Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste dos processadores A10-7870K vs. Core i3-6100

       
 136.963 Visualizações    Testes  
 5 comentários

Nós testamos dois processadores intermediários, o A10-7870K da AMD e o Core i3-6100 “Skylake” da Intel. Qual será o mais rápido? Confira!

Teste dos processadores A10-7870K vs. Core i3-6100
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Os processadores intermediários constituem, normalmente, a maior fatia do mercado, pois aliam mais poder de processamento do que os modelos básicos, a um custo bem mais baixo do que o dos modelos topo de linha. Hoje compararemos o A10-7870K da AMD e o novo Core i3-6100 “Skylake” da Intel, ambos localizados na mesma faixa de preço e trazendo vídeo integrado. Qual deles será o mais rápido?

A AMD lançou recentemente novas APUs (como ela chama seus processadores com vídeo integrado) codinome “Godavari”, que traz algumas pequenas melhorias em relação aos modelos “Kaveri”, mas utiliza o mesmo soquete FM2+. Dentre esses novos modelos está o A10-7870K, que é um dos modelos mais rápidos dessa família, com quatro núcleos de processamento e motor gráfico Radeon R7 com 512 núcleos (em oito unidades de computação) integrado. Seu clock base é de 3,9 GHz, com clock turbo de até 4,1 GHz.

Para saber mais sobre os modelos de processadores série A da AMD, leia nosso artigo “Todos os modelos dos processadores série A da AMD”.

A Figura 1 revela o processador A10-7870K que utilizamos em nossos testes, com sua embalagem e o cooler padrão.

A10-7870K vs. Core i3-6100

Figura 1: o processador A10-7870K

Já a Intel lançou recentemente a sua nova linha de processadores “Core i” de sexta geração, codinome “Skylake”. Esses processadores são fabricados com processo de 14 nm, utilizam o novo soquete LGA1151, traz suporte a memórias DDR4 (esses processadores também suportam memória DDR3, de forma que o tipo de memória a ser utilizado é definido pela placa-mãe) e usa o novo motor gráfico de nona geração com suporte ao DirectX 12. Para saber mais sobre os processadores dessa nova família, leia nosso tutorial “Por dentro da microarquitetura Intel Skylake”.

O Core i3-6100 tem dois núcleos de processamento (reconhecidos como quatro núcleos pelo sistema operacional graças à tecnologia Hyper-Threading) com clock de 3,7 GHz. Ele tem o motor gráfico HD 530, com 24 unidades de execução rodando na frequência máxima de 1,05 GHz. A Figura 2 mostra o Core i3-6100, também com sua embalagem e o cooler padrão.

A10-7870K vs. Core i3-6100

Figura 2: o processador Core i3-6100

Na Figura 3 podemos ver lado a lado os dois processadores testados.

A10-7870K vs. Core i3-6100

Figura 3: o A10-7870K (esquerda) e o Core i3-6100 (direita)

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Estou muito satisfeito com este tópico.

Não se acha testes de produtos similares como estes na internet.

Ainda com alto grau de confiança.

Fico feliz em saber que o Clubedohardware tem pessoas dedicadas e coerentes nos tópicos.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Duas propostas bem distintas da AMD e intel

Em 04/12/2015 às 00:01, Gabriel Torres disse:

Esse é justamente o problema de fazer tabelas comparativas baseadas no que o fabricante diz e não no resultado dos testes... ;)


Se a AMD quiser ser mais competitiva deveria integrar cache L3 compartilhado nos processadores. Claro que fazer isso não é tão simples para ela já que ela está muito a traz da Intel no quesito litografia, ou seja o custo de produção por transistor integrado da AMD é muito maior. Se eu fosse da área técnica da AMD tentaria resolver o impasse assim:

1. Reduziria o número de núcleos do GPU, para reduzir o tamanho do die.
2. Aumentaria o clock do GPU pra compensar esta redução de núcleos sem perder desempenho.
3. Adotaria um clock de GPU variável pra reduzir o consumo.
4. Adicionaria o cache L3 compartilhado "no lugar" dos núcleos de GPU a menos.

O cache adicional reduziria os acessos diretos da CPU a memória RAM e consequentemente o gargalo que exite devido a concorrência entre GPU integrado e CPU pelo uso da memória RAM.

Editado por flaviodelima

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×