Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Como a Conexão VDSL Funciona

       
 89.678 Visualizações    Tutoriais  
 13 comentários

A conexão VDSL é outro tipo muito popular de conexão de Internet to tipo DSL, usada por redes como a da GVT. Vamos ver como ela funciona.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A conexão VDSL (Very-high-bit-rate Digital Subscriber Line ou Linha Telefônica Digital com Taxa de bit muito alta) é outro tipo popular de conexão de Internet DSL (Digital Subscriber Line ou Linha Telefônica Digital). Como seu nome sugere, ela permite uma taxa de transferência mais alta que a da conexão ADSL. Vamos ver como ela funciona.

Diferentemente da ADSL, a conexão VDSL também permite a transmissão de sinais de TV e, portanto, para o usuário final, a VDSL é mais semelhante (e compete com) ao sistema de TV a cabo. Outra característica que aproxima este sistema do sistema de TV a cabo é o uso de fibras ópticas na parte externa do prédio do provedor de serviços, como veremos. No Brasil, o VDSL é usado por empresas como a GVT.

Nas tecnologias DSL, o fator limitante da velocidade é o comprimento e a qualidade dos cabos usados pela companhia telefônica, já que elas usam cabos telefônicos convencionais (par de fios de cobre). A tecnologia VDSL soluciona este problema através da redução do comprimento do cabo, instalando um nó óptico próximo à casa do usuário; a conexão entre esse nó e a casa do usuário é realizada usando cabos telefônicos padrão. Esta é a mesma ideia utilizada pela TV a cabo, com a diferença de que a TV a cabo usa cabos coaxiais em vez de cabos telefônicos.

O VDSL vai um passo à frente e permite que o nó óptico seja instalado mais próximo ao ponto de instalação do usuário, encurtando os cabos telefônicos ainda mais, o que permite taxas de velocidade mais altas. O VDSL permite, inclusive, que as fibras ópticas sejam entregues diretamente na casa do usuário.

Dependendo de onde o nó óptico esteja localizado, a rede VDSL pode ser classificada como:

  • FTTN (Fiber To The Node ou da Fibra para o Nó): o nó óptico é instalado no bairro do usuário, semelhante ao que ocorre com a TV a cabo.
  • FTTC (Fiber To The Curb ou da Fibra para a Calçada): o nó óptico vai até a parte externa (calçada) do prédio do usuário.
  • FTTB (Fiber To The Building ou da Fibra para o Prédio): as fibras ópticas entram no prédio do usuário, mas um cabo de cobre é utilizado para conectar o nó óptico ao apartamento do usuário.
  • FTTH (Fiber To The Home ou da Fibra para a Casa): as fibras ópticas entram na casa do usuário e fios de telefone comuns não são usados.

Atualmente, existem dois tipos de conexão VDSL: VDSL e VDSL2. Ver tabela abaixo. Hoje quando dizemos ”VDSL” estamos, na realidade, nos referindo a “VDSL2”.

Nome

Padrão

Download Máximo

Upload Máximo

Largura de Banda

VDSL

G.993.1

55 Mbps

15 Mbps

12 MHz

VDSL2

G.993.2

Variável*

Variável*

8,8 MHz, 12 MHz, 17 MHz ou 30 MHz

* Ver próxima página.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Excelente artigo! Parabéns Mr. Torres!

Duas perguntas:

1) Esses nós ópticos são o que o pessoal aqui chama de armários? Porque o mote de venda da GVT é dizer que nenhum armário fica mais do que 400 metros do modem do cliente, apesar do pessoal de outros fóruns mostrar que isso não é bem verdade.

2) E caso seja conexão FTTH a distância do nó óptico ainda influenciaria em algo?

Desde já agradeço!

Editado por Emerson RJ

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1) Esses nós ópticos são o que o pessoal aqui chama de armários? Porque o mote de venda da GVT é dizer que nenhum armário fica mais do que 400 metros do modem do cliente, apesar do pessoal de outros fóruns mostrar que isso não é bem verdade.

Exatamente. É só questão de nomenclatura, mas é a mesma coisa.

2) E caso seja conexão FTTH a distância do nó óptico ainda influenciaria em algo?

Não, pois não haverá cabos telefônicos: a fibra vai para o modem e sai cabo Ethernet diretamente para o seu computador ou roteador Wi-Fi.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Exatamente. É só questão de nomenclatura, mas é a mesma coisa.

Gabriel, você saberia dizer que tipo de equipamento é encontrado nos armários?

São roteadores?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
São equipamentos genericamente conhecidos como DSLAM. Um exemplo da aparência de um aqui:

http://www.alcatel-lucent.com/products/7330-isam-fttn-ansi

Interessante, já ouvi falar destes DSLAMs.

Eles multiplexam o sinal DSL de vários clientes. São tipo roteadores mesmo.

Devem ser bem robustos para aguentar todo o tráfego.

Meu antigo D-Link quando conectavam 5 máquinas ele se perdia :P

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não sabia que "fibra ótica" era esse padrão de VDSL.

Mas então, em São Paulo a Vivo também opera com essa fibra ótica, no padrão FTTH. Tem uns planos de 20 ou 30Mbps deles se não me engano.

Pelo que eu vi, esse sistema de 'fibra ótica' que o pessoal chama (agora que sei que tem o nome de CDSL) não é fibra ótica 100%, parte da rede ainda continua metálica.

Interessante.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom o artigo!!

Eu tive um problema com a dita distância do armário. Não conseguindo atingir um bandwidth bom no meu modem.

Gostaria se tem algum lugar onde possa encontrar informações a respeito da atenuação do sinal e do bandwidth?

Ouvi falar que a VDSL2 suporta melhor distancias mais longas acima de 400m.

A GVT diz que usa tal tecnologia no seu site.

Porém a mesma disse que por eu estar a mais de 1km do armário não seria possível utilizar tal tecnologia com qualidade :unsure:. Procede?

Obrigado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Massaromiamoto, existem vários documentos técnicos na Internet sobre o assunto. A taxa de transferência máxima depende da distância até o armário. Se você procurar no Google Images por VDSL2 encontrará vários gráficos de desempenho vs. distância, apenas um exemplo abaixo:

fttn-speed-graph.gif

Espero ter ajudado.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo artigo e pela série explicativa das diferentes modalidades de conexão à internet.

Só uma observação: a tradução de "Fiber To The Node" e similires ficaria melhor como "Fibra até o nó", penso eu.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom o artigo. Estou com um pepino em um cliente que contratou a fibra da vivo, e o T.I dele não esta conseguindo resolver os problemas de queda de conexão, oscilação, perda de sinal. Fui ontem olhar como esta a situação lá e esta crítica. Este artigo ajudou-me a entender melhor o funcionamento  da fibra. A rede esta toda bagunçada....diz o T.I de lá que a telefônica dispnibilizou 5 ips válidos na internet, e mais um monte de coisa. Mais acho que ele esta viajando um pouco. Fiquei uma hora só para entender o funcionamento do "armário" deles, o rapaz la colocou uns 3 roteadores pendurados, tem um patch panel cheio ligado a um switch de 24 portas e mais 2 switchs de 8 tb pendurados. Com certeza deve ter alguns em loop lá, dois routers  com o mesmo ip, todos com o dhcp ativo,enfim está um caos rs. Não consegui mexer mais no armário pois a rede ficava caindo e o pessoal da empresa ja começou a me olhar torto. Irei domingo lá tentar resolver o "furdunço". Seja o que Deus quiser rs. Parabéns pelo o artigo!

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

desculpe minha ignorância mas se e feito para ser "compativel" com o padrão adsl2+ então se eu usar em casa um modem adsl2+ ele vai funcionar com uma rede vdsl?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@bruno.adesouza não. Só se o modem trouxer explicitamente compatibilidade listada entre suas características. A compatibilidade mencionada no artigo é em relação ao princípio de funcionamento.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora