Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Fazendo uma faxina no micro

       
 53.763 Visualizações    Tutoriais  
 0 comentários

Faça uma faxina em seu micro com as nossas dicas.

Fazendo uma faxina no micro
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

1. Arquivos temporários

Como o nome diz, arquivos temporários são criados por programas para uso temporário e normalmente são apagados após o uso. Mas, infelizmente não é isso o que ocorre. Por algum motivo - como, por exemplo, "congelamentos", programas mal escritos, micro desligado incorretamente ou o usuário ter abortado alguma operação - os arquivos temporários continuam existindo, ocupando inutilmente espaço no disco rígido do micro.

Todo arquivo temporário começa com o símbolo "~". No prompt do MS-DOS (use a opção Desligar, Reiniciar o computador em modo MS-DOS ou então pressione a tecla F8 durante o boot), use o comando Dir ~*.* /s para descobrir onde há arquivos temporários no disco rígido do micro. Depois basta ir em cada diretório onde exista arquivos temporários e apagá-los, com o comando Del ~*.*.

Para evitar que arquivos temporários sejam criados, basta editar o arquivo Autoexec.bat e acrescentar as seguintes linhas:

SET TEMP=C:WINDOWSTEMP
IF EXIST C:WINDOWSTEMP~*.* DEL C:WINDOWSTEMP~*.*

Esses comandos irão comandar o micro a apagar automaticamente arquivos temporários.

 Fazendo uma faxina no micro
Figura 1: Arquivos temporários podem ser apagados, para liberar espaço no disco rígido.


2. Verificando problemas com o Scandisk

Usando o utilitário Scandisk - que pode ser chamado através do prompt do DOS ou então através da barra Iniciar, Programas, Acessórios, Ferramentas de Sistema - você poderá fazer uma procura por erros no disco rígido. Esse é um procedimento recomendado de ser feito de vez em quando, preventivamente. O problema mais comum são os aglomerados perdidos (lost clusters), espaços marcados como sendo utilizados no disco mas sem nenhum arquivo realmente utilizando esses espaços. Esse tipo de problema é parecido com os arquivos temporários e também pode ocorrer pelos mesmos motivos: que "congelaram" ou foram desligados de maneira incorreta.

Ao usar o Scandisk e ele encontrar aglomerados perdidos, você poderá apagá-los, de modo a liberar espaço no disco. Há uma opção para salvar os aglomerados em forma de arquivos, que em geral não precisa ser usada, pois gerará arquivos com extensão CHK no diretório raiz do disco rígido.

 Fazendo uma faxina no micro
Figura 2: O Scandisk encontrou aglomerados perdidos no disco rígido. Apague para liberar espaço.

 

3. Desfragmentando o disco rígido

O sistema de arquivos utilizado pelo DOS e Windows 9x é extremamente "burro". Quando um novo arquivo é gravado no disco rígido, o sistema operacional não procura pelo melhor lugar para gravá-lo, mas sim pelo primeiro lugar vazio que encontrar. Com isso, os arquivos ficam espalhados pelo disco rígido. Em geral, ocorre algo pior: trechos de um mesmo arquivo ficam espalhados ao longo do disco rígido. Com isso, o micro fica mais lento, já que o sistema de leitura do disco rígido - que é um sistema mecânico - demora mais tempo para buscar um arquivo que esteja espalhado no disco.

Esse problema - chamado fragmentação - pode ser corrigido através do Desfragmentador de Disco. O Desfragmentador de Disco pode ser chamado através da barra Iniciar, Programas, Acessórios, Ferramentas de Sistema. Para usuários do DOS 6, basta entrar o comando Defrag. O ideal é utilizar a desfragmentação completa. Esse programa deve ser utilizado preventivamente de tempos em tempos. No Windows 95 com o Plus! instalado e no Windows 98, há o Agente de Sistema, que executa automaticamente o Desfragmentador de Disco de tempos em tempos, conforme você tenha programado.

 Fazendo uma faxina no micro
Figura 3: Desfragmentador de discos melhora o desempenho do micro.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×