Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Que Fim Levou a Internet via Rede Elétrica?

       
 169.867 Visualizações    Artigos  
 12 comentários

A internet via Rede Elétrica. Mas afinal, como ficou essa história?

Que Fim Levou a Internet via Rede Elétrica?
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Vira e mexe alguma empresa ao redor do mundo divulga que está testando a transmissão de dados via rede elétrica, o que permitiria a todo mundo ter acesso à Internet a um baixíssimo custo.

Aqui no Brasil em 2001 a Copel (Companhia Paranaense de Eletricidade) divulgou estar fazendo testes desta tecnologia e, pouco tempo depois, a Cemig e a Eletropaulo divulgaram a mesma coisa. Afinal, que fim levou esta tecnologia?

Apesar de ser uma idéia maravilhosa, há vários motivos técnicos que simplesmente impedem que esta tecnologia funcione na prática, mesmo que testes em laboratórios mostrem que ela é viável. Explicamos abaixo os principais motivos.

  •  Fios de eletricidade usam encapamento plástico que absorve sinais de alta freqüência. Isto impede que os cabos da rede elétrica sejam usados para transmissões de dados de alta velocidade por uma distância muito longa.
  •  Os fios da rede elétrica funcionam como uma antena, fazendo com que os dados transmitidos gerem ruído no espectro eletromagnético, isto é, a transmissão de dados via rede elétrica gera interferência em rádios, televisões e similares. Da mesma forma, os fios elétricos captam sinais de rádios, televisões e similares, corrompendo os dados transmitidos via rede elétrica.
  •  Interferências de eletrodomésticos como aspiradores de pó, liquidificadores e máquinas de lavar atrapalham a transmissão de dados.
  •  Junções de cabos, transformadores, relógios medidores e o liga/desliga inerente aos eletrodomésticos fazem com que a carga da rede elétrica varie muito, criando inúmeros pontos de reflexão de sinal na rede, fazendo com que exista muito "eco" do sinal transmitido, o que acaba por corromper os dados transmitidos.
  •  Os atuais transformadores e relógios medidores usados na rede elétrica simplesmente bloqueiam sinais de alta freqüência, impedindo a transmissão de dados.

Enfim, esta tecnologia pode até dar certo em laboratório, mas na prática ela é simplesmente inviável pelos motivos técnicos expostos. Com a tecnologia de Internet sem fio (wireless) se popularizando e com o custo desta tecnologia caindo cada vez mais, é muito mais sensato pensarmos que a tecnologia wireless cumprirá o mesmo papel proposto pela idéia de Internet via rede elétrica, bastando a instalação de uma antena por bairro ou região para que todos os PCs daquela área passem a ter acesso à Internet, sem fio. Incrivelmente a tecnologia wireless terá um custo muito menor do que a Internet via rede elétrica, já que os custos de se fazer modificações no sistema elétrico para corrigir os problemas citados torna o uso comercial desta idéia completamente inviável.

É bom lembrar que na Europa mais de 20 companhias elétricas fizeram testes com a tecnologia de Internet via rede elétrica, e todas estão chegando aos mesmos resultados: é inviável.

Adicionado em 12 de dezembro de 2003:

Depois de termos publicado esta coluna, recebemos alguns e-mails criticando nossa posição de acharmos que a Internet via rede elétrica não dará certo. Muitos lembraram que em várias cidades brasileiras os testes com esta tecnologia continuam. Em nossa opinião, uma coisa é fazer um teste com algumas pessoas, outra coisa bem diferente é colocar esta tecnologia disponível em uma cidade inteira. Devemos lembrar que, até onde sabemos, nenhuma concessionária de energia elétrica está oferecendo este serviço comercialmente no Brasil. Em nossa opinião, esta tecnologia está destinada ao fracasso, por conta dos motivos técnicos acima expostos. Nossa opinião foi diretamente influenciada por um artigo de Peter Cochrane, e em seu artigo Cochrane explica ainda mais sobre o porque ele (e nós) achamos que esta tecnologia não é comercialmente viável.

De qualquer forma, esta é apenas uma opinião, e podemos estar errados. Só daqui a alguns anos é que poderemos dizer quem tinha razão, nós ou os leitores que nos mandam e-mails criticando nossa opinião.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


A CELG Companhia Energética de Goiás, esta testando a internet via rede eletrica. Os testes já estão sendo realizados a três meses. 16 moradores vizinhos a sede da CELG aqui em Goiânia e algumas outras pessoas, como o meu orientador de Sistemas de Informação na faculdade, que trabalhou por 12 anos como analista de sistemas nesta empresa, estão testando a conexão de 2Mbps. De acordo com as informações que eu obtive o projeto está pronto, so faltando completar os 2 anos de testes para ser homologado pela ANEEL. A CELG afirma que o valor mensal cobrado pelo acesso a internet será de R$ 5,70. Eu estou preocupado agora é com o fim que se dará as Lan Houses com essa internet de baixíssimo custo. Vamos ver se agora essa internet via rede elétrica sai mesmo :]

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por lordmac@25 de abril de 2006, 16:36

Deixa eu ver, 5,70 ? bom, com um imposto aqui e outro alí, acho que 2mb ( hoje ) sairia por uns 60 reais...

<_<

Realmente, e o que fico pensando é como as Empresas que oferecem conexão via ADSL reagiriam, já que com a popularização de uma conexão elétrica de 2mbps em torno de R$ 50,00 as pessoas migrariam com certeza das conexões ADSL

já que por exemplo no meu caso chego a pagar até mais de R$ 60,00 numa coexão de 256kbps se estouro o limite de transferência <_<

Não preciso nem dizer como eu estaria feliz se esta tecnologia realmente popularizasse hUAOHAIU

Apesar da opnião do Clube do Hardware sobre a inviabilidade técnica, que realmente É GRANDE :ahh:

flwwww valeu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostaria de esclarecer algumas coisas em relação a essa matéria. Em primeiro lugar, a tecnologia PLC já possui um padrão e vem sendo muito bem utilizado para implementação de redes SOHO. O padrão é o Homeplug 1.0, que transmite a taxas de 14Mbps e possui uma conectividade melhor que rede wireless 802.11b. Além disso, a tecnologia chamada de BPL (Broad band power line) está sendo usada com êxito nos EUA, desde 2003. Já existem mais de 30.000 clientes que usam essa tecnologia. Vocês deveriam pesquisar melhor e não se fiarem apenas em um artigo, para condenar alguma tecnologia de rede. Agradeço o espaço oferecido para comentários. Sem mais.

Prof. Antonio

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que esse artigo já está um pouco ultrapassado.

Como mencionaram, a tecnologia já é utilizada nos EUA e outra coisa é que a tecnologia avança que nem rio, se conseguem colocar vários núcleos de processamento num chip cada vez menor, porque não conseguir uma internet através de rede eletrica?!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Acho que esse artigo já está um pouco ultrapassado.

Como mencionaram, a tecnologia já é utilizada nos EUA e outra coisa é que a tecnologia avança que nem rio, se conseguem colocar vários núcleos de processamento num chip cada vez menor, porque não conseguir uma internet através de rede eletrica?!

Então... encontrei esse artigo, justamente pesquisando sobre o assunto, que agora está voltando com força aqui no Brasil.

Parece que agora está dependendo de um acordo entre as empresas de Telecomunicações e as Distribuidoras de Energia. Pelo que foi falado a ANEEL já autorizou...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

engraçado ver um topico antigo assim, olha so o que tem no artigo:

"É bom lembrar que na Europa mais de 20 companhias elétricas fizeram testes com a tecnologia de Internet via rede elétrica, e todas estão chegando aos mesmos resultados: é inviável."

como o mundo muda rápido.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

é tudo pode muda, ainda mais quando se fala em tecnologia.

a internet ja esta baratiando, hoje é possivel contrata 1 a 2mb por 49,90 por um ano e sem fidelidade! isso na velox, gvt vem chegando com seus 25,50mb com preços mais enconta.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O artigo foi escrito em 2003. Se naquela época a opinião do autor poderia ser debatida, hoje é preciso considerar que ela está completamente ultrapassada.

É, amigos, o que é impossível hoje pode não ser amanhã.

Leiam a seguinte notícia:

SP lança internet por rede elétrica

Postado em 01 abril 2010 por Marilin Novak

Três bairros já recebem o sinal; pacotes são mais baratos que os da rede convencional

image_thumb1.png Os bairros de Moema, Pinheiros e Jardins, em SP, são os primeiros no Brasil a receber sinal de internet banda larga através de fios da rede elétrica.

A comercialização começou em março e, por enquanto, vai atender 350 prédios. A tecnologia chamada “banda larga sobre linhas de energia” (BPL na sigla europeia e PLC na norte-americana) é bem difundida em outros países.

“Em 2006 existiam 200 milhões de assinantes na Europa”, conta Tereza Carvalho, diretora do Centro de Computação Eletrônica da USP.

A Intelig é a primeira operadora a oferecer pacotes com o novo sistema, que já foi regulamentado pela Agência Nacional de Telecomunicações e pela Agência Nacional de Energia Elétrica.

Há ainda a parceria da AES Eletropaulo Telecom, que administra a maior parte da rede elétrica paulista e é responsável por adaptar os postes para o sinal.

Os planos da Intelig custam R$ 74,90 para velocidade de 10 Mbps (megabytes por segundo) e R$ 125 para 15 Mbps, para os primeiros 350 clientes ou até 22 de junho.

Os preços estão abaixo da rede convencional – o pacote mais veloz da Speedy Telefônica (8 Mbps) custa R$ 200, o da NET R$ 220 (12). “Mas a tecnologia pode suportar até 20 Mbps e, se evoluir, chegar a 200”, diz Tereza.

A operadora promete não haver oscilação de velocidade com grande volume de dados trafegado. Mas outros problemas podem ocorrer (leia quadro).

fonte: http://blog.primeiramao.com.br/index.php/2010/04/01/sp-lana-internet-por-rede-eltrica/

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×