Imprimir artigo
Teste do processador Celeron N3150
por em Testes
Última atualização:
34.471 visualizações
Página 11 de 11

Conclusões

Quando comparamos a geração anterior dos processadores Intel de baixo consumo, chamados Bay Trail-D, com o seu concorrente Athlon 5150 da AMD, concluímos que os modelos de quatro núcleos da Intel tinham um poder de processamento maior do que os da AMD, porém tinham um motor gráfico bem mais fraco..

Agora, a Intel lançou a nova geração de processadores de baixo custo (Braswell) com consumo de energia ainda menor e novo motor gráfico. O que pudemos verficar neste teste do Celeron N3150 é que ele é mais lento em termos de processamento do que o Pentium J2900, o que era de se esperar por ser baseado na mesma arquitetura, porém com um clock mais baixo; porém, ficou claro que o motor gráfico do Celeron N3150 é bem mais potente que o do Pentium J2900, embora não chegue a se igualar ao motor gráfico presente no Athlon 5150.

De qualquer forma, o que pudemos sentir neste teste é que o Celeron N3150 é um processador com desempenho suficiente para aplicações simples (como digitação de textos e navegação na internet, por exemplo) e que o seu baixíssimo consumo de energia o torna uma boa opção quando se deseja montar um computador compacto, silencioso e de baixo consumo, mas não há necessidade de um alto desempenho.

AUTOR
Rafael Otto Coelho
Rafael Otto Coelho
Editor-Chefe

Técnico em Eletrônica, Licenciado em Física e Mestre em Educação, Rafael Coelho é apaixonado por hardware, e trabalha como professor de Física em uma instituição de ensino superior. É também comentarista do nosso podcast e moderador do nosso fórum. Tem como hobby aeromodelismo. Mora em Pelotas/RS.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
530.150 usuários cadastrados
117 usuários on-line