Imprimir artigo
Teste do processador Core i5-6400
por em Testes
Última atualização:
1.053.456 visualizações
Página 8 de 8

Conclusões

Ao compararmos o Core i5-6400 com um dos seus concorrentes diretos, o FX-8350, podemos dizer que há um empate técnico em termos de desempenho. Em alguns testes, o processador da Intel foi mais rápido, em outros o modelo da AMD rendeu mais. Assim, podemos dizer que qualquer um dos dois processadores é uma boa opção para computadores intermediários, seja para trabalho ou seja para jogos..

Porém, ao compararmos o desempenho do Core i5-6400 com o Core i3-6100, que é um modelo de uma linha mais de entrada e, portanto, bem mais barato, a coisa muda um pouco de figura. Quando nós testamos o FX-6350, uma das conclusões é que este modelo tinha uma melhor relação custo/benefício do que o modelo mais caro, o FX-8350.

No caso dos dois processadores da Intel, a conclusão se repete: em muitos programas e jogos, o Core i3-6100 tem um desempenho equivalente ao do Core i5-6400, mesmo custando apenas dois terços do preço deste. Isto se deve, obviamente, ao clock mais alto do Core i3-6100 (3,7 GHz) em relação ao Core i5-6400 (de 2,7 GHz a 3,3 GHz, tipicamente trabalhando a 3,1 GHz quando a plena carga). Esta diferença de clock é suficiente para compensar, em alguns casos, o desempenho mais baixo dos núcleos virtuais do Core i3, como visto neste teste.

Comparado ao FX-8350, o Core i5-6400 não se destaca: o FX-8350 tem desempenho semelhante, é um pouco mais barato, e pode ser encontrado ainda por menos na versão com o cooler padrão, além de ser desbloqueado e permitir overclock apenas mudando o multiplicador. A vantagem do Core i5-6400 sobre o modelo da AMD é o consumo de energia significativamente menor, o que impacta diretamente em menos aquecimento.

De qualquer forma, o Core i5-6400 é um bom processador, mas sua relação custo/benefício perde um pouco por conta de seu clock relativamente baixo. Provavelmente o Core i5-6500, que tem um clock razoavelmente mais alto (clock base de 3,2 GHz e turbo de 3,6 GHz) e custa apenas US$ 15 a mais (nos EUA) é uma opção melhor para quem está procurando por desempenho. Se a sua prioridade é economizar no processador sem perder muito desempenho, o Core i3-6100 é uma opção mais interessante.

AUTOR
Rafael Otto Coelho
Rafael Otto Coelho
Editor-Chefe

Técnico em Eletrônica, Licenciado em Física e Mestre em Educação, Rafael Coelho é apaixonado por hardware, e trabalha como professor de Física em uma instituição de ensino superior. É também comentarista do nosso podcast e moderador do nosso fórum. Tem como hobby aeromodelismo. Mora em Pelotas/RS.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.539 usuários cadastrados
959 usuários on-line