Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Smartphone Motorola Atrix

       
 36.919 Visualizações    Testes  
 5 comentários

Teste do telefone celular Motorola Atrix, um smartfone que pode virar laptop.

Teste do Smartphone Motorola Atrix

Introdução

Atualmente os telefones celulares 3G são muito populares, e o Motorola Atrix é um telefone 3G com abundância de recursos especiais. Com processador de dois núcleos de 1 GHz, câmera de 5 megapixels, leitor de impressões digitais, e a possibilidade de usar uma estação de ancoragem (“dock station”) que pode transformar o telefone em um laptop, o Atrix nos pareceu bastante impressionante. Quando vimos a Motorola anunciá-lo como o “smartphone mais poderoso do mundo”, ficamos ansiosos para dar uma olhada nele.

O Atrix vem em uma caixa colorida, mostrada na Figura 1.

Figura 1: A caixa do Atrix
Figura 1: A caixa do Atrix 

O conteúdo da caixa é mostrado na Figura 2. Temos o Atrix, um cabo de carregamento micro USB, um plugue não retrátil que aceita o cabo USB, e vários pequenos folhetos, incluindo um guia de início rápido, um guia “fique conectado” e vários folhetos informativos sobre segurança e informações legais.

Figura 2: O conteúdo da caixa
Figura 2: O conteúdo da caixa

Como você pode ver na Figura 2, o Motorola Atrix é um telefone padrão, que mede 63,5 x 117,75 x 10,95 milímetros e pesa 135 gramas – semelhante à maioria dos outros telefones desse tamanho e forma. Possui tela de quatro polegadas, tamanho intermediário entre os modelos mais populares atualmente. Esta tela é um pouco maior do que a de alguns telefones, e um pouco menor do que a de outros.

O Atrix tem tela qHD de 24 bits colorida, sensível ao toque, coberta com vidro Corning Gorilla Glass. O padrão qHD tem resolução de tela de 960 × 540 pixels dispostos em formato 16:9. O nome vem do fato de que esta resolução é um quarto de um quadro Full HD de 1080p. Embora esta não seja uma resolução padrão do Android, descobrimos que ela funciona bem para o aparelho, bem como para todos os aplicativos que nós testamos. A tela é nítida e clara, mas fica um pouco desbotada sob luz solar intensa.

O corpo do telefone é coberto por plástico preto liso. O único detalhe do projeto é uma padronagem diagonal na parte traseira, como mostrado na Figura 3.

Figura 3: A parte traseira do Atrix
Figura 3: A parte traseira do Atrix

Na parte de trás do Atrix você também pode ver a câmera de oito megapixels e o flash LED. No topo está o botão para ligar e colocar em modo de espera. O formato incomum é devido ao leitor de impressão digital incorporado ao botão. O leitor de impressão digital funciona muito bem na maioria das vezes, mas as vezes em que ele irá pedir para verificar novamente o seu dedo sempre parecem ser quando você está com pressa para acessar o telefone. Usuários corporativos podem ter mais boa vontade com esse incômodo, mas o usuário médio talvez não. Felizmente, se você não configurar o leitor de impressões digitais, o telefone funciona da forma habitual, sendo desbloqueado quando você desliza o dedo pela tela de desbloqueio.

Na Figura 3 você pode também ver o alto-falante na parte inferior do telefone. Ele apresentou muito boa qualidade de áudio para música, bem como clareza nas chamadas viva-voz.

O Atrix é forte e resistente. Ele cabe bem na mão ou no bolso. Vem com 16 GB de memória interna e você pode adicionar até 32 GB mais em um cartão micro SD removível. Removendo a tampa traseira do Atrix vemos o cartão SIM, o slot para cartão de memória e a bateria, como mostrado na Figura 4.

Figura 4: A parte traseira sem a tampa
Figura 4: A parte traseira sem a tampa

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Tenho um Atrix desde o seu lançamento nacional!

Saí de um Nokia N900 para ele! Uso ele como o aparelho principal para jogos, vídeos, música, e-mail, internet!

Assim como o N900, consegui apenas com um smartphone, substituir um laptop no dia a dia (pois posso fazer tudo que preciso com o aparelho) deixando a parte mais pesada para meu PC de mesa!

O Atrix nacional, além dos itens informados, vem com a Dock Station de mesa com controle remoto e cabo HDMI. É um ótimo investimento na sua faixa de preço!

O Galaxy SII é muito bom, rápido mas o Atrix é mais que apenas um celular! É realmente um PC no bolso!

Estou aguardando ansioso para sair o Android 2.3.5 aqui no Brasil! Boatos dizem que será neste mês! Vamos esperar!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho um Atrix desde o seu lançamento e tenho algumas ressalvas ao aparelho:

1- Entre um Atrix por 1.600,00 e um Galaxy S II por 2.099,00, o custo x beneficio do Atrix é melhor;

2-Videos em resoluçao HD, só .mp4, codificado em X.264 em bitrate 1.500 kbps e com tamanho inferior a 2Gb. Nada de .mkv baixados da net ripados de bluray!!!!! Essa é uma limitaçao do Tegra 2 e nao do aparelho em si.

3- Na pratica, ele vem só com 10Gb de memo interna. Nunca entendi isso...

4- é o aparelho com gerenciamento de energia mais porco q já tive: qualquer notificaçao q você receba ( twitter em segundo plano, e-mail, SMS,... ) a tela liga mas fica preta com um pequeno quadrado azul ou verde zanzando na tela até a bateria descarregar devido a tela ligada. Ou você fica "em cima" para ver logo a notificaçao e desligar a tela, ou você desliga as notificaçoes ou a bateria já era!!!!! Na hora H, você pega o aparelho desligado e sem bateria...

5- Testes feitos com a lapdock ( a base q o torna um notebook ) mostram uma solução porca a nivel de software encontrada pela Motorola: ele roda o Firefox 3.6 via emulaçao de uma distribuiçao de Linux e nao o Navegador padrão baseado em webkit do android 2.2 do proprio aparelho. Isso torna a navegaçao truncada, pesada, lenta e sem rodar jogos em flash satisfatoriamente e com dificuldade em sites complexos como os de e-mail. Melhor comprar um netbook com Atom e tela de 10.1` por 900,00 mesmo...

6-Jogos do Tegra zone ( feitos para Tegra 2 ) sao exatamente iguais aos q rodam num iphone 4: é como você ter um xbox360 mas os jogos sao iguais aos do PS2 do seu vizinho :(.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na primeira página o autor do teste diz que o Atrix tem câmera de 8 MP, mas depois dá a informação correta de que a câmera é de 5 MP.

Faltaram três pontos importantes nas desvantagens:

1 - Motoblur

2 - Motorola (específicamente a política porca da Motorola de nunca atualizar os firmwares, e caçar como criminosos os usuários que atualizam por conta)

3 - Vários modelos motorola vem travados para o Acesso Root, simplesmente MATANDO o aparelho de quem tenta, não sei se é o caso deste.

Tirando isto é um excelente aparelho, e o sensor de digital é uma ótima sacada para um celular.

O Swipe também é muito bom, gostei da motorola mante-lo no Atrix.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Na primeira página o autor do teste diz que o Atrix tem câmera de 8 MP, mas depois dá a informação correta de que a câmera é de 5 MP.

Faltaram três pontos importantes nas desvantagens:

1 - Motoblur

2 - Motorola (específicamente a política porca da Motorola de nunca atualizar os firmwares, e caçar como criminosos os usuários que atualizam por conta)

3 - Vários modelos motorola vem travados para o Acesso Root, simplesmente MATANDO o aparelho de quem tenta, não sei se é o caso deste.

Tirando isto é um excelente aparelho, e o sensor de digital é uma ótima sacada para um celular.

O Swipe também é muito bom, gostei da motorola mante-lo no Atrix.

Acrecento a sua lista a NÃO GRAVAÇÃO EM 1080P Full HD.

"O smartphone mais poderoso do mundo" não filma em Full HD. E NÃO É UMA LIMITAÇÃO DO TEGRA 2 visto que o LG Optimus 2x também tem o Tegra 2, assim como o LG OPTIMUS 3D e ambos filmam em Full HD 1080P.

Abraços

Editado por JR.Lima
Motorola Spice " O pior smartphone do mundo"

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×