Imprimir artigo
Teste do headset Blast ST da Ozone
por em Testes
Última atualização:
10.321 visualizações
Página 3 de 6

Principais características

A grande característica do Blast ST é ser um headset estéreo que o usuário pode ligar no PC, PS4, smartfones e tablets, seja para jogar, ouvir música ou realizar chamadas/videoconferências. Por ser meramente estéreo, não é necessário baixar programa algum para equalizar a ambientação sonora ou posicionar caixas virtuais de surround. Basta plugar o headset para ele funcionar instantaneamente..

O visual futurista e os ângulos retos podem sugerir que o Blast ST não seja confortável, porém não se deixe enganar pela aparência: o headset conta com uma haste macia e conchas móveis que proporcionam uma experiência agradável de uso. Esse ajuste, aliás, permite que os ouvidos fiquem plenamente cobertos e isolados de sons exteriores. O revestimento das conchas é feito de courino; em nossa experiência, é um material que descama com o suor e o tempo de uso, porém é mais macio e esquenta menos que revestimento em tecido.

Em termos de comprimento de cabo, o Blast ST teve que se adaptar à característica multiplataforma. O modelo Blast Ocelote World, também compativel com PlayStation 4, tem um cabo de três metros. Já no caso do Blast ST, que pode ser usado com smartphone e tablet, ficaria inviável ter um cabo tão comprido para usá-lo na rua; isso não chega a ser um problema para o PlayStation 4, já que o seu conector de áudio analógico é localizado no próprio controle e, portanto, próximo ao usuário.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS EM ÁUDIO
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.386 usuários cadastrados
708 usuários on-line