Imprimir artigo
Speedtest e Wifi Analyzer
por em Tutoriais
Última atualização:
13.694 visualizações

Nota: este artigo é uma recomendação espontânea. Não recebemos qualquer tipo de incentivo para recomendar estes programas. Estamos recomendamos porque achamos que eles merecem ser usados por usuários e técnicos..

Smartphones podem ser uma poderosa ferramenta para os técnicos e usuários avançados. Hoje falaremos sobre dois apps que são essenciais para você testar e configurar redes Wi-Fi para o maior desempenho possível, o Speedtest e o Wifi Analyzer. Como normalmente você utilizará esses dois programas em conjunto, resolvemos abordá-los em um único artigo.

Para esses programas funcionarem corretamente, o seu smartphone deverá estar conectado à rede sem fio sendo analisada, do contrário você medirá a velocidade da conexão de Internet da sua operadora de telefonia e não da rede sem fio

O teste de velocidade executado pelo Speedtest também pode ser feito visitando o site http://www.speedtest.net, porém ter um app para essa função é extremamente prático, pois você pode simplesmente andar pelos cômodos da casa ou escritório com o smartphone em mãos e verificar a velocidade da rede sem fio em cada local, o que é pouco prático de ser feito com um notebook.

O programa localiza o servidor mais próximo da sua conexão e executa três testes: ping (tempo que um datagrama leva para chegar do seu aparelho até o servidor), velocidade de download e velocidade de upload.

Speedtest

Figura 1: teste de velocidade do Speedtest

Este programa é essencial para você fazer ajustes finos em sua rede sem fio. Há vários usos corriqueiros para esse programa:

  1. Verificar a real velocidade da sua conexão de Internet (uso mais óbvio, mas não o único);
  2. Comparar a diferença de desempenho entre equipamentos. Por exemplo, ver se há diferença no desempenho entre modelos diferentes de ponto de acesso/roteador sem fio;
  3. Verificar qual é o melhor lugar e a melhor posição para as antenas do ponto de acesso/roteador sem fio. Você pode modificar o posicionamento e medir com o Speedtest para verificar aquele que oferece o maior desempenho possível. Obviamente, você deverá estar com o smartphone no local onde o computador será usado;
  4. Verificar se há melhoria no desempenho da Internet ao modificar a configuração do canal sendo usado pela rede sem fio (explicaremos isso melhor adiante);
  5. Verificar se há aumento no desempenho da Internet em ajustes feitos no painel de controle do ponto de acesso/roteador sem fio.

Já o Wifi Analyzer você deve usar para descobrir as redes sem fio que existem no ambiente e quais canais elas estão utilizando. O app apresenta várias telas diferentes, sendo a da Figura 2 a que você provavelmente mais utilizará. Cada parábola colorida indica uma rede diferente e os números da parte inferior são os canais. O canal usado é o número que se alinha com o pico da parábola. Veja, na Figura 2, como há seis redes diferentes utilizando o canal 11. Logo, seria uma má ideia configurar sua rede também a utilizar o canal 11, pois ele está sobrecarregado. O resultado é que a velocidade da sua conexão será diretamente afetada.

WiFi Analyzer

Figura 2: análise de canais do Wifi Analyzer

Se você descobrir que a sua rede está utilizando o mesmo canal que várias outras redes, o ideal é você reconfigurá-la a utilizar outro canal. Escolha um canal que esteja sendo menos utilizado. Essa configuração é feita no painel de controle do ponto de acesso/roteador sem fio, e o nome exato da configuração varia.

No caso da Figura 2, os canais menos usados e, portanto, com menos interferência são o quatro e o nove. Para entender, repare que não há nenhuma parábola passando por cima desses canais. Explicando de outra maneira, repare que as parábolas apenas começam ou terminam nesses dois canais. Obviamente em locais com menos redes sem fio no ambiente possivelmente haverá canais completamente vazios que poderão ser usados.

Depois de modificar o canal e reinciar o ponto de acesso/roteador sem fio, confira com o Speedtest se houve ganho no desempenho da sua Internet (muito provavelmente, sim).

A maioria dos pontos de acesso utiliza a faixa de frequência de 2,4 GHz e, com isso, essa faixa de frequência está normalmente sobrecarregada. Aparelhos sem fio, tais como telefones sem fio, também utilizam essa faixa de frequência, o que pode ocasionar ainda mais interferência.

Caso você queira obter o maior desempenho possível em sua rede Wi-Fi, o ideal é você utilizar um ponto de acesso/roteador que trabalhe também a 5 GHz (modelos chamado “dual band” ou “banda dupla”), mas para isso a placa de rede dos computadores também precisa ser capaz de trabalhar a 5 GHz. O análise da faixa de 5 GHz também pode ser feita com o Wifi Analyzer, desde que o seu smartphone suporte esta faixa de frequência. Neste caso, aparecerá uma caixa com “2.4G” escrito no canto superior esquerdo, e tocando nela, ela muda para “5G” e a tela passa a mostrar os canais dessa outra faixa de frequência. A análise se procede de maneira análoga: se a sua rede estiver utilizando o mesmo canal que a rede do vizinho, reconfigure a sua rede para utilizar outro canal que esteja vazio ou menos ocupado.

Só tome cuidado, pois normalmente roteadores “dual band” criam duas redes, uma na faixa de 2,4 GHz e outra na faixa de 5 GHz. Portanto, você terá de conectar os aparelhos Wi-Fi à rede da faixa de 5 GHz, que será mais rápida do que a rede na faixa de 2,4 GHz.

Nós já fizemos dois vídeos sobre esse assunto, e recomendamos que você dê os assista para aprender mais:

 

AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor Executivo

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nossos diversos colaboradores. É também autor de 24 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Morou nos Estados Unidos de 2007 a 2013 e atualmente mora na Austrália.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.502 usuários cadastrados
1.345 usuários on-line