Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Speedtest e Wifi Analyzer

       
 25.369 Visualizações    Tutoriais  
 17 comentários

Apresentamos dois “apps” para celular que são indispensáveis para técnicos e usuários avançados testarem e melhorarem o desempenho de redes sem fio.

Speedtest e Wifi Analyzer
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Nota: este artigo é uma recomendação espontânea. Não recebemos qualquer tipo de incentivo para recomendar estes programas. Estamos recomendamos porque achamos que eles merecem ser usados por usuários e técnicos.

Smartphones podem ser uma poderosa ferramenta para os técnicos e usuários avançados. Hoje falaremos sobre dois apps que são essenciais para você testar e configurar redes Wi-Fi para o maior desempenho possível, o Speedtest e o Wifi Analyzer. Como normalmente você utilizará esses dois programas em conjunto, resolvemos abordá-los em um único artigo.

Para esses programas funcionarem corretamente, o seu smartphone deverá estar conectado à rede sem fio sendo analisada, do contrário você medirá a velocidade da conexão de Internet da sua operadora de telefonia e não da rede sem fio

O teste de velocidade executado pelo Speedtest também pode ser feito visitando o site http://www.speedtest.net, porém ter um app para essa função é extremamente prático, pois você pode simplesmente andar pelos cômodos da casa ou escritório com o smartphone em mãos e verificar a velocidade da rede sem fio em cada local, o que é pouco prático de ser feito com um notebook.

O programa localiza o servidor mais próximo da sua conexão e executa três testes: ping (tempo que um datagrama leva para chegar do seu aparelho até o servidor), velocidade de download e velocidade de upload.

Speedtest

Figura 1: teste de velocidade do Speedtest

Este programa é essencial para você fazer ajustes finos em sua rede sem fio. Há vários usos corriqueiros para esse programa:

  1. Verificar a real velocidade da sua conexão de Internet (uso mais óbvio, mas não o único);
  2. Comparar a diferença de desempenho entre equipamentos. Por exemplo, ver se há diferença no desempenho entre modelos diferentes de ponto de acesso/roteador sem fio;
  3. Verificar qual é o melhor lugar e a melhor posição para as antenas do ponto de acesso/roteador sem fio. Você pode modificar o posicionamento e medir com o Speedtest para verificar aquele que oferece o maior desempenho possível. Obviamente, você deverá estar com o smartphone no local onde o computador será usado;
  4. Verificar se há melhoria no desempenho da Internet ao modificar a configuração do canal sendo usado pela rede sem fio (explicaremos isso melhor adiante);
  5. Verificar se há aumento no desempenho da Internet em ajustes feitos no painel de controle do ponto de acesso/roteador sem fio.

Já o Wifi Analyzer você deve usar para descobrir as redes sem fio que existem no ambiente e quais canais elas estão utilizando. O app apresenta várias telas diferentes, sendo a da Figura 2 a que você provavelmente mais utilizará. Cada parábola colorida indica uma rede diferente e os números da parte inferior são os canais. O canal usado é o número que se alinha com o pico da parábola. Veja, na Figura 2, como há seis redes diferentes utilizando o canal 11. Logo, seria uma má ideia configurar sua rede também a utilizar o canal 11, pois ele está sobrecarregado. O resultado é que a velocidade da sua conexão será diretamente afetada.

WiFi Analyzer

Figura 2: análise de canais do Wifi Analyzer

Se você descobrir que a sua rede está utilizando o mesmo canal que várias outras redes, o ideal é você reconfigurá-la a utilizar outro canal. Escolha um canal que esteja sendo menos utilizado. Essa configuração é feita no painel de controle do ponto de acesso/roteador sem fio, e o nome exato da configuração varia.

No caso da Figura 2, os canais menos usados e, portanto, com menos interferência são o quatro e o nove. Para entender, repare que não há nenhuma parábola passando por cima desses canais. Explicando de outra maneira, repare que as parábolas apenas começam ou terminam nesses dois canais. Obviamente em locais com menos redes sem fio no ambiente possivelmente haverá canais completamente vazios que poderão ser usados.

Depois de modificar o canal e reinciar o ponto de acesso/roteador sem fio, confira com o Speedtest se houve ganho no desempenho da sua Internet (muito provavelmente, sim).

A maioria dos pontos de acesso utiliza a faixa de frequência de 2,4 GHz e, com isso, essa faixa de frequência está normalmente sobrecarregada. Aparelhos sem fio, tais como telefones sem fio, também utilizam essa faixa de frequência, o que pode ocasionar ainda mais interferência.

Caso você queira obter o maior desempenho possível em sua rede Wi-Fi, o ideal é você utilizar um ponto de acesso/roteador que trabalhe também a 5 GHz (modelos chamado “dual band” ou “banda dupla”), mas para isso a placa de rede dos computadores também precisa ser capaz de trabalhar a 5 GHz. O análise da faixa de 5 GHz também pode ser feita com o Wifi Analyzer, desde que o seu smartphone suporte esta faixa de frequência. Neste caso, aparecerá uma caixa com “2.4G” escrito no canto superior esquerdo, e tocando nela, ela muda para “5G” e a tela passa a mostrar os canais dessa outra faixa de frequência. A análise se procede de maneira análoga: se a sua rede estiver utilizando o mesmo canal que a rede do vizinho, reconfigure a sua rede para utilizar outro canal que esteja vazio ou menos ocupado.

Só tome cuidado, pois normalmente roteadores “dual band” criam duas redes, uma na faixa de 2,4 GHz e outra na faixa de 5 GHz. Portanto, você terá de conectar os aparelhos Wi-Fi à rede da faixa de 5 GHz, que será mais rápida do que a rede na faixa de 2,4 GHz.

Nós já fizemos dois vídeos sobre esse assunto, e recomendamos que você dê os assista para aprender mais:

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Recomendo o app para medir velocidade sem publicidade - Brasil Banda Larga. Para analisar o wifi outro bem legal também é o Netgear Wifi Analytics.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu já usava o WiFi Analyser e agora baixei também o SpeedTest, que eu usava on-line, no PC.

Os dois se complementam e são uma mão-na-roda para quem depende muito do trafego de internet no smartphone.

voce pode escolher a rede que está com o sinal mais forte pelo WiFi Analyzer e depois fazer um teste prático de velocidade com o SpeedTest, pois nem sempre a rede wifi que está com o sinal mais forte vai proporcionar o tráfego mais rápido.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal, trabalho em uma empresa que fornece serviços de internet e nós técnicos de manutenção utilizamos o testador da SIMET, que tambem pode ser utilizado na versão para navegador no site http://simet.nic.br

Por algum motivo, esse speedtest OAKLA da problema com algum DNS nosso e os testes ficam totalmente desvirtuados. O SIMET é mais completo e mais eficiente, na minha opinião.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bem oportuno o tópico e eu acrescento que o Wi-Fi Analyser peca por não oferecer uma visão da largura de banda das redes. Por exemplo, 20Mhz x 40Mhz. Aí o técnico tem que usar um pouco do conhecimento e escolher canais cujos canais adjacentes estejam livres, para o melhor resultado. Em alguns lugares muito congestionados, escolher uma faixa menor e velocidade menor (eventualmente redes g inclusive) permitem mais estabilidade e velocidade maior. Pode parecer paradoxal, mas quanto menos interferência houver, mais eficaz será a utilização da banda wi-fi.

Tive uma experiência numa empresa pequena, onde tinham uns 5 ou 6 roteadores wi-fi, e estavam querendo colocar mais 1 pra "melhorar o sinal".
Só que todos eles estavam muito próximos um do outro e com escolha de canal automática. Eles ficavam trocando de canal a todo o momento e era um inferno, muito lento.
Com a ajuda deste aplicativo, fizemos todas as configurações manuais e deixamos a empresa com 4 roteadores apenas. Inclusive antes usavam um SSID diferente para cada roteador. Configuramos todos para um SSID único e as interfaces de rede para priorizar o roaming. Atendeu muito melhor. Detalhe: TI nem é meu trabalho, mas como o problema estava me atrapalhando muito, trabalhei em conjunto com o responsável.

Tenho um vídeo falando disso também, publicado há algum tempo:

Editado por T1000_2015

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal, trabalho em uma empresa que fornece serviços de internet e nós técnicos de manutenção utilizamos o testador da SIMET, que tambem pode ser utilizado na versão para navegador no site http://simet.nic.br

Por algum motivo, esse speedtest OAKLA da problema com algum DNS nosso e os testes ficam totalmente desvirtuados. O SIMET é mais completo e mais eficiente, na minha opinião.

Eu sei que o que o SIMET faz de diferente é escolher o servidor mais próximo do usuário, antes de realizar a medição.

Como essa diferença influencia no resultado da medição e, se representa melhor ou pior a "vida real", eu não sei...

Editado por Wal SJC

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu sei que o que o SIMET faz de diferente é escolher o servidor mais próximo do usuário, antes de realizar a medição.

Como essa diferença influencia no resultado da medição e, se representa melhor ou pior a "vida real", eu não sei...

 

Acho que corresponde a uma medição mais precisa, pois com o servidor mais próximo, você evita gargalos que podem não ser culpa do seu provedor.

E se seu ping estiver alto, mesmo medido próximo de você, alguma coisa pode estar errada no seu link. Você não vai ter margem para melhorar isso, caso precise de um ping bom.

 

 

 

@T1000_2015 obrigado pela sua mensagem, com certeza seu vídeo ajudará muitos outros usuários e técnicos. Parabéns, este é o espírito do fórum.

Obrigado Gabriel, abraço!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que corresponde a uma medição mais precisa, pois com o servidor mais próximo, você evita gargalos que podem não ser culpa do seu provedor.

E se seu ping estiver alto, mesmo medido próximo de você, alguma coisa pode estar errada no seu link. Você não vai ter margem para melhorar isso, caso precise de um ping bom.

Concordo que é uma medição mais precisa, quando você quer avaliar o potencial que a sua conexão tem de receber/enviar dados.

Mas na navegação real, a comunicação não é sempre com o servidor mais próximo.

Então, essa medição não seria a sua velocidade média de comunicação, seria a máxima, na melhor condição possível, certo?

Editado por Wal SJC

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ainda sobre o SIMET, ele é um serviço do próprio NIC  BR, ou seja, é o serviço oficial do orgão oficial e independente que organiza a internet no Brasil, válido inclusive como prova para fazer reclamações junto a Anatel. 

 

O problema maior no Brasil hj ao meu ver nessa questão de velocidade é que as operadoras ainda andam fazendo o traffic shapping apesar de se questionadas, morrerem negando junto de seus advogados... 

Ai se voce acessa o simet e vai testar sua net, a torneira da operadora fica toda aberta, mas se você vai pro youtube ou pro "feice", sua velocidade é capada. 

 

Logo quando voce testa sua conexão pelo Simet, tende a ter resultados melhores do que alguns outros sites onde a operadora mantem a torneira fechada. 

 

Já o wifi analyzer éum velho conhecido meu, tem versão para smartphones e realmente é muito bom medidor de espectro. 

Editado por sdriver

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ainda sobre o SIMET, ele é um serviço do próprio NIC  BR, ou seja, é o serviço oficial do orgão oficial e independente que organiza a internet no Brasil, válido inclusive como prova para fazer reclamações junto a Anatel. 

 

O problema maior no Brasil hj ao meu ver nessa questão de velocidade é que as operadoras ainda andam fazendo o traffic shapping apesar de se questionadas, morrerem negando junto de seus advogados... 

Ai se voce acessa o simet e vai testar sua net, a torneira da operadora fica toda aberta, mas se você vai pro youtube ou pro "feice", sua velocidade é capada. 

 

Logo quando voce testa sua conexão pelo Simet, tende a ter resultados melhores do que alguns outros sites onde a operadora mantem a torneira fechada. 

 

Já o wifi analyzer éum velho conhecido meu, tem versão para smartphones e realmente é muito bom medidor de espectro.

Isso reforça o que eu falei: no teste pelo SIMET obtém-se um valor espetacular, as vezes até acima da velocidade nominal da conexão, mas não reflete a realidade.

No dia a dia a velocidade média pode ser 30% ou mesmo 20% da velocidade medida pelo SIMET.

Não sei se a culpa é mais da operadora que, como você citou, tem uma banda seletiva, de acordo com o site.

Mas também pode ajudar o fato de que você só esteja em condições "ideais" ao fazer o teste, ou seja,

você faz o teste com um servidor que fica a 1 Km da sua casa e depois vai baixar um driver em um site chinês, cujo servidor está a 15.000 km ou mais de distância.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Gabriel Torres Acho que seria interessante uma matéria sobre o traffic shapping, a grande maioria das pessoas não fazem ideia do que é isso e como é prejudicial essa pratica que as operadoras fazem por baixo dos panos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@sdriver já estamos discutindo internamente! :) Preciso que algum colaborador faça, pois como eu não moro no Brasil, não tenho como testar/opinar na prática a situação real por aí. Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@sdriver já estamos discutindo internamente! :) Preciso que algum colaborador faça, pois como eu não moro no Brasil, não tenho como testar/opinar na prática a situação real por aí. Abraços!

Pelo visto o @sdriver é um profundo conhecedor do assunto, talvez fosse uma pessoa ideal para compartilhar parte desses conhecimentos com a nossa comunidade, desde que ele esteja disponível, é claro!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@sdriver se você tiver disponibilidade, está mais do que convidado a escrever um artigo sobre o assunto para a gente; entre em contato comigo via mensagem privada para combinarmos. Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×