Imprimir artigo
Teste do Gabinete NZXT Phantom 630
por em Testes
Última atualização:
33.028 visualizações
Página 9 de 9

Conclusões

Produto Recomendado Clube do Hardware

O NZXT Phantom 630 é o gabinete torre completa mais completo que vimos recentemente, permitindo uma configuração bem flexível que deverá agradar a maioria dos entusiastas. Ele não é barato, mas nós acreditamos que seu preço seja adequado para todos os recursos que ele traz..

Pontos Fortes

  • Tampas para as baias de 5,25” são perfuradas e têm filtros de ar
  • Leitor de cartão de memória SD
  • Nove slots de expansão
  • Filtros de ar as ventoinhas inferior, frontal, superior e da fonte de alimentação
  • Suporta oito unidades de 3,5”/2,5” e duas unidades de 2,5” ao mesmo tempo
  • Suporte para placas de vídeo de até 507 mm de comprimento se a gaiola para discos rígidos superior for removida
  • Tampas perfuradas para os slots
  • Controlador para ventoinhas de três velocidades de canal único suportando até 10 ventoinhas
  • Configuração para s gaiolas para discos rígidos bem flexível
  • Suporte para radiadores nos painéis superior (até 360 mm), traseiro (até 140 mm), inferior (até 280 mm) e frontal (até 240 mm)
  • Abertura na bandeja da placa-mãe para você ter acesso ao mecanismo de retenção do cooler do processador
  • Furos com coberturas de borracha para passar cabos por trás da bandeja da placa-mãe
  • Clipes para prender cabos usando presilhas

Pontos Fracos

  • Preço
  • O controlador para ventoinhas tem apenas um canal
AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor Executivo

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nossos diversos colaboradores. É também autor de 24 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Morou nos Estados Unidos de 2007 a 2013 e atualmente mora na Austrália.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.639 usuários cadastrados
1.171 usuários on-line