Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Processador VIA C3

       
 91.318 Visualizações    Testes  
 4 comentários

Testes realizados com o processador VIA C3.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A idéia por trás do processador C3 da VIA (http://www.viatech.com) não é ser o processador mais rápido do mercado, mas o mais barato, suprindo a necessidade básica dos usuários: uso de planilha eletrônica, processador de texto, aplicativo de apresentação gráfica e acesso à Internet.

Para baratear o custo da máquina, o C3 utiliza a pinagem soquete 370, significando que ele utiliza uma placa-mãe bem mais barata que o Athlon e o Pentium 4. Além disso, ele dissipa pouca potência, significando que ele não precisa de um cooler de alto desempenho, também barateando o preço final do micro.

Teste do Processador VIA C3
Figura 1: Processador VIA C3.

O processador ver em uma caixa contendo o seu certificado de garantia de 3 anos, uma ventoinha e dois adesivos para você colar na frente do gabinete do micro - além do processador, é claro.

Teste do Processador VIA C3
Figura 2: Kit que acompanha o processador VIA C3.

O VIA C3 utiliza o núcleo Samuel 2, criado pela antiga Centaur, divisão de processadores da IDT que a VIA comprou há um tempo atrás e que produzia os processadores WinChip. A primeira versão do C3 lançada no mercado, chamada Cyrix III, utilizava o núcleo Samuel, que não tinha cache L2 de memória e, com isso, era muito lento. O C3 é igual ao antigo Cyrix III, com a diferença de ter 64 KB de memória cache L2.

Como você verá nos resultados de nossos testes, o desempenho desse processador é realmente fraco, mas em compensação esse processador é extremamente barato. Isso nos faz pensar o seguinte: se a Intel e a AMD continuassem a fabricar e vender processadores antigos, qual seria o preço deles hoje? Será que todos aqueles que não têm um PC por falta de recursos financeiros não o teriam? Mas é claro que nem a Intel nem a AMD se interessam por essa abordagem, já que o lucro delas seria baixo. Para eles, é muito mais interessante enfiar um Pentium 4 ou um Athlon XP de última geração pela goela do usuário que não precisa de tanto poder de fogo em troca de um lucro alto do que tentar ajudar os menos favorecidos.

Nesse ponto, somos favoráveis à iniciativa da VIA, que realmente está se empenhando em criar uma cultura de PCs baratos e populares, não só com o processador C3, mas também com a sua plataforma Eden (veja mais em http://www.viatech.com/en/Products/eden.jsp).

O modelo que testamos era o de 750 MHz, com clock externo de 100 MHz (7,5 x 100 MHz).

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


no meu caso, no setup da bios, não tem como fazer nenhuma configuração com ele... como poderia eu fazer um overclock no meu C3 700mhz??

Sabem algum programa?

Grato

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E eae cara, você é o primeiro que eu vejo com esse proc., eu estou interessado nele pra comprar pra minha irmã, que só vai usar PC pra MSN Messenger e navegar na net...como é o desempenho dele? Aguenta bem?

Valeu!

Ah sim, o negocio da configuração não tem a ver com a placa-mãe também?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu testei o C3 800mhz numa FR33E com 256 de RAM HD 40GB 7200 rpm novo, e simplesmente achei muito melhor do que no referido teste..... Sinceramente, acho que o Clube do Hardware desvalorizou muito este processador, ele pode ter defeitos sim, mas encara bem várias atividades, e eu digo que prefiro um C3 800 do que um Pentium 3 800 na mesma configuração acima, só pelo fato do C3 ter clock 133. Gostei do processador! Eu recomendo devido a relação custo X benefício.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por rosset@09 de março de 2005, 00:52

prefiro um C3 800 do que um Pentium 3 800 na mesma configuração acima, só pelo fato do C3 ter clock 133.

Cara, num leva a mal não mas... o Pentium 800 também tem FSB 133Mhz, e digo mais... ele dá pau no C3 800... eu tinha um C3 700, era muito ruim pra quem joga, mas pra uso normal, é "bonzinho". O prob dele era que tinha FSB 100mhz, e 128 de cahe L2... ou seja... muito lento para aplicações mais pesadas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×