Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Acabando com as Janelas Pop

       
 40.411 Visualizações    Tutoriais  
 0 comentários

Cansado das "famigeradas" janelas Pop up? leia nosso tutorial e saiba como se livrar de vez desse incômodo.

Acabando com as Janelas Pop
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Quem é que suporta as propagandas no formato pop? São janelas que abrem automaticamente por cima (pop up) ou por baixo (pop under) do site em que você está navegando. Uma coisa é um site colocar uma janela pop up com informações importantes e realmente relevantes (por exemplo, os sites dos bancos nessa época de final de ano usam janelas pop para informar os horários de funcionamento das agências, por exemplo, sendo uma informação importante). Mas dureza é ter de aturar janelas pop gigantes sendo carregadas em qualquer site que você navega na Internet.

Em sites de conteúdo adulto, então, nem se fala. Os criadores desse tipo de site colocam janelas abrindo não só em qualquer link que você clique - às vezes três ou quatro janelas ao mesmo tempo - mas também se você tentar fechar qualquer janela, fazendo com que os pops cresçam em progressão geométrica. Qualquer um que já tenha entrado em um site erótico sabe do que estamos falando.

A solução é a instalação de um programa que permita desabilitar o recurso de janelas pop. Em http://www.webattack.com/Freeware/misctools/fwfilter.shtml você encontrará uma lista contendo vários programas desse tipo.

Um programa que testamos e verificamos ser excelente é o Stop-the-Pop, que pode ser baixado em http://www.bysoft.se/sureshot/stopthepop/stopthepop.zip. Ele simplesmente mata qualquer pedido de abertura de nova janela, inclusive quando isso for intencional - por exemplo, um site onde um link abre um site externo em uma outra janela. Se por acaso for um link que você queira abrir o programa esteja impedindo, basta clicar sobre o link pressionando a tecla Shift que o programa permita que a janela seja aberta.

Netscape 7.0

O Netscape 7.0 é o browser Mozilla 1.0 (http://www.mozilla.org) adicionado de vários aplicativos auxiliares (ICQ, Winamp, RealAudio, Instant Messenger, etc) e a marca AOL. Mas a grande diferença entre os dois é que no Netscape 7.0 dois pequenos - porém importantes - recursos do Mozilla 1.0 foram eliminados: a proteção contra os anúncios no formato pop e o bloqueio de imagens (banners).

Na verdade, esses recursos estão presentes porém desabilitados internamente. Para você pode habilitar esses recursos baixando um arquivo localizado em http://ufaq.org/ns7/adblocker.html. O próprio arquivo se auto-instala no Netscape. Após ter sido instalado, você terá de reiniciar o Netscape 7.0.

Ao reiniciar o browser, você ganha esses dois novos recursos. Para habilitar a proteção contra as janelas pop, basta desmarcar a caixa "Abram janelas não solicitadas" presentes em Editar, Preferências, Avançado, Scripts & Plug-ins, que já deverá estar desmarcada após a instalação do arquivo acima.

Quanto à proteção de imagens (banners), funciona da seguinte forma. Vários banners presentes em sites da Internet vêm de um mesmo servidor de anúncios. Assim, se você selecionar um banner e clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção "Bloquear Imagens deste Servidor", o browser passará a não mais carregar imagens daquele servidor. É claro que, se os banners estiverem armazenados no próprio servidor da página, com esse comando você irá fazer com que as demais imagens do site não sejam mais mostradas. Não tem problema, para desfazer o bloqueio basta clicar com o botão direito do mouse onde a imagem deveria aparecer e escolher a opção "Desbloquear Imagens deste Servidor". Lembrando que esse recurso só está disponível se você instalar o arquivo mencionado acima.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×