Imprimir artigo
Teste da Multilaser Webbox
por em Testes
Última atualização:
51.568 visualizações
Página 2 de 5

A Multilaser Webbox

A parte de baixo da Multilaser Webbox pode ser vista na Figura 5. Os parafusos para abertura da mesma ficam sob os pés de borracha..

Multilaser Webbox
Figura 5: Vista inferior

A Multilaser Webbox usa um processador de um núcleo baseado no Cortex A9 de 800 MHz. Tem 1 GiB de memória (RAM) e 4 GiB de memória de armazenamento, dos quais aproximadamente 2 GiB estão disponíveis para o usuário. Ela também vem com uma interface de rede sem fio compatível com os padrões IEEE 802.11a/b/g/n.

Na Figura 6 podemos ver o aparelho aberto. Repare que antena da rede Wi-Fi fica na tampa.

Multilaser Webbox
Figura 6: Aberta

Na Figura 7 vemos a placa de circuito impresso da Webbox. Basicamente, é um computador baseado na arquitetura ARM, onde praticamente temos apenas o processador, os chips de memória (RAM), um chip de memória flash (armazenamento) e a placa de rede sem fio (a pequena placa azul na parte inferior da foto), além dos conectores.

Multilaser Webbox
Figura 7: Placa de circuito impresso

Na Figura 8 vemos o controle remoto que acompanha a Webbox. Esse controle é um dos pontos fortes do aparelho, pois ele funciona como mouse e teclado. Seu uso como mouse é surpreendentemente intuitivo e eficiente: basta movimentá-lo no ar para que o cursor se mova na tela, e o teclado, apesar de não permitir uma digitação rápida, é bem melhor de usar do que ficar apontando e clicando letras em um teclado virtual.

Esse controle remoto pode ser utilizado até mesmo em um PC, bastando instalar seu receptor em uma porta USB. Um detalhe curioso é que o manual não menciona esse receptor, nem a necessidade de conectá-lo ao aparelho para que o mesmo funcione. Assim, apenas uma das portas USB fica disponível para instalação de unidades de memória USB.

Multilaser Webbox
Figura 8: Controle remoto

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
530.011 usuários cadastrados
298 usuários on-line