Imprimir artigo
Teste do processador Core i7-6700K
por em Testes
Última atualização:
108.709 visualizações
Página 1 de 11

Introdução

Testamos o Core i7-6700K, novo processador topo de linha da sexta geração da linha Core i da Intel (“Skylake”), que tem quatro núcleos físicos (mais quatro núcleos virtuais graças à tecnologia Hyper-Threading) rodando a 4,0 GHz com clock turbo de 4,2 GHz e é fabricado com litografia de 14 nm. Vamos ver se ele é superior ao processador topo de linha da geração anterior, o Core i7-5775C..

A sexta geração dos processadores Core i da Intel é chamada de “Skylake” e é, assim como nos modelos “Broadwell” (quinta geração), fabricada com litografia de 14 nm. A Intel utiliza um cronograma apelidado de “tique-taque” (“tick-tock”, em inglês), onde o “tique” representa uma arquitetura com novo processo de fabricação, enquanto o “taque” representa uma nova microarquitetura, mas utilizando o mesmo processo de fabricação da geração anterior. Assim, a arquitetura “Skylake” representa um “taque”, pois utiliza o mesmo processo de fabricação de 14 nm dos modelos de quinta geração, mas com uma nova microarquitetura (leia nosso tutorial “Por dentro da microarquitetura Intel Skylake” para mais informações).

Uma das principais mudanças desta arquitetura é a compatibilidade com memórias DDR4 (os modelos anteriores eram compatíveis apenas com memórias DDR3). Justamente por conta disto, os processadores Skylake para computadores de mesa utilizam um novo soquete, denominado LGA1151, que não é compatível com os processadores de gerações anteriores.

Também já testamos dois processadores básicos dessa nova família, o Pentium G4400 e o Core i3-6100.

Optamos por fazer os testes utilizando uma placa de vídeo topo de linha, com o vídeo integrado desabilitado. Sendo um processador topo de linha para computadores de mesa, o Core i7-6700K será utilizado na maioria das vezes com uma placa de vídeo “de verdade”; a maioria dos usuários que procura um processador nessa faixa de preço prefere não utilizar o vídeo integrado. De qualquer forma, também rodamos um teste específico com o vídeo integrado.

Comparamos o desempenho do Core i7-6700K ao de seu antecessor de quinta geração, o Core i7-5775C, que nós já tínhamos testado anteriormente. Nós não incluímos nenhum processador da AMD simplesmente porque ela não oferece nenhum modelo concorrente ao Core i7-6700K. O modelo mais caro da AMD, o FX-9590, custa menos da metade do valor do Core i7-6700K, nos EUA, de forma que não seria uma comparação útil ou justa.

A Figura 1 revela o processador Core i7-6700K, ao lado do Core i7-5775C que utilizamos em nossos testes.

Core i7-6700K

Figura 1: o processador Core i7-5775C (à esquerda) e o Core i7-6700K (à direita)

A Figura 2 mostra o lado inferior dos dois processadores. Note que os chanfros laterais ficam em diferentes posições, o que impede que um processador LGA1151 possa ser instalado em um soquete LGA1150 e vice-versa.

Core i7-6700K

Figura 2: o lado de baixo do processador Core i7-5775C (à esquerda) e do Core i7-6700K (à direita)

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.439 usuários cadastrados
1.081 usuários on-line