Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Segurança Básica em Redes Sem Fio

        639.030 Visualizações     11 comentários     Tutoriais   

Tudo o que você precisa fazer após montar sua própria rede: mudar a senha padrão, atualizar o firmware do roteador e habilitar e usar o tipo correto de criptografia.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Nós finalmente podemos dizer que as redes sem fio se tornaram padrão para a conexão de computadores. Placas de rede sem fio já são um acessório padrão nos notebooks há algum tempo. Praticamente todos os modelos de roteadores – periférico que permite você compartilhar a sua Internet banda larga com vários micros – vêm com antena para redes sem fio, permitindo que a sua conexão com a Internet seja compartilhada não só entre os micros conectados via cabo ao roteador, mas também com aqueles dotados de antena para rede sem fio. Com a popularização das redes sem fio também aumentou a quantidade de usuários vítimas de invasões de hackers que tiveram suas conexões ou até mesmo dados importantes acessados e/ou roubados. Neste tutorial ensinaremos a você o básico sobre segurança de redes sem fio: a troca da senha padrão do roteador, como atualizar o firmware do roteador e como habilitar e usar o tipo correto de criptografia.

Os roteadores de banda larga são muito fáceis de serem instalados. Basta plugar a sua conexão banda larga no conector chamado WAN e os micros de sua casa ou escritório nas portas chamadas LAN, fazer uma configuração básica do tipo de conexão banda larga que você tem (ADSL ou cabo) e pronto, tudo estará funcionando de primeira. Se o seu roteador tiver antena sem fio, os computadores instalados nas proximidades e que sejam dotados de antena para conexão de rede sem fio estarão conectados à Internet e à sua rede interna também.

É aí que mora o perigo. Como atualmente a maioria dos roteadores de banda larga já vem de fábrica com rede sem fio habilitada, você terá uma rede sem fio pronta para uso em sua casa ou escritório mesmo se você não for usá-la! Além disso, a maioria dos usuários se empolga que a conexão sem fio funcionou de primeira e se esquece de um detalhe importantíssimo. Todo e qualquer computador com antena para rede sem fio instalado nas proximidades terá acesso à sua rede. Isso inclui os computadores do seu vizinho e de hackers querendo ter acesso aos seus dados ou pelo menos ter a moleza de navegar na Internet de graça (enquanto você é quem paga a conta). Relatos de hackers que saem pelas ruas dos grandes centros urbanos dotados de um notebook caçando redes sem fio sem qualquer tipo de proteção são cada vez mais comuns.

Para resolver este problema, você precisa desabilitar a funcionalidade de rede sem fio do seu roteador, caso não for usá-la, ou habilitar a criptografia, caso queira montar uma rede sem fio. Esta configuração deve ser feita tanto no roteador quando nos computadores que farão parte da sua rede sem fio e/ou que terão acesso à sua conexão de Internet banda larga.

Existem vários algoritmos e métodos de criptografia disponíveis, sendo que os mais comuns são WEP (Wired Equivalent Privacy), WPA (Wi-Fi Protected Access) e WPA-2. O problema é que os métodos WEP e WPA provaram ser falhos, significando que se sua rede sem fio estiver configurada para usá-los ela estará vulnerável. Pior do que saber que sua rede está desprotegida é ter a falsa sensação de proteção, quando na verdade sua rede está totalmente vulnerável.

Outro problema é que vários usuários se esquecem de alterar a senha padrão para ter acesso ao painel de controle do roteador, o que é praticamente o mesmo de deixar o roteador sem senha: quando um hacker tem acesso à tela de login de um roteador a primeira coisa que ele tenta é a senha padrão de fábrica (normalmente “admin” ou “administrator”). Portanto você também precisa mudar isto.

Em resumo, após instalar o seu roteador de banda larga você precisa fazer o seguinte:

  • Alterar a senha administrativa.
  • Desabilitar o gerenciamento remoto.
  • Atualizar o firmware do roteador para a versão mais nova para mantê-lo livre de falhas conhecidas.
  • Desabilitar a funcionalidade de rede sem fio caso não for usá-la.
  • Habilitar ou alterar a criptografia para WPA-2 tanto no roteador quanto nos computadores da rede.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Na minha opinião a chave WEP (wireless Equivalent Protection) é muito fraca e precisa ser mais aperfeiçoada. Acho que qualquer um que saiba invadir e tenha os equipamentos corretos vão conseguir entrar na rede, mesmo se isso demorar algum tempo. Porém eu acho que se alguém fazer isto é porque quer algum dado, pessoas que fazem isto só querem aproveitar a internet de graça. Mais info neste link.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Segurança em rede wireless será um tema muito discutido daqui para frente. Muitos administradores de rede cabeada, precisarão se adequar/capacitar para pelo menos entender como se preparar tecnicamente para absorver esta tecnologia que cresce assustadoramente. Trabalho com equipamentos do fabricante americano Symbol, os mesmos possuem diversas formas de autenticação e criptografia como segue:

Autenticação:

Framework com EAP

EAP - TLS

EAP - TTLS

EAP - PEAP

EAP - SIM

KERBEROS

CRIPTOGRAFIA:

WEP

WPA-TKIP

KEYGUARD-MCM

Posso garantir que são seguros, e caminham lado a lado com o que há de mais moderno com as tecnologias de seguraça de rede wireless.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O artigo é bom, porém não está completo, e mais, faz mais de um ano que foi publicado, assim, será bem vinda uma atualização, explicações sobre wpa, se realmente é seguro, e testes com os routers mais vendidos (linksys, d-link). O artigo deve aprofundar mais a configuração, deveria ser um tutorial a respeito de cada um dos routers mais populares. Tenho um di-524 e sofri, garimpei aqui e alí e ainda não terminei de configurar. Habilitei wpa-psk, o ssid é enorme, alfa numérico, desabilitei broadcast ssid, mac adress para acessar a rede, e ainda falta verificação de ip (ainda n sei fazer) e outros detalhes que blindam a rede. Porém, não tenho ideia se a rede está ou não segura, não consegui artigos a respeito. Ajudem!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fiz tudo certinho, mas não consigo me conectar de jeito nenhum, não abre site nem msn depois que fiz tudo ceretinho...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

apenas uma duvida..

WEP ou qualquer outro tipo de criptografia pode causar lentidão nah rede??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu tenho muitas duvidas sobre isso também! , não sou especialista, mas vou atrás das coisas.

Tenho um DL 524 e fiz o seguinte

Cadastrei os ENDERECO MAC das 3 maquinas aqui de casa, desliguei o DHCP Dinaminco e coloquei STATICO, vinculei os MAC com cada IP , CRIPTO WPA PSK com frase GIGANTE letras, numeros e caracteres diferentes como Exclamacao interrogacao etc!, e diminui o sinal para 50% por estar proximo do AP e morar em apartamento pequeno.

Eu fiquei preocupado com um comentario de um especialista em segurança , dono de uma empresa de segurança que escreveu um artigo falando que WPA PSK é menos segura do que a propria WEP. Mas mesmo assim mantive ela.

Se tiverem dicas de como melhorar a segurança nesse AP...... aceito qualquer tipo de critica ou sugestao.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

To querendo alguém pra invadir a minha rede, nem me preocupo com isso, basta uma chave de rede e esperar algum cara afim de entrar aqui, ainda não achei nehum...se entrar vai ter acesso a muitos arquivos que poderá deletar e etc...Quem vai querer perder tempo fazendo isso...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostaria de saber se o wpa2 corrigiu o bug que tinha com dispositivos antigos que não reconheciam o padrão wpa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O autor diz: "Existem vários algoritmos e métodos de criptografia disponíveis, sendo que os mais comuns são WEP (Wired Equivalent Privacy), WPA (Wi-Fi Protected Access) e WPA-2. O problema é que os métodos WEP e WPA provaram ser falhos, significando que se sua rede sem fio estiver configurada para usá-los ela estará vulnerável. Pior do que saber que sua rede está desprotegida é ter a falsa sensação de proteção, quando na verdade sua rede está totalmente vulnerável."

Acho absolutamente correto com relação ao WEP, protocolo pre-histórico que é facilmente quebrável, independente do tamanho das passphrase.

Mas trocar um roteador antigo pero no mucho, já com WPA, mas sem WPA2, é exagero absoluto.

O grau de segurança do protocolo WPA é muito, muito maior que o velho WEP.

O WPA2, OK, resolveu um problema com a chave TKIP, que possiblitaria à um invasor acrescentar pacotes na transmissão wireless, mas não decodificá-la (o que é mole no WEP).

Uma chave de 63 bits no WPA original já é suficientemente segura para um resultado pratica, exigindo um poder computacional alto para qq tentativa de invasão.

Mas é claro que um roteador wireless novo com WPA2 custa hoje menos de R$ 100.

Mas quem tem um notebook antigo, cujo wireless possua WPA, mas não WPA2, não precisa ir correndo trocar o note ou comprar um adaptador wireless externo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gente, não nos esqueçamos de que o Artigo deste tópico foi confeccionado há mais de 5 (cinco) anos atrás e que, claro, existe uma defasagem tecnológico/temporal.

Isso já esta mais que atualizado no novo livro do Gabriel Torres (Redes de Computadores).:che:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho 2 duvidas.

Tenho uma D-Link Dl-524, e o firmware é o V3.00

No site http://www.dlinkla.com/home/productos/producto.jsp?idp=260

tem essas opções...

FIRMWARE_DI-524_v1.05.bin 786432 kb

FIRMWARE_DI-524_v3.12.bin 705006 kb

FIRMWARE_DI-524_v2.07.bin 717543 kb

FIRMWARE_DI-524_H1_v4.01b01.zip 1886063 kb

Pelo que vi, o v4, é o mais novo, mas ta cheio de detalhes que desconheço, devo instalar?

Eu vou perder as confugrações quando instalar?

Aleeeeemmm disso

Qual dessas opções de codificação eu devo escolher?

WAP2-PSK(AES)

WAP2(AES)

WAP-PSK/WAP2-PSK(AES)

???????????

(eu num sabia, se era aqui o melhor lugar pra postar a duvida, mas se eu estiver errado, é só avisar...)

Editado por Gaud

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora