Imprimir artigo
Teste do Gabinete Cougar MX200
por em Testes
Última atualização:
32.858 visualizações
Página 4 de 7

Por dentro do Cougar MX200

Produto Recomendado Clube do Hardware

Cada painel é fixado ao gabinete por meio de dois parafusos plásticos, de dedo..

A bandeja da placa-mãe tem uma grande abertura que permite acesso à placa suporte do cooler do processador sem a necessidade de remover a placa-mãe do gabinete, além de alguns orifícios que permitem que os cabos passem por trás dela. Há um vão de 20 mm entre a bandeja e o painel lateral para a acomodação de cabos. O gabinete suporta placas-mãe ATX e de padrões menores.

Cougar MX200

Figura 9: visão geral

Cougar MX200

Figura 10: vista por trás da bandeja da placa-mãe

Na Figura 11 podemos ter uma visão geral do interior do gabinete. Note que o gabinete não suporta radiadores para refrigeração líquida.

As placas de expansão são fixadas usando parafusos comuns. O MX200 suporta placas de vídeo de até 250 mm de comprimento. Você pode também instalar coolers de processador com até 160 mm de altura.

Cougar MX200

Figura 11: visão geral

A fonte de alimentação é instalada na parte superior do gabinete, com a ventoinha virada obrigatoriamente para baixo. Você pode instalar fontes de alimentação de até 240 mm de profundidade, embora não seja recomendável instalar fontes grandes e pesadas neste tipo de gabinete.

Cougar MX200

Figura 12: compartimento da fonte de alimentação

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
530.097 usuários cadastrados
905 usuários on-line