Imprimir artigo
Teste do Gabinete Cooler Master Elite 431 Plus
por em Testes
Última atualização:
36.267 visualizações
Página 4 de 7

Por Dentro do Elite 431 Plus

Produto Recomendado Clube do Hardware

Ambos os painéis laterais são fixados no gabinete usando parafusos de dedo na cor preta, de metal. A bandeja da placa-mãe tem uma grande abertura que oferece acesso à placa suporte do cooler do processador sem a necessidade de remover a placa-mãe do gabinete. Não há aberturas na bandeja nem espaço suficiente entre esta e o painel direito, de forma que é impossível passar ou esconder os cabos por trás da bandeja da placa-mãe..

Cooler Master Elite 431 Plus
Figura 8: Visão geral

Cooler Master Elite 431 Plus
Figura 9: Vista por trás da bandeja da placa-mãe

Na Figura 10 temos outra vista do interior do gabinete. As placas de expansão são fixadas por meio de parafusos pretos comuns. O Cooler Master Elite 431 Plus suporta placas de vídeo de até 310 mm de comprimento e coolers para processador com até 160 mm de altura.

Cooler Master Elite 431 Plus
Figura 10: Visão geral

A fonte de alimentação é instalada na parte de baixo do gabinete. Ela pode ser instalada com sua parte inferior voltada para baixo ou para cima, de forma que você pode decidir se quer que a ventoinha da fonte de alimentação puxe o ar de dentro ou de fora do gabinete. Como mostramos anteriormente, há um filtro de ar para a fonte de alimentação. O Elite 431 Plus suporta fontes de alimentação de até 320 mm de profundidade.

Cooler Master Elite 431 Plus
Figura 11: Compartimento da fonte de alimentação

Como nós mencionamos anteriormente, o gabinete analisado suporta uma ventoinha de 80 mm, 92 mm ou 120 mm no painel inferior. Se você instalar uma ventoinha de 120 mm, poderá usar fontes de alimentação de no máximo 150 mm de profundidade.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.758 usuários cadastrados
1.124 usuários on-line