Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste do cooler Corsair H100i GTX

       
 52.052 Visualizações    Testes  
 14 comentários

Testamos o Corsair H100i GTX, um sistema de refrigeração líquida para processadores, com um radiador de 240 mm resfriado por duas ventoinhas de 120 mm.

Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

O Corsair H100i GTX é um sistema de refrigeração líquida topo de linha para processadores. Ele tem um radiador de 240 mm com duas ventoinhas de 120 mm, e uma conexão USB que permite monitorar e controlar o cooler por meio de um programa. Vamos ver como é o seu desempenho.

Como qualquer sistema de refrigeração líquida selado, o H100i GTX vem com o líquido arrefecedor já preenchido dentro do circuito (bloco, radiador, bomba e mangueiras).

A Figura 1 mostra a caixa do Corsair H100i GTX.

Corsair H100i GTX
Figura 1: embalagem

A Figura 2 mostra o conteúdo da embalagem: o sistema radiador-bloco, duas ventoinhas, manual, um cabo USB e as ferragens para instalação.

Corsair H100i GTX
Figura 2: acessórios

Discutiremos este cooler em detalhes nas próximas páginas.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Ótimo cooler e ótimo teste! :)

 

Um desempenho quase tão bom quanto o Thermaltake Water 3.0 Ultimate, mas usando "apenas" duas ventoinhas, permitindo a instalação em qualquer gabinete de boa qualidade, é realmente digno de aplausos.

 

Aproveitando: dá gosto ver a linha de produtos de empresas como a Corsair e a Thermaltake... até o básico deles é bom! Recentemente tive duas boas experiências com a Thermaltake e só posso elogiar.

 

Valeu pelo teste, @Rafael Coelho! thumbsup.gif

Editado por Duda Sgluber
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sei que é complicado, mas seria interessante uma comparação com o H100I "normal" tenho esse WC e fiquei com essa curiosidade, mas de qualquer maneira acredito que não deva dar muita diferença, esse gtx só vi algumas diferenças estéticas que acredito não vão mudar muito o desempenho do mesmo em relação ao H100I.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sei que é complicado, mas seria interessante uma comparação com o H100I "normal" tenho esse WC e fiquei com essa curiosidade, mas de qualquer maneira acredito que não deva dar muita diferença, esse gtx só vi algumas diferenças estéticas que acredito não vão mudar muito o desempenho do mesmo em relação ao H100I.

 

Se você olhar neste teste, o último feito na plataforma anterior:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/teste-do-cooler-nepton-140xl-da-cooler-master/2943

 

Vai ver que o H100i ("normal") ficou em empate técnico com, o Water 2.0 Extreme. Já nesse teste desta semana, o H100i GTX deixou nosso processador 16 graus celsius mais frio do que o Water 2.0 Extreme. Assim, podemos concluir que o H100i GTX tem um desempenho bem superior ao modelo anterior. Uma diferença visível é nas mangueiras, bem mais grossas, além do bloco que é totalmente diferente. Ou seja, não são só diferenças estéticas.

De qualquer forma, obrigado pela participação!

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se você olhar neste teste, o último feito na plataforma anterior:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/teste-do-cooler-nepton-140xl-da-cooler-master/2943

Vai ver que o H100i ("normal") ficou em empate técnico com, o Water 2.0 Extreme. Já nesse teste desta semana, o H100i GTX deixou nosso processador 16 graus celsius mais frio do que o Water 2.0 Extreme. Assim, podemos concluir que o H100i GTX tem um desempenho bem superior ao modelo anterior. Uma diferença visível é nas mangueiras, bem mais grossas, além do bloco que é totalmente diferente. Ou seja, não são só diferenças estéticas.

De qualquer forma, obrigado pela participação!

Valeu, não tinha visto este outro teste, de qualquer maneira no meu uso 4 coolers 2 além dos originais, acho q já da uma melhorada TB.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só é uma pena que os testes sejam feitos em condições diferentes de temperatura ambiente. Neste teste específico, o modelo da Corsair empatou com o da Thermaltake, mas atuando em temperatura ambiente 8 graus mais baixa. Acredito que seja uma diferença que impacta significativamente no resultado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só é uma pena que os testes sejam feitos em condições diferentes de temperatura ambiente. Neste teste específico, o modelo da Corsair empatou com o da Thermaltake, mas atuando em temperatura ambiente 8 graus mais baixa. Acredito que seja uma diferença que impacta significativamente no resultado.

 

Não, a temperatura ambiente não tem impacto no resultado, pois nós comparamos a diferença de temperatura entre o núcleo do processador e o ambiente. Assim, a temperatura na qual é feito o teste não influencia no desempenho do cooler nem no valor comparado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se for possível refazer os testes com qualquer um dos cooleres já testados noutras condições de temperatura ambiente seria interessante já que é difícil imaginar que a diferença de temperatura entre o núcleo e o ambiente seria o mesmo noutras condições.

Tenho pra mim que a diferença seria maior se as ventoinhas estivessem assoprando ar mais quente contra o radiador, até porque haveria diferença de densidade no ar (alterando o cfm) sem falar na diferença de temperatura entre o líquido de arrefecimento e o ar, o que alteraria a velocidade com que aconteceria a troca de calor. Mas enfim, é só uma hipótese.

Editado por Romário Barros
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se for possível refazer os testes com qualquer um dos cooleres já testados noutras condições de temperatura ambiente seria interessante já que é difícil imaginar que a diferença de temperatura entre o núcleo e o ambiente seria o mesmo noutras condições.

Tenho pra mim que a diferença seria maior se as ventoinhas estivessem assoprando ar mais quente contra o radiador, até porque haveria diferença de densidade no ar (alterando o cfm) sem falar na diferença de temperatura entre o líquido de arrefecimento e o ar, o que alteraria a velocidade com que aconteceria a troca de calor. Mas enfim, é só uma hipótese.

 

Romário,

Já testamos isso no início de nossos testes de coolers, para verificar se, na prática, a teoria funcionava, e o desempenho (diferença de temperatura) foi exatamente idêntico ao testar o mesmo cooler em um dia frio e em um dia quente.

A diferença de densidade do ar, para diferenças de temperatura tão pequenas (na ordem de 20 graus Celsius) é muito pequena, não chega a dar diferença mensurável no desempenho do cooler.

Quanto às trocas de calor no líquido, a Física nos diz que a velocidade da troca de calor é diretamente proporcional à diferença de temperatura entre os dois extremos, e não depende do valor da temperatura do corpo em si.

O único fator que pode influir seria no ajuste automático da rotação do cooler: em um dia quente, a temperatura que o núcleo alcançaria seria maior e, portanto, a ventoinha giraria mais rápido caso estivesse configurada de modo automático. Para evitar isso, sempre fazemos o teste com a ventoinha em 100%, e não no modo automático.

Desta forma, podemos afirmar com certeza que nossos comparativos não são influenciados pela temperatura ambiente.

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho -Ótimo teste, apenas gostaria de mencionar uma possível inconsistência no texto:

 

Onde é mencionado que a temperatura do núcleo foi lida com o programa SpeedFan(através dos sensores térmicos do próprio processador), usando uma média aritmética das temperaturas dos quatro núcleos, porém o correto seria: dos oito núcleos do processador.

Editado por WETON

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Rafael Coelho -Ótimo teste, apenas gostaria de mencionar uma possível inconsistência no texto:

 

Onde é mencionado que a temperatura do núcleo foi lida com o programa SpeedFan(através dos sensores térmicos do próprio processador), usando uma média aritmética das temperaturas dos quatro núcleos, porém o correto seria: dos oito núcleos do processador.

 

Tem razão, obrigado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Senhores, acham que vale a pena trocar um H100i pelo H100i GTX?

 

Se você já tem o H100i e está atendendo bem a sua configuração, acredito que não há motivo mas, se você precisa melhorar a temperatura do seu sistema, claro ficou evidente que o H100i GTX é melhor que seu antecessor.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vi que os testes foram feitos com os fans no modo pull. Faz diferença instalar no modo push ou pull? Esteticamente prefero o pull.

E sobre fazer o push and pull? Ou seja, colocar 2 fans de cada lado do radiador. Vale a pena o custo x benefício x ruído? Se sim, qual fan usar? Tem algum específico ou qualquer fan de 120mm serve?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora