Imprimir artigo
Teste do tablet Space BR Solarion
por em Testes
Última atualização:
39.669 visualizações
Página 4 de 6

Usando o Solarion

O Space BR Solarion é um tablet de médio custo, com algumas características boas e outras bem ruins..

A tela TFT é grande e de resolução razoável (1280 x 800), mas tem qualidade inferior à do Positivo Ypy L1050, por exemplo, com um ângulo de visão ruim.

O processador Atom Z2460 de apenas um núcleo (dois núcleos virtuais graças à tecnologia HT) de 1,6 GHz torna o tablet razoavelmente ágil.

Seu porte e pegada são bons e ele tem um aspecto robusto, apesar de ser um equipamento volumoso e relativamente pesado.

Um dos problemas do Solarion é o sistema operacional Android 4.0, já bastante ultrapassado (ele foi lançado em 2011, e atualmente estamos na versão 4.4, que é bem superior). Essa versão é normalmente encontrada em tablets chineses de ultra baixo custo, normalmente sem marca, e não faz sentido um produto atual utilizá-la senão talvez para dar a impressão de bom desempenho no uso, já que esta versão é mais leve do que as versões atuais, por ter sido feito para equipamentos com hardware mais modesto.

A Figura 11 mostra a tela inicial, como aparece quanto você liga o tablet pela primeira vez.

Space BR Solarion
Figura 11: tela principal

Pressionando o ícone com os seis pontos dentro no canto da tela, você entra na lista de aplicativos, mostrada na Figura 12. O Solarion vem com poucos jogos e aplicativos instalados.

Space BR Solarion
Figura 12: lista de aplicativos

A duração da bateria é um dos pontos fortes do aparelho. Em nosso teste, usamos o Solarion por mais de sete horas assistindo a vídeos no YouTube, o que é uma ótima marca.

A câmera frontal funciona bem para conversas por vídeo, mas não tem uma qualidade suficiente para tirar boas fotos. A câmera traseira de dois megapixels tem uma qualidade apenas razoável.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.358 usuários cadastrados
934 usuários on-line