Imprimir artigo
Teste do smartphone Motorola Moto G
por em Testes
Última atualização:
25.378 visualizações
Página 4 de 6

Usando o Moto G

Produto Recomendado Clube do Hardware

Em uso, o Moto G é rápido e ágil. A tela é nítida e brilhante, e o seu tamanho dá um bom equilíbrio entre uma tela ampla e boa portabilidade..

Porém, ele poderia ser mais fino. Ele tem 11,6 mm de espessura em sua parte mais grossa, mas como sua traseira é curva, ele não chega a ser desconfortável para carregar no bolso da calça.

O processador de quatro núcleos e clock de 1,2 GHz é bastante rápido e proporciona uma excelente experiência de uso.

A tela HD (resolução de 1280 x 720) é excelente. Obviamente, não há como esperar uma tela Full HD em um aparelho desta faixa de preço, e convém lembrar que a maioria dos seus concorrentes tem resolução de 800 x 480.

O Moto G não suporta cartão de memória externo, de forma que é melhor evitar a versão de 8 GiB. Por outro lado, todo o seu espaço de armazenamento disponível (11,9 GiB quando o telefone é ligado pela primeira vez, na versão de 16 GiB) é configurado como uma única unidade, o que evita o problema de falta de espaço para instalar novos aplicativos enfrentado em aparelhos Android mais antigos.

O modelo que nós testamos veio com o sistema operacional Android 4.3, mas ele fez automaticamente a atualização para a versão 4.4 assim que nós o configuramos pela primera vez. O Android 4.4 é fácil de usar e intuitivo. A Figura 10 mostra a tela inicial quando o Moto G foi ligado pela primeira vez.

Motorola Moto G
Figura 10: tela pricipal

Pressionando o ícone com o círculo e seis pontos, você entra na lista de aplicativos, mostrada nas Figuras 11 e 12. O Moto G vem com poucos aplicativos e jogos pré-instalados, o que é ótimo pois você pode instalar apenas aquilo que realmente vai usar.

Motorola Moto G
Figura 11: lista de aplicativos

Motorola Moto G
Figura 12: lista de aplicativos

Você pode instalar novos aplicativos usando a loja Google Play, que tem milhares de aplicativos e jogos disponíveis.

O Moto G usa uma bateria de lítio de 2.070 mAh, que durou facilmente dois dias com um uso moderado de internet e algumas ligações.

A câmera de 5 Mpixel é um dos poucos pontos onde o Moto G desaponta. Não apenas pela sua resolução relativamente baixa, mas porque tem problemas de foco e não lida bem com alta luminosidade. Você pode verificar a qualidade das fotos sem edição clicando aqui e aqui.

Ele grava vídeos apenas em 720p, sem estabilização de imagem. Há ainda a opção de gravar em “câmera lenta”, o que simplesmente reduz pela metade o número de quadros por segundo na reprodução, em vez de capturar o vídeo com o dobro da taxa de quadros, como seria de se esperar para uma boa qualidade.

A câmera frontal, para chamadas em vídeo e “selfies”, tem resolução de 1,3 Mpixel.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.820 usuários cadastrados
1.099 usuários on-line