Imprimir artigo
Teste do smartphone Samsung Galaxy S5
por em Testes
Última atualização:
37.355 visualizações
Página 4 de 8

O hardware

Produto Recomendado Clube do Hardware

O que você pensar em tecnologia existente para smartphone em 2014, o Galaxy S5 tem e melhor que em aparelhos intermediários, por isso ele é considerado um modelo topo de linha..

A tela é de 5,1 polegadas com tecnologia AMOLED e resolução nativa “Full HD” (1920x1080). O principal concorrente do Galaxy S5, o Xperia Z2 da Sony, traz uma tela um pouco maior, de 5,2 polegadas.

O processador é o Snapdragon 801 de quatro núcleos e 2,5 GHz (processador de vídeo Adreno 330 rodando a 578 MHz integrado), que é o modelo mais rápido disponível para smartphones hoje. Ele vem com 2 GiB de RAM (LPDDR3) em modo de dois canais, rodando a 933 MHz, e 16 GiB ou 32 GiB de armazenamento, e, se você achar pouco, pode instalar um cartão microSD de até 128 GiB. O principal concorrente do Galaxy S5, o Xperia Z2 da Sony, usa o mesmo processador, porém rodando a 2,3 GHz, mas vem com 3 GiB de memória em vez de apenas 2 GiB.

A câmera, como já mencionado, permite fotos de até 16 megapixels e filmagem com resolução até Ultra HD 4K (3840x2160 a 30 quadros por segundo). Seu principal concorrente, o Xperia Z2 da Sony, também filma em 4K, no entanto sua câmera vai até 20,7 megapixels. O sensor usado chama-se ISOCELL (tecnologia proprietária da Samsung) e este vídeo da Samsung explica como ele funciona. A filmagem com a câmera traseira é limitada a 30 quadros por segundo, em todas as resoluções.

A câmera frontal, de 2 megapixels, grava e transmite vídeos a até 30 quadros por segundo.

A rede sem fio do aparelho suporta até o padrão IEEE 802.11ac, que é o mais recente. A velocidade máxima suportada é a HT80 (80 MHz com intervalo de guarda de 400 ns), isto é, 433 Mbps. Além disso, o Galaxy S5 permite o uso da faixa de frequência de 5 GHz, que permite uma maior taxa de transferência na prática, visto que ela não é tão congestionada quanto a faixa de 2,4 GHz (assista ao nosso videotutorial sobre o assunto). O seu concorrente da Sony também suporta essas configurações.

Obviamente, o aparelho utiliza redes 4G LTE Cat4 (máximo de 150 Mbps de download e 50 Mbps de upload), podendo baixar para padrões 3G caso uma rede 4G não esteja disponível. Se você quiser, pode habilitar o modo “Download Booster”, que divide o download de um mesmo arquivo entre as redes Wi-Fi e celular, aumentando consideravelmente a velocidade de download. Obviamente, esse modo consome banda do seu plano de acesso.

O aparelho tem também um sensor NFC (Near Field Communication), tecnologia que está se tornando bastante popular no exterior para transferir dados. Alguns usos incluem a comunicação entre o celular e o sistema de áudio do carro, e entre o celular e uma impressora com essa tecnologia, em ambos exemplos substituindo a tecnologia Bluetooth. Porém, o uso mais comum dessa tecnologia no dia a dia é para efetuar pagamentos em pontos de venda que aceitem cartões NFC, assim você pode efetuar pagamentos apenas encostando seu smartphone no sensor existente no caixa da loja (desde que o celular esteja configurado para tal, é claro). Até onde sabemos, essa tecnologia de pagamento ainda não está disponível no Brasil, pelo menos em larga escala.

Ainda na área de comunicação, o aparelho tem transmissor/receptor infravermelho, como já mencionado, e Bluetooth 4.0, como é de se supor.

O Galaxy S5, assim como seu concorrente, permite o espelhamento de sua tela em uma tela maior, como a de uma TV.

O diferencial do aparelho é o seu sensor de batimentos cardíacos, sobre o qual falaremos na próxima página. Ele também tem um leitor de impressões digitais embutido na tecla “home”, que permite que você, em vez de entrar senhas, use sua impressão digital para se autenticar.

Outra característica do aparelho é ele ser resistente à água (padrão IP67, isto é, a um metro de profundidade por meia hora, desde que a proteção da porta USB esteja devidamente em seu lugar).

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS