário, seis núcleos de processamento com tecnologia Hyper-Threading, controlador PCI Express 3.0 e outros recursos. Vamos analisar o desempenho deste monstro.

Este novo processador chegará ao mercado norte-americano custando por volta de US$ 1.000, preço similar ao de outros processadores topo de linha da Intel, como o Core i7-980X e o Core i7-990X. A Intel também está lançando hoje o Core i7-3930K por um preço sugerido de US$ 555 nos EUA (custando US$ 600 na Newegg.com), que tem um clock base de 3,2 GHz e um clock turbo de 3,8 GHz, mas o seu cache de memória L3 é menor ao do Core i7-3960X (12 MB vs. 15 MB). A Intel lançará um terceiro modelo soquete LGA2011 no próximo ano, o Core i7-3820, que terá um clock base de 3,6 GHz, clock turbo de 3,9 GHz, quatro núcleos de processamento com tecnologia Hyper-Threading e 10 MB de cache L3. A Intel não informou por quanto este processador chegará ao mercado.

Nas Figuras 1 e 2 nós comparamos o tamanho físico do novo Core i7-3960X Extreme Edition com o de outros dois processadores Core i7 da Intel, um baseado no soquete LGA1366 e outro baseado no soquete LGA1155.

Intel Core i7-3960X Extreme Edition
Figura 1: Core i7-3960X (LGA2011, esquerda), Core i7-990X (LGA1366) e Core i7-2600K (LGA1155)

Intel Core i7-3960X Extreme Edition
Figura 2: Core i7-3960X (LGA2011, esquerda), Core i7-990X (LGA1366) e Core i7-2600K (LGA1155)

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Poxa legal, muito bem escrito, só esqueceram de justificar a comparação inicial do 1155 não só nas fotos como nos testes. Assim fica uma comparação entre os 1155,2011 e os FM1, acredito que isso daria outro tópico muito interessante.

Acho que agora que lançaram os 3960x e os 3960K compara com os 1155 2500K/2700k e os Buldozzer, tanto em over como desempenho geral.

Acredito que seria muito interessante um artigo destes, seria o melhor artigo do fim da primeira década ficará na história, estamos entrando na era fotônica/quântica e esta talvez seja a ultima arquitetura pc como conhecemos nos próximos 5 anos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Encontrei um erro na tabela dos processadores o socket LGA 2011 suporta apenas DDR3-1600 mas vocês colocaram o Core i7 3960X como suportando DDR3-2133 senão me engano está na 3ª página.

O preço dele é muito alto e não justifica gastar esta fortuna e ter um pouco mais de desempenho em relação ao Core i7 2600 e Bulldozer.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Por que nas fotos dos testes o FX-8150 está com 2,90GHz???

Não seria 3.60GHz ou até mesmo 3.90GHz com Turbo Boost???

Corrijam aí.

Esse novo i7 é um baita CPU mas só "louco" compraria ele.

Mas bem que eu queria ser "louco" hehe.:)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Por que danado nos testes com jogos, só utilizam configurações no LOW??? Ninguém vai montar máquinas deste porte para ficar jogando no LOW não :dry::dry:!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eles colocam no low para mostrar a performance dos processadores, pois se colocarem no high, praticamente não haverá diferença pois se não der gargalo no processador(o que não iria acontecer) o desempenho seria igual.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Poxa legal, muito bem escrito, só esqueceram de justificar a comparação inicial do 1155 não só nas fotos como nos testes. Assim fica uma comparação entre os 1155,2011 e os FM1, acredito que isso daria outro tópico muito interessante.

Acho que agora que lançaram os 3960x e os 3960K compara com os 1155 2500K/2700k e os Buldozzer, tanto em over como desempenho geral.

Acredito que seria muito interessante um artigo destes, seria o melhor artigo do fim da primeira década ficará na história, estamos entrando na era fotônica/quântica e esta talvez seja a ultima arquitetura pc como conhecemos nos próximos 5 anos.

O problema é que não tivemos tempo para incluir mais processadores. Demoramos muito tempo coletando dados e não temos muito tempo entre o recebimento do processador e a publicação do teste.

Encontrei um erro na tabela dos processadores o socket LGA 2011 suporta apenas DDR3-1600 mas vocês colocaram o Core i7 3960X como suportando DDR3-2133 senão me engano está na 3ª página.

O preço dele é muito alto e não justifica gastar esta fortuna e ter um pouco mais de desempenho em relação ao Core i7 2600 e Bulldozer.

Apesar de oficialmente o suporte ser até DDR3-1600, esse processador aceita até DDR3-2133 sem problemas (essa informação foi inclusive enfatizada pela própria Intel). Nosso teste foi feito com memórias DDR3-2133 rodando a 2,133 MHz.

Por que nas fotos dos testes o FX-8150 está com 2,90GHz???

Não seria 3.60GHz ou até mesmo 3.90GHz com Turbo Boost???

Corrijam aí.

Esse novo i7 é um baita CPU mas só "louco" compraria ele.

Mas bem que eu queria ser "louco" hehe.:)

Não há erro algum, por padrão nós colocamos o clock base nos gráficos. Poderemos até mudar isso no futuro...

Por que danado nos testes com jogos, só utilizam configurações no LOW??? Ninguém vai montar máquinas deste porte para ficar jogando no LOW não :dry::dry:!

Já explicado por outro usuário. Se você aumentar a qualidade de vídeo você estará puxando desempenho da placa de vídeo e não do processador. Só dá para medir o impacto do desempenho do processador com qualidade de vídeo baixa.

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Resta saber se essa plataforma vai "pegar", pois em termos de custo/benefício ela parece perder feio para os 1155.

Por isso concordo com quem diz que seria interessante comparar o desempenho desse processador com um 2600k. De repente pegar algum lançamento de i7 soquete 1155 e compará-lo com esse 2011 em um próximo teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um detalhe que me chamou a atenção na página 2 foi a possibilidade de configurações das pistas para as placas de vídeo. Acho que ficou faltando uma quarta possibilidade, que é a de todas as placas serem acessadas a x8.

Resta saber se essa plataforma vai "pegar", pois em termos de custo/benefício ela parece perder feio para os 1155.

Por isso concordo com quem diz que seria interessante comparar o desempenho desse processador com um 2600k. De repente pegar algum lançamento de i7 soquete 1155 e compará-lo com esse 2011 em um próximo teste.

Eu concordo. Este novo Core i7 3960X é bom, seu desempenho ficou próximo às minhas expectativas, mas é tão caro que dificilmente vai valer a pena. É complicado em termos de Brasil alguém pagar mais de 2000 reais só no processador...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não há erro algum, por padrão nós colocamos o clock base nos gráficos. Poderemos até mudar isso no futuro...

Mas qual é o clock base do FX-8150? Não seria 3,6 GHz? Clock base é o mesmo que clock em stock ou eu estou falando besteira?

O Core i7-3960X é cpu parrudo, mas na comparação entre Core i7-3960X versus FX-8150, acho que não vale um investimento 3 vezes maior. Realmente, como já disseram, faltou o 2600k.

Editado por deniscr

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

deu pra ver que esses sandy bridge-e foram voltados pra quem trabalha com video e fotos, com certeza serão os primeiros da fila para adquirir um desses.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que mesmo para entusiastas o X79 ficou devendo. Cadê o suporte a USB 3.0? Apenas duas portas sata 3.0?

Pra quem está na plataforma 1155, não tem porque sair dela, ainda mais porque ela será compatível com os futuros ivy bridges.

Pra quem está na X58 também acho que não vale a pena, os ivy bridge-e vão sair no ano que vem.

Pra mim faltam justificativas para o investimento nessa plataforma. É plataforma pra pessoal que quer bater recordes no HWboot e coisas do tipo, pra qualquer outro segmento não faz muito sentido. Se existissem processadores de 6 núcleos no LGA 1155, aí é que não faria sentido mesmo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

na sexta pagina onde fala da pontuaçao geral, fala que o core i7-3960X foi 5,9% mais rápido que o I7-990X e 2,9% mais rápido que o AMD FX-8150, nao estaria com as porcentagens invertidas?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Também não entendi esse lance de clock base. Inclusive, no teste realizado pelo próprio Clube do Hardware, testando o Bulldozer quando lançado, o clock estava em 3.6Ghz. Acredito que isso não fará diferença nos testes, caso contrário, os overclocks teriam resultados melhores, porém, isso dá uma sensação de injustiça...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Também não entendi esse lance de clock base. Inclusive, no teste realizado pelo próprio Clube do Hardware, testando o Bulldozer quando lançado, o clock estava em 3.6Ghz. Acredito que isso não fará diferença nos testes, caso contrário, os overclocks teriam resultados melhores, porém, isso dá uma sensação de injustiça...

injusto sim, tanto que isso foi citado lá. dê uma olhada nas primeiras paginas

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
injusto sim, tanto que isso foi citado lá. dê uma olhada nas primeiras paginas

Acho que você se equivocou. Esta injustiça mencionada na página 4 se refere a injustiça na comparação entre o novo processador intel com o Bulldozer, tendo em vista que este não compete com aquele devido à diferença de preço. A injustiça que mencionei foi por usarem o clock do Bulldozer a 2.9Ghz, enquanto o padrão é 3.6.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Acho que você se equivocou. Esta injustiça mencionada na página 4 se refere a injustiça na comparação entre o novo processador intel com o Bulldozer, tendo em vista que este não compete com aquele devido à diferença de preço. A injustiça que mencionei foi por usarem o clock do Bulldozer a 2.9Ghz, enquanto o padrão é 3.6.

Comparando com outro teste que foi realizado com o FX-8150 ele foi testado com seu clock correto, o que está acontecendo é que a digitação dos 2,9GHZ que está errada

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
deu pra ver que esses sandy bridge-e foram voltados pra quem trabalha com video e fotos, com certeza serão os primeiros da fila para adquirir um desses.

Ou pra quem usa programas bem otimizados para multi processamento, mesmo público que comprava antes os i7 970, 980 e 990, também de 6 núcleos.

É bem pouca gente, mas deve ter mercado, mesmo estes i7 sendo "sobra" da produção de Xeons.

falto no teste consumo de luz... Lembrando que em outros sites o processador bateu o mesmo nivel do bulldozer.

O CDH não faz este tipo de teste, então, não faltou nada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É bem pouca gente, mas deve ter mercado, mesmo estes i7 sendo "sobra" da produção de Xeons.

u nada.

Quer dizer que logo tem nova safra de Xeons com núcleo Ivy Bridge? Eles que vão inaugurar a nova plataforma?

O pessoal do Anandtech testou recentemente o Interlagos com os Xeons atuais, deveriam esperar pelos novos Xeons para ficar mais realista...mas enfim é questão de tempo.

Editado por Dmmart

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Quer dizer que logo tem nova safra de Xeons com núcleo Ivy Bridge? Eles que vão inaugurar a nova plataforma?

O pessoal do Anandtech testou recentemente o Interlagos com os Xeons atuais, deveriam esperar pelos novos Xeons para ficar mais realista...mas enfim é questão de tempo.

Ano que vem, mas este i7 é Sandy e não Ivy. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ano que vem, mas este i7 é Sandy e não Ivy. ;)

Acho que me expressei mal, eu sei que são Sandy Bridge, me referi aos primeiros que irão inalgurar a nova plataforma, se serão os Xeons?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Acho que me expressei mal, eu sei que são Sandy Bridge, me referi aos primeiros que irão inalgurar a nova plataforma, se serão os Xeons?

Ih rapaz, aí não sei, eu não me ligo nos cronogramas, especialmente na parte de servidores. Eu "sei" que em Março o Ivy deve chegar ao mercado que me interessa. ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×