Teste do processador Ryzen 7 1700X

       
 67.108 Visualizações    Testes  
 69 comentários
AMD

Testamos o Ryzen 7 1700X, novo processador da AMD, com oito núcleos e 16 threads, que utiliza a nova microarquitetura Zen. Vamos ver descobrir qual é o seu desempenho em programas e jogos!

Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Testamos o Ryzen 7 1700X, novo processador da AMD, baseado na microarquitetura Zen (Summit Ridge). Ele possui oito núcleos, 16 threads, clock base de 3,4 GHz, clock turbo de 3,8 GHz, TDP de 95 W, e usa o novo soquete AM4. Confira!

Depois de vários anos, a AMD finalmente lançou uma nova geração de processadores, baseados em uma microarquitetura completamente nova, chamada Zen, usando o novo soquete AM4. Os primeiros processadores baseados neste soquete chamam-se Ryzen 7 e são processadores topo de linha, e a AMD já anunciou as linha Ryzen 5 (intermediária) e Ryzen 3 (de entrada).

Os primeiros modelos lançados foram o Ryzen 7 1700, Ryzen 7 1700X e Ryzen 7 1800X, todos com oito núcleos e 16 threads (núcleos lógicos), graças à tecnologia SMT (Simultaneous Multi-Threading, equivalente à tecnologia Hyper-Threading da Intel), que simula dois núcleos lógicos em cada núcleo físico.

Os processadores Ryzen utilizam o novo soquete AM4 e são compatíveis com memórias DDR4. Desta forma, eles são totalmente incompatíveis com placas-mãe "antigas", como as usadas com as linhas FX (que usam o soquete AM3+) e Série A (soquete FM2+) da AMD.

Os processadores Ryzen 7 são fabricados em processo de 14 nm "FinFET". Estes processadores são construídos a partir de blocos de quatro núcleos. Cada núcleo tem 128 kiB de cache L1 e 512 kiB de cache L2, e há um cache L3 de 8 MiB compartilhado para cada bloco de quatro núcleos.

Assim, o Ryzen 7 1700X é composto de dois destes blocos, totalizando 4 MiB de cache L1 (512 kiB por núcleo) e 16 MiB de cache L3 (8 MiB para cada bloco). Com isso, a AMD divulga que o processador tem 20 MiB de cache.

Os processadores Ryzen têm multiplicador de clock desbloqueado, o que permite que o usuário que esteja buscando um overclock modifique o clock apenas mudando o multiplicador no setup da placa-mãe, desde que ela utilize um dos chipset compatíveis com este recurso (B350 e X370).

Além disso, os processadores Ryzen têm um conjunto de recursos chamados pela AMD de "SenseMI", onde o processador detecta e controla o clock (em passos de 25 MHz) de acordo com vários fatores. Os processadores Ryzen com "X" no final do nome possuem ainda o recurso XFR (Extended Frequency Range), que permite que o sistema aumente o clock acima do valor do clock turbo, desde que o sistema de refrigeração suporte este aumento de clock.

Os processadores Ryzen 7 1700X e Ryzen 7 1800X são vendidos sem cooler. O padrão de cooler utilizado pelo soquete AM4 tem semelhança com os soquetes anteriores no que diz respeito ao "gancho" onde vai preso o clipe de fixação. Assim, coolers que utilizam este gancho central (como o Wraith) são compatíveis com o soquete AM4. Porém, a furação da placa suporte no AM4 é diferente, de forma que coolers que utilizem placa suporte própria ou que se fixem de alguma forma utilizando os furos da placa-mãe não vão servir, a menos que você possua um kit adaptador (alguns fabricantes de coolers estão enviando este kit gratuitamente aos proprietários de alguns modelos).

Em relação ao seu preço, um dos concorrentes mais próximos do Ryzen 7 1700X (que custa US$ 400 nos EUA) é o Core i7-6800K, que utiliza o soquete LGA2011-v3 e custa em torno de US$ 450. Infelizmente não temos um Core i7-6800K (seis núcleos, 3,4 GHz) no laboratório, mas decidimos simular este processador a partir de um Core i7-6950X, desabilitando quatro núcleos e ajustando o clock para ficar semelhante ao Core i7-6800K. Assim, lembre-se que quando listamos o Core i7-6800K, estamos nos referindo a um Core i7-6950X simulando sua características.

Também incluímos nos testes um Core i7-7700K, que é um processador de quatro núcleos que está em uma faixa de preço um pouco inferior (US$ 350) a do processador testado.

Por fim, também incluímos em nosso comparativo um FX-8350 (oito núcleos, 4 GHz), que é um dos modelos mais topo de linha da série FX, para termos uma ideia de qual o ganho de desempenho que a AMD conseguiu entre a geração mais antiga e a nova.

A Figura 1 mostra o processador Ryzen 7 1700X (ao centro), entre o Core i7-7700K (à esquerda) e o FX-8350 (à direita). Note que o Ryzen 7 tem aproximadamente o mesmo tamanho e aparência do FX.

Ryzen7-1700X-01.jpg

Figura 1: os processadores Core i7-7700K (esquerda), Ryzen 7 1700X (centro) e FX-8350 (direita)

Na Figura 2 vemos o lado inferior do Core i7-7700K (à esquerda), do Ryzen 7 1700X (ao centro) e do FX-8350 (à direita). Note que, comparando com o FX-8350, o Ryzen 7 1700X tem seus pinos mais próximos entre si, já que o soquete AM4 tem 1331 pinos, contra 942 pinos do AM3+.

Ryzen7-1700X-02.jpg

Figura 2: lado de baixo do Core i7-7700K (esquerda), Ryzen 7 1700X (centro) e FX-8350 (direita)

Como o Ryzen 7 1700X não possui vídeo integrado, nós utilizamos uma GeForce GTX 1080, que é uma placa de vídeo topo de linha, para todos os testes de desempenho, com todos os processadores.

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar

17 pessoas curtiram isso



Comentários de usuários




nossa @Rafael Coelho Excelente teste, e fiquei impressionado com o Ryzen 7 1700X, esperamos ansiosamente 1800X

adicionado 13 minutos depois

Só estava esperando mais deste processador nos BF1 achava que teria um ganho significativamente maior que o FX e não teve....

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom poder ver um review desta nova linha feito pelo Clube, é como ver de perto. :D
Ryzen apesar de inicialmente não ter a mesma performance em jogos em relação a concorrente, se mostrou um processador para qualquer situação a um bom custo/beneficio.

Só achei sacanagem não vir com cooler junto, e principalmente pela questão de alguns modelos de coolers terem que se adaptar.
O que me chamou um pouco a atenção nos testes foi a performance do i7-7700K ser muitas vezes superior ao i7-6800K. Seria isto causado pela simulação?

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

parabéns pelo teste

Editado por Gabriel Torres
Post saiu duplicado
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho Pra mim ficou claro que esse R7 1700X é custo/benefício para Workstation e que os jogos seriam algo secundário.

Para um empreendimento é excelente, já que pode ser utilizado desde projetos de arquitetura até servidores, e com o custo inferior ao i7X/Xeon.

O i7-7700K tem o melhor IPC e Clock de toda linha Intel, sem duvidas para jogos ele bate até os mais caros da própria marca, mesmo sendo quad-core. Para competir de igualdade, teria que overclockar à 5.0GHz para tirar a diferença de IPC, mas será que é possível com estabilidade?

Como 90% dos rumores se confirmaram com o R7, acredito que será mais interessante comparar o suposto "R5 1400X" de 4C/8T@3.5GHz~4.0GHz overclockado à 4.2GHz com o i7-7700K e i7-6700K para ter uma diferença "real" entre os IPC's.

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
53 minutos atrás, Walpurgis Knight disse:

Muito bom poder ver um review desta nova linha feito pelo Clube, é como ver de perto. :D
Ryzen apesar de inicialmente não ter a mesma performance em jogos em relação a concorrente, se mostrou um processador para qualquer situação a um bom custo/beneficio.

Só achei sacanagem não vir com cooler junto, e principalmente pela questão de alguns modelos de coolers terem que se adaptar.
O que me chamou um pouco a atenção nos testes foi a performance do i7-7700K ser muitas vezes superior ao i7-6800K. Seria isto causado pela simulação?

O i7-7700K ser mais rápido do que o i7-6800K em alguns testes é normal. O i7-7700K tem clock mais alto, enquanto a vantagem do i7-6800K é o maior número de núcleos. Assim, em aplicações que usam menos núcleos, é natural que o i7-7700K mostre mais desempenho. A relação do Ryzen 7 é semelhante.

6 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ponto para a AsRock e nota zero para a AMD. Tomara que eles dêem tempo suficiente para outros comparativos, antes de fazer a devolução dos componentes.

6 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Excelsior disse:

Ponto para a AsRock e nota zero para a AMD. Tomara que eles dêem tempo suficiente para outros comparativos, antes de fazer a devolução dos componentes.

A ASRock não vai pedir o processador de volta, ele vai ficar no laboratório para comparativos futuros. Eles nos mandaram o processador direto de Taiwan.

6 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho Só uma duvida, eles também forneceram a X370 Taichi ou foi comprado separadamente?

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, zOpek disse:

@Rafael Coelho Só uma duvida, eles também forneceram a X370 Taichi ou foi comprado separadamente?

Também enviaram. Análise em breve!

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
14 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

A ASRock não vai pedir o processador de volta, ele vai ficar no laboratório para comparativos futuros. Eles nos mandaram o processador direto de Taiwan.

 

Agora sim, né? Rindo à toa aqui. Nota zero de novo para a AMD por mendigar processadores. Agora, falando do processador em si, eu tinha visto esse "problema" de desempenho nos jogos em outros sites, mas sem a análise devida e infelizmente, no momento isso acabou se comprovando. Vamos ver mais adiante, quando houver otimizações para a plataforma. Interessante também esperar mais um tempo antes de montar um PC, pois se o preço dos futuros Ryzen 5 forem competitivos nem vai valer a pena pensar nos FX (em se tratando da linha AMD).

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Será que futuramente teremos CPUs Ryzen com placas de vídeo integrada ? Em tempo, sou novo aqui e meio leigo no assunto. De qualquer forma já começando a juntar uma graninha pra investir em um R7 1700X ou quem sabe no R7 1800X.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
18 minutos atrás, Juliano Pereira dos Santos disse:

Será que os R7 futuramente virão com placa de vídeo? Em tempo, sou novo aqui e meio leigo no assunto.

Pelo que a AMD já liberou, serão lançadas "APUs de sétima geração" que utilizarão o soquete AM4 e terão vídeo integrado. Mas provavelmente não usarão o nome Ryzen.

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nesse caso então de imediato o jeito é investir em uma placa de vídeo. Lá vem mais gastos, mas no meu caso como o foco mínimo são jogos posso investir em uma mais em conta, estou certo?

Mas essas "APUs" estarão com o novos processadores né?

Editado por Gabriel Torres
Ajuste de layout

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho Parabéns pelo teste, e principalmente por colocar a comparação de desempenho com outros CPU's. O potencial do Ryzen para o trabalho de renderização é algo bastante empolgante.

 

[off] Muito interessante ver o rendimento do FX8350 com a GTX1080 em jogos.

Spoiler

 Apesar de ficar bem distante do Ryzen e demais i7, demonstra ainda poder proporcionar uma experiência 'confortável' para seus usuários, diferentemente do que vem sendo disseminado nos últimos tempos. Ainda "dá um caldo" em jogos.

 

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

parabens à asrock por ceder o processador+placa. Demonstra a seriedade da empresa para com os clientes.

Editado por Gabriel Torres
Remoção da tag spoiler
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

achei muito vago, poderiam ter feito um overclock melhor, testado com frequencias e latencias diferentes de memoria.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Será feito testes com SLI e Crossfire com os Ryzen? Esse é o teste que mais estou curioso pra saber os resultados.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pela review CDH. Pelo visto o AMD está realmente voltando a briga.

 

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

è igual disseram no review , R7 é foco total em produtividade e edição/render profissional , os R5 que irão vir com o foco em jogos custando menos de U$ 300 , esses sim que a galera quer ver !

pra mim poderiam muito bem ter lançado os R3/R5 e por último estes R7 

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parece que o Windows 10 não consegue lidar bem com o SMT (Simultaneous Multi Threading), por isso o Ryzen teria o desempenho prejudicado no Windows 10. Acredito também que esse problema - que afeta particularmente o processamento de jogos - não acontece no Windows 7.

Fico na esperança que o Clube do Hardware, que está com a faca e o queijo, faça um comparativo.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ótimo Review,

 

Quero saber se vão realizar teste de IPC entre os processadores RYZEN R7 e os Core i7? Digo teste de CPU na mesma velocidade de relógio e na mesma quantidade de núcleos para ver qual CPU tem melhor IPC.

 

Sobre os relatos de perda de desempenho em jogos, deve ser algum problema em identificar corretamente a memória Cache das CPUs  Ryzen e isso está causando um aumento de latência que influencia nos jogos. Mas até agora ninguém tem 100% de certeza do que realmente está ocorrendo para os Ryzen terem desempenho um pouco inferior em jogos.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, diego.dgc disse:

Será feito testes com SLI e Crossfire com os Ryzen? Esse é o teste que mais estou curioso pra saber os resultados.

Não, até porque aí o teste seria do desempenho das placas de vídeo, e não do processador.

adicionado 2 minutos depois
3 horas atrás, Wesley Sidney disse:

achei muito vago, poderiam ter feito um overclock melhor, testado com frequencias e latencias diferentes de memoria.

Neste caso não seria um teste de overclock, e sim um teste das memórias, o que não é o foco do artigo.

Um teste de overclock completo, testando diferentes tensões, etc, levaria vários dias para ser feito, e dificilmente traria resultados interessantes à maioria dos leitores. Por isso nossa metodologia inclui apenas testes simples de overclock, para descobrir qual a frequência de clock alcançada com as tensões originais.

adicionado 3 minutos depois
2 horas atrás, Cristiano Zim disse:

Parece que o Windows 10 não consegue lidar bem com o SMT (Simultaneous Multi Threading), por isso o Ryzen teria o desempenho prejudicado no Windows 10. Acredito também que esse problema - que afeta particularmente o processamento de jogos - não acontece no Windows 7.

Fico na esperança que o Clube do Hardware, que está com a faca e o queijo, faça um comparativo.

Você poderia tentar a carreira de vidente, já que adivinhou qual será nosso próximo teste... ;)

adicionado 6 minutos depois
1 hora atrás, AZM disse:

Ótimo Review,

 

Quero saber se vão realizar teste de IPC entre os processadores RYZEN R7 e os Core i7? Digo teste de CPU na mesma velocidade de relógio e na mesma quantidade de núcleos para ver qual CPU tem melhor IPC.

 

Sobre os relatos de perda de desempenho em jogos, deve ser algum problema em identificar corretamente a memória Cache das CPUs  Ryzen e isso está causando um aumento de latência que influencia nos jogos. Mas até agora ninguém tem 100% de certeza do que realmente está ocorrendo para os Ryzen terem desempenho um pouco inferior em jogos.

O conceito de IPC é relativo. Primeiro porque, em diferentes aplicações, teríamos diferentes IPCs. Segundo porque, na prática, os processadores têm clocks diferentes, então saber "qual seria o mais rápido se tivessem o mesmo clock" acaba sendo uma pergunta mais "filosófica" do que prática.

De qualquer forma, é possível calcular o IPC baseado em nossos testes, basta pegar um resultado (CPUZ Single, por exemplo) e dividir pelo clock do processador.

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
36 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Parece que o Windows 10 não consegue lidar bem com o SMT (Simultaneous Multi Threading), por isso o Ryzen teria o desempenho prejudicado no Windows 10. Acredito também que esse problema - que afeta particularmente o processamento de jogos - não acontece no Windows 7.

Fico na esperança que o Clube do Hardware, que está com a faca e o queijo, faça um comparativo.

Rafael, vale mesmo verificar, pois vi em posts gringos um aumento "muito expressivo" nos resultados, ao nível de água pro vinho. Surpreendeu também o I7-7700K pelo custo / benefício.

Ps. Os valores das placas mãe AM4 estão ainda bem salgados!!!

#Off- tenho feito muitas referências em posts de feedback para a AMD ficar atenta apoiando com envio de material para teste para o Clube do Hardware. Me lembro que um dos sites precursores em testar e propor informes da AMD no Brasil tem sido aqui. Grato por seu trabalho.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
49 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Não, até porque aí o teste seria do desempenho das placas de vídeo, e não do processador

 

É que na geração passada os FX não iam bem com esse tipo de configuração com duas ou mais placas de vídeo. Os processadores acabavam limitando o desempenho das placas de vídeo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora