Imprimir artigo
Teste do Mouse Call of Duty Black Ops II da SteelSeries
por em Testes
Última atualização:
18.665 visualizações
Página 6 de 6

Conclusões

Produto Recomendado Clube do Hardware

O CoDBO II é surpreendentemente ágil, mas desagrada quem prefere mouses pesados e com alteração de peso. A possibilidade de associar cliques e teclas em uma macro torna o periférico versátil, especialmente se combinado a um teclado da SteelSeries, gerenciado pelo mesmo software. Ele funciona com uma versão mais nua em recursos do modelo Sensei, porém, por outro lado, ganha na decoração (para fãs da série Call of Duty), e cobertura emborrachada deixa o corpo firme na mão, sem escorregar. A questão de oferecer apenas dois níveis de resolução não comprometeu o desempenho – pelo contrário, tornou mais rápida a troca de um pelo outro, em uma emergência..

Pontos Fortes

  • Belo acabamento temático
  • Corpo ambidestro e leve permite vários tipos de pegada
  • Software elegante e versátil, que agrega mouse e teclado nas gravação de macros
  • Duas opções de resolução provaram ser suficientes durante as partidas

Ponto Fraco 

  • Não tem sistema de ajuste de peso
AUTOR
André Gordirro
André Gordirro
Colaborador

Um fanático por engenhocas e viciado em games, André Gordirro escreve há dez anos sobre cultura pop, cinema, Internet e tecnologia. Ele é colaborador da revista SET, a maior publicação de cinema do país. Tijucano e tricolor, pode ser encontrado tanto no Maracanã quanto numa boa festa eletrônica - mas sua mente, dizem, habita o ciberespaço.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.995 usuários cadastrados
1.039 usuários on-line